Incrível
Incrível

10 Personagens coadjuvantes que brilharam em novelas e se tornaram inesquecíveis

Alguns personagens, mesmo que secundários, são tão bem interpretados pelas atrizes e atores que se propõem a vivê-los nas telinhas, que caem nas graças do público, roubam todos os olhares e podem até mesmo marcar gerações. Seja com comportamentos, bordões ou situações engraçadas, a verdade é que amamos quando um coadjuvante vira protagonista. Por isso, hoje, reunimos alguns nomes que brilharam nas novelas brasileiras e nos fizeram ficar com os olhos coladinhos na televisão. Confira!

1. Tonho da Lua, em Mulheres de Areia (1993)

Marcos Frota foi o responsável por roubar todos os olhares com o seu inesquecível Tonho da Lua, em Mulheres de Areia (1993). A trama principal da novela retratava a rivalidade entre as irmãs gêmeas Ruth e Raquel, vividas por Gloria Pires, mas cada vez que o personagem de Marcos aparecia, não tinha para ninguém: a atenção era toda dele. O ator chegou a se emocionar lembrando do personagem e disse que a oportunidade de interpretar Tonho da Lua fez com que ele vivenciasse o amor incondicional.

2. Jamanta, em Torre de Babel (1998)

Se existe um personagem que ficou marcado pelo público, sem dúvida foi o Jamanta, interpretado por Cacá Carvalho em Torre de Babel. O personagem fez tanto sucesso que, inclusive, apareceu em Belíssima, anos depois.

O ator contou que, embora já fosse experiente no teatro, a novela foi seu primeiro trabalho na televisão e ele só aceitou porque seria uma participação especial, já que o personagem sumiria logo no início da trama. No entanto, Jamanta fez tanto sucesso que permaneceu até o último capítulo.

3. Íris, em Laços de Família (2000)

A atriz Deborah Secco foi responsável por interpretar a inconsequente Íris, em Laços de Família. Apaixonada desde a adolescência pelo primo Pedro, um homem mais velho e casado, a jovem causou muitos problemas na vida dos protagonistas, interpretados por Carolina Dieckmann e Reynaldo Gianecchini, e cada vez que aparecia na tela, era sinal de dor de cabeça.

4. Bebel, em Paraíso Tropical (2007)

Ela era coadjuvante, mas com toda a sua “catiguria”, acabou conquistando o Brasil em 2007, quando Paraíso Tropical foi ao ar. A trama, centrada na rivalidade entre Olavo e Daniel e também na história das gêmeas Paula e Taís, ficou marcada na memória devido à Camila Pitanga e sua Bebel, que rendeu boas risadas e frases inesquecíveis como a clássica: “Que boa ideia este casamento primaveril em pleno outono”.

5. Norma Gusmão, em Beleza Pura (2008)

A trama central da novela Beleza Pura (2008) girava em torno da história de Guilherme, engenheiro aeronáutico vivido por Edson Celulari, que teve um de seus principais projetos sabotados por ela: Norma Gusmão, vivida por Carolina Ferraz. Em um dos embates entre Norma e Guilherme, a vilã confessa a sabotagem e solta a frase que, futuramente, seria eternizada em memes: “Eu sou riiiiiica!”.

6. Rakelli, em Beleza Pura (2008)

A destrambelhada Rakelli, interpretada por Ísis Valverde em Beleza Pura, foi outra personagem que fez muitas pessoas rirem enquanto acompanhavam a novela. A jovem, que trabalhava como manicure no salão da mãe, sonhava em ser bailarina no hoje extinto Caldeirão do Huck. Além do figurino, marcado por mini saias e tops, a personagem escorregava no português e criava situações para lá de constrangedoras. Ísis Valverde se entregou tanto à personagem que levou vários prêmios por ela.

7. Raj, em Caminho das Índias (2009)

Rodrigo Lombardi interpretou o mocinho Raj, em Caminho das Índias (2009). Ele entrou na história para atrapalhar o romance entre Maya e Bahuan, que inaugurou a trama. No entanto, ao longo da novela, Raj caiu não só nas graças do público como também nas de Maya que, apesar de se casar devido às tradições rígidas, acaba se apaixonando pelo marido, com quem tem um final feliz.

8. Crô, em Fina Estampa (2011)

Quem não se lembra do mordomo Crô, interpretado por Marcelo Cerrado em 2011, certamente não assistiu televisão naquele ano! Cheio de frases pomposas para se referir à sua “jacaroa do Nilo”, o mordomo arrancava gostosas gargalhadas de quem acompanhava Fina Estampa. O personagem se destacou tanto que até ganhou dois filmes, Crô- O Filme em 2013 e Crô — Em Família em 2018.

9. Félix, em Amor À Vida (2013)

Se teve alguém que “causou” em Amor À Vida, esse alguém foi o complexo Félix! Interpretado por Mateus Solano, o jovem, ressentido com o pai e mimado pela mãe, transformou a vida da sua irmã, a protagonista Paloma, em um verdadeiro martírio! Logo no início da novela, o vilão já mostrou a que veio, roubando a bebê recém-nascida da irmã por acreditar que ela era uma ameaça à sua já frágil relação com o pai. No final da novela o personagem consegue se regenerar e de odiado, passa a ser amado pelo público.

10. Larissa, em Verdades Secretas (2015)

No início de sua carreira como atriz, a ex-BBB Grazi Massafera enfrentou muitas desconfianças de atores mais experientes, mas se alguém ainda tinha dúvidas sobre a sua competência, elas foram esquecidas após a atuação da loira em Verdades Secretas.

Grazi deu um verdadeiro show contando a história da modelo Larissa e impressionou pela transformação ao decorrer da trama. A atuação lhe rendeu diversos prêmios e, inclusive, a indicação ao Emmy Internacional, provando que com dedicação, estudo e entrega, até os mais desacreditados podem dar a volta por cima.

Você se lembra de algum outro personagem secundário que roubou a cena nas novelas brasileiras? Qual desses era o seu preferido? Deixe sua resposta nos comentários.

Incrível/Arte/10 Personagens coadjuvantes que brilharam em novelas e se tornaram inesquecíveis
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos