Rick Chesther: O brasileiro que vendia água mineral em Copacabana e acabou indo dar palestra em Harvard

Histórias
há 11 meses

Autor do livro “Pega a visão”, o carioca Rick Chesther da Silva era, até pouco tempo, um vendedor ambulante de água mineral na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Hoje, ele roda o Brasil (e o mundo) dando palestras incríveis sobre empreendedorismo e motivação.

Nós do Incrivel.club contamos um pouco da história desse brasileiro genial e trazemos alguns conselhos práticos para a sua vida.

A história de Rick é semelhante à de muitas outras pessoas que vemos por aí todos os dias em nosso país: um garoto nascido em um lugar simples, oriundo de uma família humilde, sem muitas oportunidades na vida. Porém, como ele mesmo costuma dizer, a grande diferença foi a sua história.

A jornada de Rick, mesmo contando com tantas dificuldades, foi justamente o que fez com que ele nunca desistisse de vencer na vida.

Aos 6 anos de idade, sua mãe sofreu um derrame. Tal fato marcou muito a sua vida. Ele se lembra que o médico chamou sua família e avisou que talvez não haveria possibilidade salvação para ela naquele momento. “Aos 6 anos, entendi que eu tinha de estar pronto”, afirma Rick.

Filho de um pai empreendedor, trabalhava vendendo pequenos itens e afirma que nunca perdeu a vontade de vencer.

Rick conta que, em um determinado momento, precisou escolher entre estudar e trabalhar, pois os horários eram conflitantes. Optou por trabalhar, mas nunca parou de ler e de se informar. “Eu lia 3 livros por semana. Comia livro... isso me ajudou muito.”

Um fato marcante na vida de Rick foi a influência do pai no sentido de mostrar a importância do trabalho. Ainda na época em que a mãe sofreu o derrame, ele teve de ’trabalhar por conta’, fazendo todo tipo de bico pelo país afora para sustentar a família.

“Meu pai foi ‘se virar’ Brasil afora trabalhando. Não importava se a gente morava em Minas e havia uma obra em São Paulo. Ele se cadastrava e ia até lá. Ele sempre me ensinou isso. As coisas vão acontecer se você acontecer. E eu cresci nesse ambiente. Aos 8 anos de idade eu decidi fazer uma horta na minha casa e vender os meus produtos. E comecei a vender, aos 8 anos de idade, verduras em um carrinho de mão. E assim eu fiz a minha vida toda. E foi apenas em 2017 que eu fui vender água na praia”.

No dia 28 de março, gravou um pequeno vídeo para o Instagram, que chamou de Minuto do Empreendedorismo! Foi um sucesso instantâneo. “Fui dormir com 800 seguidores e acordei com mais de 8 mil”, contou.

O seu vídeo viralizou nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Nesse vídeo ele ensina como ganhar dinheiro e sair da ’crise’, mesmo com apenas 10 reais emprestados.

Rick afirma nunca ter acreditado verdadeiramente na ’crise’. Na opinião dele, muita gente pensa apenas no resultado de curto prazo. E acaba associando o sucesso apenas à ideia de ganhar muito dinheiro.

“Sucesso é não se vitimizar diante das situações. Nascer em uma condição desfavorável pode ser consequência de um erro de alguém que veio antes de você. Mas morrer nessa mesma condição é escolha sua!”

“As pessoas veem um Rick ‘pós vídeo da água’, mas não veem o que eu passei e aprendi em toda a minha vida. A maior crise não está no Brasil. Está dentro das pessoas! Precisamos melhorar como pessoas para que as coisas comecem a melhorar ao nosso entorno”, afirma.

Em suas redes sociais, Rick conta as histórias de outras pessoas que, como ele, jamais desistem de lutar. Histórias de sucesso (e não confunda sucesso com riqueza absoluta) de gente simples que renovam a fé em um Brasil melhor.

Jamais se esquecer de onde veio e do quanto lutou e não se deslumbrar com a visibilidade que se tem são princípios de vida desse carioca de 32 anos.

Justamente por isso ele jamais se desfaz de sua caixinha de isopor. Rick segue a vida tendo a consciência de que, se tudo der errado, sempre saberá para onde voltar e fazer dar certo novamente!

Um dia chamei para vender água um colega tecnólogo que acabara de perder o emprego. Ele sorriu com um ar de insulto e soberba e me respondeu dizendo: — Rick eu não passei 2 anos fazendo um curso técnico para hoje ir vender água. Isso é subemprego e eu não vou me rebaixar a esse ponto. . . Naquele instante eu apenas conversei com Deus e disse: — Perdoe-o Senhor, ele não sabe o que diz.

“Se vender água na praia não ’for para você’ então a crise não está no País... está em você!”, afirmou.

Diante de tanto sucesso, em agosto Rick foi convidado para participar de um evento internacional sobre empreendedorismo na prestigiadíssima Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Num vídeo emocionante, ele contou a novidade: “o neguinho que vendia água em Copacabana vai palestrar em Harvard. Eu tô contando pra vocês porque vocês precisam acreditar no sonho de vocês”.

E aí? O que você achou da história de Rick Chesther? Já havia ouvido falar sobre ele?

Você conhece ou é alguém empreendedor como ele?

Comente conosco e nos mande as suas fotos nos comentários.

Imagem de capa Rick Chesther da Silva

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados