9 Empregos que Estão Seguros em um Mundo de IA

Curiosidades
há 8 meses

tecnologia continua evoluindo em um ritmo impressionante. A cada dia, estamos mais próximos de viver em um mundo que se assemelha ao antigo e visionário seriado animado “Os Jetsons”. Ainda não temos carros voadores, mas o desenho acertou em muitas coisas, desde robôs aspiradores de pó até impressoras 3D. Em “Os Jetsons” também foi abordado o tema do papel da Inteligência Artificial em nossa vida cotidiana. Por exemplo, em um episódio, um dos personagens principais perde o emprego para um robô... Com o crescimento da IA esse é um cenário altamente provável, certo? No entanto, talvez você fique aliviado ao saber que alguns postos de trabalho provavelmente estarão sempre a salvo disso. Então, vamos dar uma olhada em quais são essas profissões. Só um aviso antes de começarmos: talvez você queira mudar sua ocupação até o final...

A primeira profissão em nossa lista é a de serviços sociais. Ao longo de suas carreiras, os assistentes sociais lidam com várias situações complicadas, como apoio a crianças ou famílias com conflitos domésticos. Para tratar de assuntos tão delicados, precisam levar em conta muitos aspectos, como relacionamentos na família e antecedentes culturais. Também devem elaborar planos personalizados para atender às necessidades individuais. Isso exige pensamento crítico e adaptabilidade. Embora a IA possa ajudá-los a coletar informações e tomar decisões, o algoritmo nunca poderá entender completamente que as questões em jogo não são totalmente pretas ou brancas.

Além disso, os assistentes sociais precisam enfrentar dilemas éticos e fazer julgamentos morais. Entretanto, como a IA é programada com base em regras predeterminadas, ela não pode reproduzir as complexas habilidades de tomada de decisão de uma pessoa. Por fim, as pessoas que trabalham com assistentes sociais geralmente preferem alguém reconfortante e empático por natureza. E nenhum chatbot pode proporcionar a conexão emocional gerada por um ser humano.

Semelhante aos serviços sociais, a psicologia é outro campo que provavelmente não será substituído pela IA. As emoções humanas são complexas, pessoais e baseadas em situações. Veja a felicidade, por exemplo. Uma pessoa pode estar muito feliz e animada para entrar em um avião e viajar, enquanto a outra pode ficar aterrorizada com a viagem que tem pela frente. Portanto, não há certo ou errado quando se trata do que ou quando sentir. No entanto, apesar desses fatores subjetivos, os psicólogos ajudam toda e qualquer pessoa que precise de sua ajuda a ter uma visão de seus pensamentos e comportamentos. Eles desempenham um papel fundamental na facilitação do crescimento pessoal e da cura. A IA pode fornecer subsídios orientados por dados sobre os problemas que um cliente pode estar enfrentando, mas não é capaz de se igualar à profunda compreensão das emoções, pensamentos e ações humanas que os psicólogos trazem para sua prática.

Outro ponto é que os psicólogos precisam proporcionar um ambiente seguro e sem julgamentos para que seus pacientes estabeleçam confiança. Isso permitirá que eles compartilhem seus pensamentos, sentimentos e experiências de forma mais confortável. No entanto, um sistema de IA não será capaz de reproduzir de fato o mesmo nível de atmosfera empática, compassiva e sincera. Quem gostaria que o ChatGPT conhecesse seus medos mais profundos? Eu não...

Tudo o que mencionei até agora também se aplica ao setor de saúde e à fisioterapia. O de saúde já usa algumas ferramentas baseadas em IA para diagnosticar e prescrever remédios. Entretanto, essas tecnologias não são avançadas o suficiente para substituir totalmente os profissionais da área. Há vários motivos para isso. Em primeiro lugar, eles devem ter um alto nível de habilidades interpessoais para abordar os pacientes da maneira correta. A IA não conseguirá tratar das preocupações deles e nem fornecer o apoio emocional que pode ser necessário. Em segundo lugar, o corpo humano é complexo. Qualquer diagnóstico precisa levar em consideração uma série de fatores, como o histórico médico ou o comportamento do paciente. Isso requer um certo nível de intuição e experiência por parte dos profissionais, o que é difícil de reproduzir com a IA.

Dizem que o magistério é uma profissão nobre por algum motivo! Hoje em dia, muitas pessoas recorrem à Internet para obter informações ou fazer aulas on-line para aprender novas habilidades. Mas isso não significa que os professores serão substituídos pela IA, porque ensinar não é simplesmente fornecer as informações necessárias aos estudantes. Cada um pode ter estilos de aprendizagem diferentes. Por exemplo, um pode aprender melhor com exemplos visuais, enquanto outro talvez compreenda de forma mais satisfatória as informações fazendo experimentos práticos. Isso exige que os professores sejam capazes de entender as necessidades de cada aluno e de ajustar seus métodos de ensino de acordo com elas.

Mas não só! Quantas vezes você caiu e machucou o joelho enquanto corria no pátio da escola? Foi seu professor que enxugou suas lágrimas e o ajudou, certo? E quantas vezes você pensou que não tinha o que era preciso para pular o obstáculo alto na aula de educação física? Provavelmente você não acreditava em si mesmo, mas seu professor sim! Portanto, os profissionais de ensino oferecem apoio emocional, incentivo e inspiração. Também criam um ambiente de aprendizado seguro e solidário. Nenhuma IA pode fornecer isso. Pelo menos até agora...

Vamos! Admita! Você tem pelo menos um programa de drama de tribunal favorito! Cara, eles são populares por um motivo! É muito gratificante ver advogados elegantes em ternos caros encontrarem brechas no sistema, gritarem “OBJEÇÃO” e fazerem justiça! Portanto, embora a IA já tenha sido usada para algumas tarefas jurídicas, talvez você fique aliviado ao saber que os advogados não serão substituídos por ela tão cedo.

Um dos motivos mais importantes pelos quais eles não perderão seus assentos nos tribunais para um robô é que as profissões jurídicas exigem um alto nível de pensamento crítico e criatividade. Os profissionais da lei analisam questões complexas e dão seu parecer com base em uma série de fatores que incluem considerações morais e precedentes. E, no tribunal, somente os advogados podem apresentar argumentos persuasivos e detalhados, pois conseguem entender e lidar melhor com os problemas humanos. A IA não é capaz de substituir esse pensamento diferenciado e essas habilidades de tomada de decisão.

Artistas, músicos e todos os tipos de trabalhos criativos lidam com originalidade, imaginação e a capacidade de pensar fora da caixa. Os profissionais criativos devem ter uma compreensão profunda das emoções humanas, bem como da cultura. Também não podem ter medo de mergulhar fundo em seus pensamentos. Essa é a única maneira de um músico criar obras significativas que serão transmitidas por milhões de pessoas, ou de um cineasta fazer um filme que evoque emoções poderosas.

Por outro lado, a IA opera com dados e padrões existentes. É por isso que o aspecto imaginativo do trabalho criativo seria difícil de ser replicado por ela. Os sistemas de Inteligência não têm a capacidade de sentir emoções e apreciar a estética e a arte da mesma forma que um ser humano. Portanto, não podem produzir algo significativo e relevante. Mais uma vez, a IA pode, sem dúvida, ajudar os profissionais criativos em determinadas tarefas, como gerar ideias ou analisar dados.

Bem, isso é meio óbvio, se você quer saber... Os modelos de IA não apareceram de repente, do nada. Eles são o resultado do trabalho de muitos engenheiros de software “naturalmente inteligentes” — entenda-se. Ou, em outras palavras, são modelos que também têm pais! Não há garantia de que qualquer programa será executado sem problemas. Seria errado supor tal coisa. Os engenheiros de software garantem que esses erros sejam corrigidos e que o software seja atualizado de acordo com as necessidades. Portanto, esses “pais” são fundamentais para executar os modelos criados. Acho que nenhuma ocupação pode ser mais à prova de IA do que essa!

Você já deve ter ouvido falar sobre o grande problema que envolve os programas de IA... É que eles costumam ser tendenciosos de uma forma ou de outra e podem relatar informações incorretas. Mas qualquer tipo de comentário ou ação tendenciosa pode ser desastroso em uma empresa. Os funcionários de recursos humanos, por outro lado, precisam garantir que os processos no local de trabalho estejam funcionando de forma eficaz para evitar preconceito e discriminação. Mas não é só isso! Eles também mediam conflitos e lidam com reclamações nas companhias. Os modelos de IA não serão capazes de lidar com a complexidade desses problemas. É por essa razão que esses profissionais serão necessários!

Por último, mas não menos importante, temos — aplausos, por favor — atores! Mas especificamente, os de teatro... Ouça! A experiência teatral é interativa. Quando as cortinas vermelhas se abrem, há uma conexão imediata entre os atores e o público. Os de teatro evocam emoções poderosas em tempo real. E se adaptam às reações da plateia, além de dar um toque pessoal aos personagens que encarnam por meio de seus gestos, movimentos e técnicas vocais. A tecnologia certamente aprimorará certos aspectos da experiência teatral, mas a IA nunca poderá despertar um nível tão profundo de conexão emocional e replicar a tomada de decisões criativas.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados