Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Filmes baseados em fatos reais nada reais

O Incrivel.club decidiu avaliar alguns filmes apresentados como 'baseados em fatos reais'. Afinal, será que essas histórias foram mesmo produzidas a partir de casos reais? Não, como mostraremos a seguir:

10. "A Bruxa de Blair", Daniel Myrick e Eduardo Sánchez (1999)

Em busca de uma boa bilheteria, os diretores Myrick e Sánchez capricharam na lenda urbana. A história, sobre três adolescentes que rodam um documentário sobre uma lenda envolvendo bruxas em Maryland, EUA. Os diretores 'enterraram' todos os atores, 'desenterraram' as fitas nas quais a história foi gravada e, por fim, fizeram uma montagem do filme. Em seguida trocaram os cartazes da história por anúncios sobre a procura dos atores. Além disso, lançaram um site no qual publicavam relatórios policiais e entrevistas no mesmo estilo dos noticiários policiais. A estratégia deu certo e o filme viralizou.

9. "Mar em Fúria", Wolfgang Petersen (2000)

O filme se apresenta ao telespectador como uma catástrofe biográfica, baseada no livro de mesmo título de Sebastian Junger. Mas os fatos dizem que a história termina no momento em que o grupo de pescadores vai para o mar. Depois disso ninguém mais os viu. Todo o resto é um misto dos pensamentos do autor com a imaginação do diretor.

8. "Os Estranhos", Bryan Bertino (2008)

O slogan do filme dizia: "Inspirado em fatos reais", mas a história era completamente fictícia. Em sua defesa, o diretor lembrou alguns fatos sobre o manipulador sedento de sangue Charles Manson e uma história de sua infância sobre três jovens que roubavam as casas no quarteirão onde moravam. Mas tudo parou por aí. Ou seja, uma história em pouco baseada em fatos reais.

7. "Isto É Spinal Tap", Rob Reiner (1984)

Essa história real foi muito mais além das câmeras. Um falso documentário sobre uma banda de rock Spinal Tap - que não existia - surpreendeu os expectadores. Mas, independentemente de a banda existir ou não, fato é que depois de algum tempo os britânicos acabaram gostando do filme e começaram a escutar as canções da The Spinal Tap, a ponto de o longa se transformar num cult.

6. "O Massacre da Serra Elétrica", Tobe Hooper (1974)

O diretor desse filme foi um dos mais atrevidos na invenção de uma história. Além de criar um roteiro fictício, ele indicou precisamente a data em que ocorreu cada um dos "fatos reais". Hooper afirmou que o filme se baseava na história de Ed Gein, um seria killer americano, mas a história não tinha nada que ver com a biografia de Gen. A história, no fim, é somente um produto da imaginação do diretor.

5. "Fargo", dos irmãos Coen (1996)

No início do filme, o espectador é avisado que a trama se baseia em fatos reais ocorridos no Estado de Minnesota (Estados Unidos) e que os nomes dos personagens foram sido trocados para proteger a identidade dos personagens reais. É óbvio que esse fato intrigou aos expectadores. Mais tarde, os diretores admitiram que tal história poderia ter acontecido na verdade mas ainda não estavam bem certos disso. Ou seja: por mais cultuados que sejam os diretores (ganhadores de vários Oscars), a história não é baseada em fatos reais.

4. "Possessão", Ole Bornedal (2012)

As tais caixas dybbuk (que são mal assombradas) existem de verdade. Mas o roteiro do filme que conta sobre uma família que comprou o objeto - que, nesse caso, continha um espírito malvado dentro - é fictício.

3. "Contatos de 4º Grau", Olatunde Osunsanmi (2009)

Outro pseudodocumentário vendido como história baseada em fatos reais. O filme é recheado de "imagens de arquivo" que ajudam a reforçar a ideia de que se trata de algo real, além de trazer algumas pseudo entrevistas. Essa história convenceu tanto os habitantes da cidade de Nome, Alasca (onde se passa a trama) que o próprio prefeito teve de assegurar as pessoas que a trama era fictícia.

2. "Bom dia, Vietnã", Barry Levinson (1987)

O drama sobre um carismático locutor de rádio que atua numa emissora americana durante a Guerra do Vietnã, como se viu depois, tem algo de real. De fato, o personagem foi inspirado no DJ Adrian Cronauer, mas ele era bem diferente do personagem real. Como o próprio Cronauer declarouposteriormente: "Essa história não tem nada que ver com a realidade, foi inventada apenas para entreter o público".

1. "Os Especialistas", Gary McKendry (2011)

O filme de ação britânico-australiano é baseada no romance "Nascidos para matar" de Ranulph Fiennes, que por sua vez afirma que tudo é a mais pura verdade. A veracidade da história narrada no livro é bem questionável, dizem os críticos. No final, o próprio Fiennes admitiu que todo o projeto era fictício.

Imagem de capa Haxan Films