Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

12 Dados que aparecem nos livros de “Harry Potter” e que não aparecem nos filmes

4-3-
736

O mundo de Harry Potter é um sem-fim de personagens, lugares e criaturas, e condensar todos esses detalhes em filmes de mais ou menos duas horas não é tarefa fácil. Infelizmente, muita coisa precisou ficar de fora, o que acabou por excluir também alguns aspectos fundamentais para entender melhor a história e a motivação de alguns personagens.

Nós, do Incrível.club, somos fanáticos pelos livros e pelos filmes do Harry Potter e decidimos compilar alguns dados que ficaram de fora dos filmes. Prepare-se para uma boa dose de nostalgia.

1. As provas que não se mostraram

As provas que Harry precisa enfrentar ao lado de Rony e Hermione (pelo menos a maioria delas) são os momentos mais misteriosos e divertidos de Harry Potter e a Pedra Filosofal. Para poderem chegar até o objeto lendário, os três amigos devem superar uma série de charadas, provas e feitiços, tudo para protegê-lo das mãos inimigas. No livro, há um total de sete provas, mas apenas cinco aparecem nos filmes. Vemos o episódio com Fofo (o cachorro de três cabeças), a luta com uma planta mortal, centenas de chaves voadoras, um violento jogo de xadrez em tamanho real e o espelho de Ojesed. As duas provas que não aparecem no filme são as do troll das montanhas e da charada.

2. O novo quarto

Harry Potter aparece pela primeira vez dentro de um armário embaixo da escada. Sim, esse é o seu quarto, um lugar pequeno, cheio de pó, triste e mal-iluminado que seus tios improvisaram e transformaram em quarto. Após o início das aulas em Hogwarts e após as advertências que Hagrid faz aos Dursley, o pequeno bruxo recebe o segundo quarto de Dudley. Essa mudança passou praticamente despercebida nos filmes e acabou sendo um salto temporal sem explicação para quem não leu os livros.

3. A desconhecida história de “Os Marotos”

Quatro amigos da casa Grifinória fundaram o grupo conhecido como “Os Marotos”. Entre os membros do grupo estão Tiago Potter (pai de Harry), Sirius Black (padrinho de Harry), Remo Lupin (o lobisomem que é professor no terceiro livro da saga) e Pedro Pettigrew (que trai a família de Harry e é seguidor de Voldemort). Além de se tornarem animagos (bruxos capazes de se transformar em um animal) para ajudar o amigo Remo em suas transformações em lobisomem, eles também são os criadores do Mapa do Maroto. Apesar da importância do núcleo, nos filmes, são apresentados apenas alguns detalhes em forma de flashbacks, deixando de lado aspectos importantes para o desenrolar da trama principal.

4. Os poderes não revelados de Rita Skeeter

Nos livros, Rita, repórter no Profeta Diário, é caracterizada como uma mulher intrometida, mentirosa, inescrupulosa e com muita necessidade de chamar a atenção. A primeira vez em que ouvimos falar dela é em Harry Potter e o Cálice de Fogo, quando ela faz as pessoas acreditarem em uma série de mentiras sobre a escolha de Harry, suas relações amorosas e outras fofocas sem sentido. O que não aparece no filme é que ela também é um animago que pode assumir a figura de um besouro verde; portanto, pode obter informações valiosas sem ser vista.

5. O desaparecimento da Mulher Gorda

Outro ponto que não tem explicação e que, portanto, não tem suas consequências reveladas é o desaparecimento da Mulher Gorda durante a terceira parte da saga. Ela é um dos muitos quadros pendurados nas paredes de Hogwarts, mas tem a particularidade de controlar a entrada de Grifinória.

Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, o quadro aparece completamente rasgado e a Mulher Gorda desaparece. Não sabemos o que acontece, mas quem ataca o quadro é Sirius Black, e ele faz isso para poder entrar na Torre de Grifinória e no quarto de Harry. Durante sua ausência, ela é substituída por Sir Cadogan.

6. A tia Petúnia queria ser bruxa

A mal-humorada e ressentida tia Petúnia é irmã da mãe de Harry. Uma mulher amarga que ao lado da família faz a vida do pequeno Harry um verdadeiro inferno. Durante a trama, tanto nos livros como nos filmes, fica claro o desprezo que ela e a família sentem por todos, sobretudo pelo mundo dos bruxos; no entanto, o que não é mostrado na telona e aparece nos livros é que esse ódio nasce da inveja. Quando Lílian, a mãe de Harry, recebe uma carta para estudar em Hogwarts, Petúnia morre de inveja. Ela chega a enviar uma carta para Dumbledore pedindo que a aceite também na escola. São detalhes que nos ajudam a entender tudo o que ela faz, não é mesmo?

7. Fundação de Apoio à Libertação dos Elfos

Quando fica sabendo dos abusos sofridos por alguns elfos domésticos, Hermione Granger decide criar a Fundação de Apoio à Libertação dos Elfos, conhecida pela sigla F.A.L.E. A jovem bruxa cria essa fundação com o objetivo de defender os direitos dos elfos e libertá-los da opressão exercida pelos bruxos. Infelizmente, nada disso recebe o devido destaque nos filmes.

8. A ausência do funeral do diretor

Após uma batalha sangrenta na torre de Astronomia de Hogwarts, testemunhamos o último feitiço mortal de Snape contra Dumbledore. Uma cena trágica em que vemos o carismático diretor da escola desaparecer, deixando Harry completamente acabado. A diferença entre filme e livro é que no segundo são relatados não apenas os detalhes do funeral como também toda a dor que uma quantidade enorme de pessoas sente pela perda de Dumbledore. Mais detalhes que as pessoas que apenas viram o filme não entenderam.

9. A delatora da Armada de Dumbledore

Nesse caso, não falamos de algo que foi omitido, mas de uma troca que acabou provocando uma mudança de percepção sobre um dos personagens. No livro, a encarregada de delatar a Armada de Dumbledore para Dolores Umbridge é Marietta Edgecombe; no filme, esse trabalho fica nas mãos de Cho Chang. A personagem de Cho era muito querida pelo público em geral, mas com esses desdobramentos houve uma mudança de percepção a seu respeito.

10. A verdadeira história sobre o Lorde das Trevas

Sabemos que o Lorde das Trevas, também conhecido como “Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado” ou Lord Voldemort, não tem escrúpulos e é extremamente mau. Nos filmes, são revelados alguns detalhes sobre a infância de Tom Riddle, mas nada muito profundo.

Tom Riddle (Voldemort) é filho da bruxa Mérope Gaunt e do rico trouxa Tom Riddle Sr. e nunca foi uma criança amada. O pai abandonou a mãe durante a gravidez após se libertar de um feitiço de amor e ela morreu pouco tempo depois do seu nascimento. Ou seja, Tom era uma criança muito sozinha, cheia de rancores e com uma grande aversão aos trouxas.

11. Dumbledore e sua história

Outro personagem cuja história de vida passa praticamente despercebida é Dumbledore. Sabemos que Alvo é um homem brilhante, muito conhecido no mundo dos bruxos e com muitas conquistas importantes. Contudo, infelizmente os filmes não mostram como ele se transformou nesse importante homem.

Alvo tinha dois irmãos mais novos, Ariana e Aberforth, e os três viviam com os pais. Tudo muda quando Ariana é descoberta por três garotos trouxas enquanto fazia magia e é atacada gravemente, o que a deixa traumatizada permanentemente, desfecho que acaba por afetar também suas habilidades como bruxa. Seu pai decide se vingar e acaba como prisioneiro em Azkaban até o final dos seus dias. É por causa desses desdobramentos que os três irmãos e a mãe se mudam.

A mãe, Kendra, falece por causa de uma explosão causada pela magia incontrolável de Ariana. Após a morte da mãe, Alvo fica encarregado de cuidar dos irmãos mais novos. No entanto, durante uma disputa entre Alvo e Gerardo Grindelwald, Ariana é atingida e morre. Alvo e Aberforth acabam se distanciando por conta da tragédia.

12. O Príncipe Mestiço é deixado de lado

No sexto livro, descobrimos que o “Príncipe Mestiço” é o apelido que Severo Snape usava quando era aluno em Hogwarts. Infelizmente, nada disso recebe muito destaque nos filmes, o que teria ajudado muitas pessoas a entenderem mais sobre o seu comportamento.

O próprio Snape é quem adota o apelido, cuja origem está no sobrenome de sua mãe (Eileen Prince) e nas raízes do seu pai, Tobias Snape, um trouxa. Snape e sua mãe não eram muito queridos por ele; na verdade Tobias maltratava os dois. O jovem Snape cresceu em um entorno complicado e solitário, e sua vida muda quando ele conhece Lílian, mãe de Harry, antes de entrar em Hogwarts. Snape não era muito popular dentro da escola, mas era um ótimo aluno, por isso começa a usar esse sobrenome, para escrever truques de magia e poções e para inventar novos feitiços.

Que outros detalhes da história que estão nos livros você gostaria de ver nos filmes? E qual é a sua cena preferida da saga?

4-3-
736
Compartilhar este artigo