Mãe causa polêmica ao dizer que não deixaria sua filha com homens e manda mensagem poderosa

há 7 meses

Uma mulher, mãe de dois, expressou sua visão controversa no TikTok, provocando uma discussão na internet ao afirmar que não permitiria que sua filha ficasse sozinha com um parente masculino. Em um vídeo de arrume-se comigo, Aubrey revelou as abordagens “controversa” que está utilizando para educar sua filha, chegando ao ponto de privá-la de passar a noite na casa das coleguinhas.

“Sem festa do pijama, nem com familiares. E ela nunca vai ficar sozinha com um homem. Não me importa se você é o avô, o tio ou o primo”

A mãe jovem também afirmou que não fará distinção no tratamento entre sua filha e, se caso, tivesse um filho homem. “Por exemplo, deixar meu filho sair até tarde, mas não minha filha, porque é muito perigoso para uma mulher — vou apenas tratar os dois da mesma forma”, contou.

Aubrey também afirmou que seus filhos nunca terão a capacidade de ocultar qualquer segredo dela e do seu esposo. “Segredos não serão escondidos de seus pais. E se você é uma daquelas pessoas que agora diz ’Vou te dar doces quando sua mãe não estiver aqui, só não conte a ela’, essa é a maneira mais rápida de nunca mais nos ver de novo”, desabafou.

Ela também tem planos de fazer com que a sua filha estude em casa e para priorizar o bem-estar na utilização de métodos alternativos para cuidar da saúde antes de recorrer à medicina. “Não vamos criá-la em um sistema de escola pública que faz você ficar sentado em uma carteira por oito horas e não aprender nada que realmente lhe interessa”.

“Estou ensinando-a a se defender, estabelecer limites e dizer não”

No entanto, as opiniões ficaram divididas nos comentários do seu vídeo. Alguns argumentaram que ela estava privando a filha de lembranças preciosas da infância ao não permitir que ela participasse de festas do pijama.

“Ela nunca terá permissão para dormir na casa das amigas? Sem julgamento. Essas foram algumas das minhas melhores lembranças de infância”, disse um seguidor

Continuando a linha de comentários, outro usuário falou: “Se você conhece os pais e a criança, não vejo mal nenhum na festa do pijama, honestamente, são algumas das minhas melhores lembranças”. Por outro lado, alguns louvaram a mãe jovem por priorizar o bem-estar da filha. “Eu costumava ficar muito bravo com minha mãe por não me deixar ir para a festa do pijama. Mas agora que sou mãe, eu entendo”. “Eu costumava ser forçado a deixar familiares e amigos do sexo masculino me darem beijos, abraços e sentarem no colo quando criança.”, disseram dois internautas.

Ter filhos, por si só, já é uma tarefa desafiadora, então protegê-los é ainda mais importante e, não, isso não torna alguém como mãe ou pai “coruja” como vemos por aí. Já imaginou se todos compartilhassem essas opiniões “polêmicas” tal como Aubrey?

Comentários

Receber notificações

Certíssima, macho não tem que ficar beijando ou alisando crianças. A maioria das crianças que são abusadas são negligenciadas pelos pais. Festa do pijama é irrelevante perto do que pode acontecer com uma criança perto de um predador. Aplausos para essa mãe, eu também não correria esse risco.

2
-
Resposta
há 6 meses
Ooopa. Nós nem queríamos apagar o comentário... mas simplesmente aconteceu.

Artigos relacionados