O pet day e como estes peludos estão mudando a rotina nas empresas

Gente
há 11 meses

De acordo com uma pesquisa da Faculdade de Veterinária da USP, cerca de 45% dos domicílios têm pelo menos um cão e pouco mais de 17% tem um gato. Entre os não têm nenhum animal de estimação, 100% dizem ter vontade, mas apontam falta de espaço ou de condições financeiras. Esse estudo mostra que todos amam pets e, nessa onda, algumas empresas têm se preocupado em proporcionar aos seus funcionários o que chamam de “Pet Day”, ou o dia de levar seu bichinho de estimação para passar um dia no seu trabalho.

No Incrivel. club você vai conhecer como funciona o Pet Day e como ele ajuda na interação dos colegas de trabalho e na redução do estresse.

Como a pesquisa mostrou, as pessoas amam os bichinhos de estimação e, diante dessa tendência, as empresas têm pensado em como agradar ou estimular as pessoas no ambiente de trabalho. Alguns empregadores já aderiram ao “Dia da roupa informal”, ao “Dia de levar os filhos ao trabalho” e a onda da vez é levar seus “filhos peludos” para conhecer o seu local de trabalho.

A empresa MSD Saúde Animal, que trabalha no ramo farmacêutico veterinário, por exemplo, já pratica essa brincadeira há mais de 2 anos. A empresa vende medicamentos para animais e o RH resolveu criar esse dia especial, no qual os empregados donos de pet cadastram antecipadamente através de e-mails os seus convidados, para que o dia seja só de diversão e alegria.

Apesar de não ser tão comum no Brasil levar os pets todos os dias, muitos empresários são acompanhados diariamente por seus animais de estimação e eles acabam virando uma mascote da empresa. É o que faz a proprietária da Marmoraria Heitália no Rio de Janeiro, que leva seu border collie Louis quase todos os dias e ele virou sensação no local de trabalho.

Em outros países é bastante comum não só o Pet Day, mas também existem as empresas nas quais os funcionários podem levar seus pets para o trabalho diariamente. O Google foi uma das que aderiram ao clima ’dog-friendly’. Para isso, tem uma extensa lista de regras de etiqueta para os tutores seguirem, para que assim possa correr tudo bem com relação à convivência entre os pets, seus donos e outros funcionários.

Os benefícios de possuir um pet já são comprovados em hospitais e asilos por todo o mundo, e nas empresas não é diferente. Estudos mostram que a companhia de um animal pode ajudar a reduzir o estresse no ambiente de trabalho e aumentar a produtividade do funcionário.

E aí? Gostou da ideia? No seu trabalho essa iniciativa já existe ou você gostaria que existisse? Qual pet você tem ou gostaria de ter? Conte tudo pra gente ???

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados