Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 Atuações em casal que deram tão certo que acabaram se repetindo em outras produções

Alguns atores acabam por se sair tão bem atuando como um casal que são convidados a atuar juntos novamente em outras produções. Por exemplo, Ryan Gosling e Emma Stone já atuaram como um casal 3 vezes nas telonas, inclusive no longa vencedor de prêmios Oscar La La Land — Cantando Estações, e Kate Winslet e Leonardo DiCaprio, que depois do sucesso em Titanic, trabalharam juntos nas gravações de Foi Apenas um Sonho. Tais atuações repetidas em casal nas telonas são o tema deste post.

Nós, do Incrível.club, adoramos ver esses casais nas telonas e sempre acreditamos de verdade em seus sentimentos um pelo outro, independentemente do gênero do filme. Ao final do post há ainda uma surpresa para os amantes do cinema soviético e não convencional. Confira!

Jennifer Connelly e Russell Crowe

Uma Mente Brilhante (2001), Noé (2014)

A primeira vez que Jennifer Connelly e Russell Crowe atuaram como um casal foi nas filmagens de Uma Mente Brilhante em 2001. Foi lá também que a atriz conheceu seu futuro esposo, o ator Paul Bettany, e eles continuam casados até hoje.

13 anos depois a dupla de atores atuou novamente como marido e mulher no longa Noé. Em uma entrevista, Connelly contou que ama trabalhar com Crowe como casal: “Ele imediatamente entra no papel e se torna um marido maravilhoso nas telonas. Mas atuar com meu marido de verdade é ainda melhor”.

Anne Hathaway e Jake Gyllenhaal

O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Amor e Outras Drogas (2010)

Jake Gyllenhaal gosta muito de trabalhar com Anny Hathaway. Durante uma entrevista o ator contou aos jornalistas que eles juntos conseguem demonstrar as diversas faces do amor nos filmes, desde romântico e familiar a amistoso.

Anny Hathaway, por sua vez, agradece a Jake por seu apoio durante as filmagens das cenas mais complexas e reveladoras do filme Amor e Outras Drogas. Ambos não estavam solteiros na época das gravações, o que pode até ter complicado um pouco para eles ter que gravar cenas tão íntimas, mas ainda assim continuaram sua amizade após as filmagens, e chegaram até a se tornar amigos muito próximos.

Rachel McAdams e Owen Wilson

Penetras Bons de Bico (2005), Meia-Noite em Paris (2011)

Rachel McAdams e Owen Wilson atuaram juntos como casal pela primeira vez na comédia Penetras Bons de Bico, que acabou recebendo muitas críticas negativas dos críticos de cinema. Por sua vez, em Meia-Noite em Paris, o diretor Woody Allen acabou tirando a sorte grande: a equipe de filmagem conseguiu encontrar um guia para os lugares mais românticos e impressionantes da charmosa capital francesa, o que já dá uma forcinha ao casal, não é?

A propósito, durante as gravações para o longa, alguns tabloides sugeriram que existia um romance entre Rachel McAdams e Owen Wilson. No entanto, a atriz acabou se apaixonando por outro colega de filme — Michael Sheen.

Rosario Dawson e Will Smith

MIB: Homens de Preto II (2002), Sete Vidas (2008)

Os atores contracenaram facilmente no filme de ficção MIB: Homens de Preto II. No entando, na gravação do drama Sete Vidas, Will Smith teve dificuldades em controlar seu nervosismo em uma cena romântica na cama com Rosario, pois não conseguia parar de pensar em sua esposa, Jada Smith. Rosario até brincou uma vez dizendo que tiveram que chamar a Jada para as gravações para que assim o Will Smith pudesse relaxar.

“Tudo isso é brincadeira, viu — disse Will Smith rindo — mas eu realmente compartilhei todos os meus nervosismos com minha esposa. E ela me disse: ’Não me envergonhe, cara, vai lá e mostre para todos o seu trabalho!’”

Diane Lane e Richard Gere

The Cotton Club (1984), Infidelidade (2002), Noites de Tormenta (2008)

Diane Lane e Richard Gere se adoram: eles pregam peças entre si durante as gravações e até fazem piadas um com o outro durante entrevistas. Por exemplo, depois da estreia do filme Noites de Tormenta, Richard Gere brincou dizendo que constantemente enviava roteiros de filmes para Diane, mas ela não queria de jeito nenhum contracenar com ele. Para a atriz, quando contracenam juntos eles conseguem passar bem mais emoções do que sozinhos.

Os atores já atuaram como casal em 3 filmes em 24 anos, e em cada um deles entregaram suas almas para dar vida a seus personagens. Em uma entrevista Diane admitiu que em todas as 3 vezes ficou fascinada por Richard, e entre eles há realmente algum tipo de química.

Jennifer Lopez e Ben Affleck

Contato de Risco (2003), Menina dos Olhos (2004)

O casal cinematográfico de Jennifer Lopez e Ben Affleck no filme Contato de Risco foi mal recebido pelos críticos e pelos espectadores, e o longa acabou recebendo 6 prêmios de destaque negativo no Framboesa de Ouro, entre eles nas categorias de Pior Filme, Pior Diretor, Pior Ator e Pior Atriz. Exatamente nesse período os atores romperam seu noivado na vida real um dia antes de seu casamento, o que foi bastante difícil para Jennifer Lopez.

Já a estreia do ano seguinte, Menina dos Olhos, teve mais sorte. No entanto, a personagem de Jennifer Lopez, que é esposa do personagem de Ben Affleck, morre praticamente nas primeiras cenas do filme. Durante o restante do longa o personagem de Ben acaba se envolvendo com outra mulher vivida pela atriz Liv Tyler. Ao que aparenta, os atores não mantiveram relações amistosas e nunca mais atuaram juntos no cinema.

Amy Adams e Christian Bale

Trapaça (2013), O Vencedor (2010) e Vice (2018)

Depois da estreia do longa Vice nas telonas, Amy Adams admitiu que só então tinha percebido que em todo filme que contracenou com Christian Bale, há uma cena em que ela grita com o ator. “Eu estou o tempo todo gritando com ele” — disse aos risos.

Todos os trabalhos em conjunto dos atores tiveram sucesso, tanto Trapaça como Vice receberam notas altas dos críticos, e pelo papel no longa O Vencedor Christian Bale ganhou um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

Julia Roberts e Clive Owen

Closer — Perto Demais (2004), Duplicidade (2009)

Durante as filmagens do complexo drama Closer — Perto Demais, Clive Owen atuou como um louco sádico que atormentava a protagonista vivida por Julia Roberts, mas isso não impediu que os atores se aproximassem um do outro e desenvolvessem um respeito mútuo.

Desde então esses renomados atores mantêm uma amizade, e ficaram tão próximos que o próprio Clive Owen insistiu na participação de Julia Roberts no filme Duplicidade e a convidou para a equipe. A propósito, o próprio papel de Clive foi arranjado pelo também ator George Clooney, que marcou um encontro entre o ator e o diretor do longa Tony Gilroy.

Reese Witherspoon e Paul Rudd

Entrega a Domicílio (1998), Como Você Sabe (2010)

Reese Witherspoon e Paul Rudd conseguiram apresentar com sucesso um amor juvenil nas telonas em 1998, e 12 anos depois se encontraram novamente nos estúdios de gravação para a comédia Como Você Sabe.

Ambos os filmes receberam críticas mistas dos críticos, mas a comédia leve encenada pelos atores é tudo que você precisa para se animar naquelas noites mais frias e solitárias de inverno.

Bônus não “hollywoodiano” 1: Irina Kupchenko e Oleg Yankovsky

An Ordinary Miracle (1978), Povorot (1978), Come Look at Me (2000)

Por muitos anos, existiram fofocas que Irina Kupchenko e Oleg Yankovsky viviam um romance secreto: os fãs acreditavam que era impossível eles serem apenas amigos por tanto tempo porque sempre atuavam como casal. No entanto, Oleg Yankovsky toda a sua vida foi casado com a atriz Lyudmila Zorina, e Irina Kupchenko em 1972 se casou com Vasily Lanovoy, com quem desde então continua casada.

O próprio Oleg Yankovsky convidou Irina Kupchenko para contracenar no filme Come Look at Me. O longa foi sua estreia como diretor e ele não duvidou nem por um segundo que ela seria a atriz ideal para o papel principal em seu filme. Oleg disse que desde as suas primeiras atuações com Irina, ela se tornou sua fiel contracenante, pois a atriz conseguia manter sua personalidade mesmo com o avanço da idade, algo que para ele muitos não conseguem fazer.

Bônus não “hollywoodiano” 2: Irina Alferova e Alexander Abdulov

Do Not Part with Your Beloved (1979), Um pressentimento de amor (1982, em tradução livre), Armadilha (2007, em tradução livre)

Irina Alferova lembra que quando encontrou com Alexander Abdulov pela primeira vez não gostou dele: era folgado, brincalhão, e meio maluco. E então Oleg Yankovsky se aproximou deles, olhou para Irina e disse a Alexander: “Ela vai ser sua esposa!”

Eles eram considerados o casal mais bonito da União Soviética. Infelizmente, o casamento dos atores foi difícil e infeliz. Eles se casaram em 1973, e em 1993, anunciaram o divórcio, mas ainda assim presentearam os espectadores com filmes incríveis. O longa Armadilha, de 2007, foi o primeiro trabalho em conjunto do ex-casal após o divórcio, e também a última vez que atuaram juntos. Um ano depois, Alexander Abdulov faleceu.

Qual casal das telonas você mais gosta? Você acha que contracenar em casal é mais difícil para os atores que têm um relacionamento? Conte para a gente na seção de comentários.