Se Você Não Se Parece Com Seus Pais, Aqui Está o Porquê

Gente
há 8 meses

A genética é como um jogo de azar: há 30 mil genes nos 46 cromossomos que você carrega, e é a combinação deles que determina como será a sua aparência. Mas todos esses genes vêm da sua árvore genealógica. Então, se você tem cabelos loiros, olhos azuis e é um ótimo cantor, e seus pais têm cabelos escuros, olhos castanhos e são mega desafinados, algum de seus ancestrais deve ter tido suas características também.

Enfim — você herda 23 cromossomos de cada um de seus pais, e depois eles começam a interagir. Pense nisso como uma competição esportiva: o time que ganhar é que determinará os traços que a criança terá. Alguns “jogadores” de uma equipe são mais fortes do que seus oponentes — eles são chamados de genes dominantes. Os do time adversário são chamados de recessivos.
Por exemplo: se uma mãe tem olhos cor de mel que foram herdados por cada membro da família dela, o gene responsável pela cor dos olhos é dominante. Isso quer dizer que os filhos dela certamente terão olhos da mesma cor. Mas como em qualquer jogo, os dois times têm a chance de ganhar. Então, se o pai dessa mesma criança tiver cabelos loiros, e isso tiver sido passado por diversas gerações, esse traço provavelmente será transmitido para o filho.

A partida continua assim, até que um dos lados ganha — e é dessa maneira que os filhos acabam parecendo mais com a mãe ou com o pai. Mas as regras do jogo não são simples assim. Como tanto a mãe quanto o pai também são produtos de tal partida, os genes deles geralmente recebem uma ajuda dos genes dos pais e até dos avós enquanto estão competindo uns contra os outros. É por isso que alguns traços pulam uma geração ou duas: se não apareceram no filho, não significa que não estarão presentes nos netos.
A calvície é um exemplo disso. Suponhamos que os homens da sua linhagem costumam ficar carecas quando viram quarentões, mas uma geração sim, outra não. Então, se o seu pai, apesar de ter mais de 50 anos, ainda não perdeu os cabelos, e seu avô não tem um único fio de cabelo na cabeça, significa que você certamente será como seu avô. A menos que nasça mulher, claro — aí, será muita sorte!

Mas alguns genes trapaceiam: eles são sempre os mais fortes. O dos cabelos cacheados e o que faz alguém ser destro são bons exemplos. Mesmo se você for o único membro da sua árvore genealógica com olhos castanhos e cabelos cacheados, há uma grande chance de que passará esses traços adiante. Principalmente se o seu parceiro ou parceira tiver olhos azuis e cabelos lisos — esses traços geralmente são mais fracos.

Mesmo se os dois pais tiverem pele, tipo físico e cor de olhos e cabelos parecidos, e mais coisas em comum, os filhos ainda podem ser diferentes. Há casos conhecidos em que pais de pele e cabelos escuros tiveram filhos ruivos com pele clara, e vice-versa. Lembre-se: há um total de 30 mil genes, e as combinações são praticamente infinitas.

Algumas dessas combinações podem ser previstas com certa margem de acerto. Além da cor dos olhos e dos cabelos, a altura é um ótimo exemplo: se os dois pais são altos, o filho deles certamente herdará essa altura ou ficará ainda mais alto. Se houver uma diferença, é bem provável que o filho terá uma altura mediana.

Os cabelos e olhos também costumam ficar mais claros ou mais escuros com o tempo, mas isso não tem nada a ver com a genética. Quem nasce com olhos escuros e cabelos muito claros pode ter olhos cor de mel e cabelos castanho-claros na fase adulta. A culpa é da melanina — um pigmento responsável pela cor da sua pele, cabelos e olhos.
A produção de melanina é mais ativa na infância, e diminui à medida que você cresce. Isso significa que o tom da sua pele pode até mudar com a idade! Mesmo assim, olhos castanhos jamais ficarão azuis, e cabelos loiros nunca ficarão escuros — tal mudança seria grande demais.

Existe também uma forma de prever a cor dos olhos. Por exemplo: se os do pai e da mãe forem da mesma cor, é bem provável que será a do filho, também. Mas no caso de castanhos e verdes, essa probabilidade é menor: cerca de 75%. Com pai e mãe de olhos azuis, há 99% de chance de que os do filho não sejam escuros.
Se um dos pais tiver olhos castanhos, pretos ou cor de mel, e os do outro forem verdes, cinzentos ou azuis, é quase como jogar cara ou coroa, com uma pequena vantagem para os mais escuros. Um casal no qual um tem olhos verdes e o outro azuis, há 50% de chance de uma dessas cores para os da criança. E não podemos nos esquecer de outros fatores, como etnia e até a nutrição.

Se os seus pais não são altos, mas você é mais alto que os dois, pode ser porque se alimentou melhor durante a fase de crescimento, ou porque praticou algum esporte. A maioria dos jogadores de basquete e de vôlei é muito mais alta do que a média em razão dos treinos. Algumas comunidades também costumam ter traços parecidos entre seus membros. Pode ser qualquer coisa: a altura, o tipo físico ou até mesmo o tipo de pele.

É comum também que casais de diferentes grupos étnicos tenham filhos com traços mistos. Os descendentes pegam os melhores genes, e podem até ter uma cor de pele diferente da de seus pais.

Agora vamos fazer um joguinho e tentar descobrir como serão seus futuros filhos com base na sua genética. Pegue papel e caneta para anotar seus traços e os do seu parceiro ou parceira, e confira os resultados no final!
Aviso: esta simulação é apenas um jogo, então não a leve tão a sério! Vamos lá!

Pergunta 1: Que cor de olhos você e seu parceiro têm?

a) Preto, castanho ou cor de mel.
b) Azul ou cinza.
c) Verde.

Pergunta 2: Que cor de cabelo você e seu parceiro tem?

a) Castanho-claro ou escuro.
b) Loiro.
c) Ruivo.

Pergunta 3: Qual é a textura do cabelo (seu e do seu parceiro)?

a) Cacheado.
b) Liso.
c) Ondulado.

Pergunta 4: Qual é a diferença de altura entre você e seu parceiro?

a) Temos a mesma (ou quase a mesma) altura
b) Um de nós é mais alto do que o outro

Pergunta 5: Que tom de pele você e seu parceiro têm?

a) Escuro.
b) Claro.

Pergunta 6: Algum de vocês é canhoto?

a) Não
b) Sim — nós dois somos, ou um de nós é

Pergunta 7: Algum de vocês dois tem queixo fendido?

a) Sim, um de nós, ou nós dois
b) Não

Ok, agora vamos às respostas! Primeiro, verifique quantas respostas A vocês marcaram. Mesmo se for apenas um de vocês que tem esse traço, ele certamente será herdado por seus futuros filhos. Todas as respostas “A” desse teste são traços dominantes, então se for você que os tiver, seu filho será a sua cópia!
Se tiver anotado mais respostas Bes ou Ces, e seu parceiro é que for geneticamente dominante, não fique triste — você ainda tem chance de passar suas características adiante. Nenhuma combinação de gene é garantida! Se os dois tiverem mais As, será uma mistura perfeitamente harmônica: um casal com olhos castanhos, destros, com cabelos escuros e cacheados, tom de pele escuro e queixo fendido tem grande chance de fazer uma cópia perfeita de si mesmo quando tiver filho!
O mesmo acontece quando vocês dois marcaram Bes ou Ces na folha de respostas — como nenhum desses traços é dominante, vocês provavelmente terão filhos que se parecem com os dois.

Agora, se quiser uma simulação inda mais precisa, é só dar uma olhadinha em seus álbuns de família. Anote todos os traços dos seus parentes, até de tias, tios e primos.
A tia Joana tem olhos cinzentos, mesmo quando todo mundo tem olhos castanhos? O Vovô Zé tem furinhos no queixo? Seu tio-avô era ruivo? Qualquer um desses traços tem chance de aparecer no seu futuro filho. É só esperar pra ver!

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados