Esta garota salva a vidas de animais e também luta contra as críticas

Gente
há 4 anos

Há algum tempo, uma jovem chamada Anastasia Marzipan publicava matérias sobre alta costura nas revistas L’Ófficiel Cosmopolitan. Ela conhecia de cor todas as coleções de designers e sonhava em se tornar Carrie Bradshaw, da série Sex and the City. Hoje, a garota administra um abrigo chamado “Sight” (“Visão”, em tradução livre), no qual vivem mais de 50 gatos e 5 cães. Além disso, montou sua própria oficina, para garantir que as necessidades dos animais sejam atendidas.

Incrível.club quer compartilhar com você a história desta garota corajosa, que luta diariamente pela vida de seus protegidos e quase sempre tem sucesso em sua ocupação, mesmo quando ninguém acredita nela.

Anastasia nasceu e foi criada na capital da Rússia, Moscou. Desde sua infância, sonhava em se tornar jornalista. Enquanto seus colegas solucionavam as tarefas de álgebra, ela corria para os cursos de estúdio de televisão, usando salto alto e sem deixar suas revistas. Depois de terminar a escola, precisou se mudar com a mãe para outra cidade, mas não abandonou seu sonho.

Graças ao seu enorme desejo de escrever, seu talento e perseverança, em 2012 Anastasia segurou em suas mãos uma cópia da L’Ófficiel com uma de suas matérias e uma nota afirmando que ela era a autora mais jovem que já havia escrito para a revista. Foi assim que começou seu romance com o jornalismo. E, a partir de então, mesas e prateleiras mal seguravam o peso das revistas impressas. Seu sonho se tornara realidade.

Mas na vida de Anastasia havia outra paixão: ela sempre ajudava animais de rua, doava dinheiro para instituições de caridade, participava de organizações em defesa dos animais, levava cães e gatos temporariamente para casa para que pudessem encontrar um lar e, às vezes, ficava com eles. O auxílio e a vontade de mudar a realidade desses animais aumentavam cada vez mais até que, em dado momento, praticamente 70% da renda da garota era usada para ajudar os bichos.

Quanto mais eles se alojavam em sua casa, mais claro ficava para Anastasia entender que sua ajuda não estava sendo suficiente para garantir a comida, o tratamento médico e a proteção deles. Um pouco depois, ela conseguiu outro emprego em uma agência de modelos. Infelizmente, alguns episódios fizeram com que a garota se decepcionasse mais uma vez com as pessoas, o que a levou
a pedir demissão.

Durante este mesmo período, ela passou a ter menos renda com a publicação de suas matérias. O dinheiro para o auxílio dos animais estava acabando. Anastasia começou a sentir-se triste, pensou em desistir, mas, como ela mesma disse, seus peludos a ajudaram a lidar com tudo: quando você tem dezenas de vidas em suas mãos, não há tempo para lamentar sua própria vida.

Em parceria com seu noivo, Anastasia fundou a Marzipan Staff, uma oficina na qual são feitos fundos de madeira com suas próprias mãos para tirar fotografias, além de produzir bases para bolos, bandejas e até móveis. Agora, seu negócio está se desenvolvendo ativamente e uma grande parte da receita é gasta na proteção, auxílio e tratamento dos animais. A casa da família tornou-se o refúgio “Sight” e o número de hóspedes cresce tão rápido que seus responsáveis não conseguem atualizar as informações em seu perfil.

Atualmente, vivem 54 gatos e 5 cães no “Sight”. A grande maioria passou por fortes traumas. Por exemplo, um cão com ferimentos na cabeça, um gato com estilhaços de bala na espinha, outros cegos ou com apenas um olho... Por esses motivos, é praticamente impossível encontrar alguém que queira adotá-los, mas eles querem ser amados.

Todos os dias, Anastasia, sua mãe e seu noivo lutam pela vida desses animais de estimação como podem, realizando tarefas como levar ao veterinário, aplicar injeções, colocar cateteres intravenosos, esvaziar suas bexigas, lavar as feridas e cuidar dos doentes. Filhotes de gatos e gatinhas grávidas são deixados em sua porta e também há, frequentemente, mensagens sobre animais em mau estado que precisam ser resgatados.

Todos os meses, os cães precisam de 28 quilos de ração e 30 quilos de barriga de boi. Já os gatos necessitam de mais de 100 quilos de ração. Além disso, é preciso comprar remédios e vitaminas e pagar visitas ao veterinário e operações. O abrigo aceita doações, faz eventos de caridade e realiza acordos com lojas e diversas empresas, para que possa angariar fundos.

Muitas pessoas ajudam o “Sight”, mas ainda existem aqueles que conseguem criticar o trabalho da organização. A fundadora do abrigo, que ainda gosta de escrever, fala muito sobre a vida do local, e lista as “acusações” mais frequentes que eles ouvem:

  • “Seria melhor ajudar as crianças e não os animais” — Cada pessoa tem o direito de escolher quem ajudar e os animais têm o direito de viver e ser felizes.
  • “Eles pedem dinheiro para o abrigo e gastam com coisas pessoais” — As arrecadações ainda não cobrem as necessidades do abrigo, e a maioria das despesas é coberta apenas por Anastasia e seu noivo.
  • “Seria melhor que eles fossem sacrificados e não torturados” — Em resposta, Anastasia publicou um vídeo dos animais felizes e brincando, aqueles que, de acordo com a opinião de muitos, deveriam ser sacrificados porque seria “mais humano”.
  • “Vocês levam os animais de propósito, para arrecadar mais dinheiro” — Muitas pessoas, por alguma razão, acreditam que levantar dinheiro é uma tarefa muito legal. Entretanto, essa é uma das coisas mais desagradáveis, para a qual ter sucesso é preciso deixar o orgulho de lado.
  • “Como o seu noivo tolera isso?” — Stephen também ama animais e gosta de passar seu tempo como Anastasia, ajudando-os.

Mas qualquer comentário negativo é esquecido quando se trata de coisas boas. Alguns dos animais têm um dono virtual, outros são adotados por novas famílias. A principal tarefa do “Sight” é cuidar dos bichos até que estejam totalmente recuperados e dar uma atenção especial aos que estão mais machucados. Anastasia se acostumou a lutar até o fim: se ela escuta o veterinário dizer “há poucas possibilidades”, isso em sua cabeça significa “há uma oportunidade”.

Ela mostrou diversas vezes que a teimosia tem suas recompensas:

  • A cadelinha “Hillary”, que teve o crânio quebrado, agora vive uma vida plena.
  • O gatinho “Geleia”, com fragmentos de balas na coluna, aprendeu a se mexer e vai sozinho para a caixa de areia, brincar com as pessoas.
  • O cachorro “Príncipe”, que não conseguia andar, superou uma placa neural e agora corre
    com segurança.
  • A gatinha “Melancia”, que chegou ao abrigo com os olhos machucados e uma gravidez interrompida, agora está saudável e encontrou uma nova família.

É claro que, infelizmente, há momentos em que eles não conseguem salvar algum animalzinho. Quando convivemos com um grande número deles, é preciso estar pronto para a morte, devido à doença ou velhice. Passar por isso uma vez, de novo e de novo, não faz com que ninguém se acostume. E a única cura é um amor sincero e a felicidade dos animais que estão vivos, que lutaram por sua vida junto com os outros do abrigo e conseguiram vencer.

A luta pela vida dos animais não apenas mudou suas vidas, como também a da garota. Isto foi o que Anastasia disse sobre essa mudança:

“Os animais abriram meus olhos para um novo mundo. As pessoas precisam entender que eu não me sinto bem comigo mesma: sou preguiçosa, sensível e me canso rapidamente, mas quando se trata de animais... eu tenho força por eles. Quando vemos um animal sofrendo, sentimos que nossa força humana pode salvar uma vida”.

E você, o que acha sobre a proteção dos animais? Acredita que mudaria sua vida para cuidar deles? Comente abaixo!

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados