“As pessoas só me veem como uma aberração”, diz homem que luta para achar um emprego fora do circo

Gente
há 10 meses

Jesús Aceves tem hipertricose, que faz seus pelos crescerem abundantemente no rosto e nas costas. Devido à sua condição, também é conhecido como “O Homem Lobo”. No entanto, ele está cansado desse apelido e pretende levar uma vida normal.

Conheça Jesús Aceves, de 55 anos, nascido com uma doença chamada hipertricose, ou seja, ele tem um crescimento anormal de pelos no corpo, especialmente no rosto. Casado e com filhos, Jesús não está totalmente satisfeito com suas condições de vida e afirma que ele e sua família sofrem discriminação. Em uma entrevista, um de seus filhos mencionou: “As pessoas me xingam e até recomendam aos filhos para não fazerem amizade comigo”.

Ele trabalhou no circo sua vida toda, viajando por várias cidades. Todavia, está cansado de ser visto como uma aberração. A consequência dos anos na estrada foi ter ficado conhecido como “O Homem Lobo”.

De volta para casa e não mais no circo, ele enfrenta outro desafio: encontrar um trabalho “normal”. Jesús precisa sustentar sua família, pois sua esposa trabalha em empregos temporários.

Após várias entrevistas de emprego fracassadas, concordou em tentar algo que sempre evitou: fazer a barba. Então, confiou no barbeiro da família para transformá-lo, e o profissional inclusive modelou suas sobrancelhas e seus cílios.

A experiência foi difícil, pois o rosto é uma área extremamente sensível do corpo, mas tanto ele quanto sua esposa acreditavam que o simples fato de se barbear lhe possibilitaria encontrar um emprego.

Jesús concedeu diversas entrevistas e está confiante de que agora encontrará um lugar para trabalhar que não seja o circo. Se isso acontecer, deverá fazer a barba a cada dois dias.

Embora raras, algumas doenças não são impossíveis de se ter. Felizmente, as pessoas encontram uma maneira de superar as dificuldades impostas por uma condição rara e se esforçam para levar uma vida o mais normal possível. Conheça a história do britânico Jono Lancaster, de 37 anos, com síndrome de Treacher Collins, doença genética caracterizada por más formações na cabeça e no rosto. Separamos também o caso de Nick Vujicic, 39 anos, famoso palestrante motivacional de origem sérvia com síndrome de Tetra-amelia, cujos portadores nascem sem braços ou pernas. São pessoas inspiradoras. Não deixe de conferir!

Imagem de capa A True Story / Youtube

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados