15 Dados curiosos e pra lá de interessantes sobre a Austrália

Lugares
há 11 meses

Será que você realmente sabe o que acontece na Austrália? Muito provavelmente você já deve ter ouvido falar na barreira de corais, em cangurus e no enorme buraco na camada de ozônio, que faz com que o sol seja muito perigoso na região. Isso se já não visitou ou vive no país, já que a Austrália é um destino cada vez mais popular entre os brasileiros. Mas isso não é tudo.

Hoje, o Incrível.club traz alguns dados interessantes sobre este país tão diferente.

Insetos no Natal

Assim como no Brasil e nos outros países do hemisfério sul, o Natal acontece no verão, portanto, ao invés de neve ele vem acompanhado de uma quantidade enorme de insetos, que brilham e são uma excelente alternativa para os típicos enfeites natalinos. Os australianos chamam de ’insetos natalinos’. E o melhor: eles são inofensivos.

Pássaros imitadores

Os pássaros lira conseguem imitar sons, e não apenas os da natureza. Por exemplo, eles conseguem facilmente fazer uma paródia do som de uma serra elétrica, do motor de um carro, de um alarme e até mesmo de um disparo de arma. Além disso, também imitam os sons do celular, podem imitar um cachorro e o som de um bebê, o que deixa muita gente pra lá de confusa.

Nem um passo para trás

canguru vermelho e o emu não foram escolhidos por casualidade para o brasão de armas da Austrália. Eles simbolizam o progresso do país porque são animais que sempre caminham para a frente. Na realidade, até podem andar para trás, mas preferem não fazê-lo.

Um verdadeiro paraíso para quem gosta de vinho

Na Austrália existem mais de 60 regiões de vinhedos, e todo ano são produzidos mais de 750 milhões de litros de vinho. O diferencial australiano está no aprendizado que os vinicultores locais tiveram com os europeus, além da avançada tecnologia que utilizam. Tanto o vinho tinto como o vinho branco possuem um sabor mais afrutado e um ótimo aroma. Além disso, os preços são razoáveis.

Cidade Seventeen Seventy

Na Austrália existe uma cidade sujo nome é 1770. Apesar da muita natureza selvagem, há turistas, restaurantes, lojas, hotéis, lugares para fazer piquenique e até um pequeno porto para iates.

A pátria da selfie

Desde 2013, o mundo começou a usar a palavra selfie de maneira ativa, mas pouca gente sabe que, originalmente, ela era parte de uma gíria australiana. Quem inventou a palavra com esse sentido foi um homem australiano, que a usou em um fórum na internet em 2002.

Coala predador

Os moradores locais recomendam olhar para cima com frequência, porque sempre existe a possibilidade de você cruzar com um coala selvagem. Esses grandes marsupiais ficam em árvores altas e atacam pessoas inofensivas. Você pode escapar de algumas maneiras, mas o mais comum é colocar um garfo no cabelo, passar Vegemite (falaremos sobre isso mais adiante) atrás das orelhas e axilas, e falar com um sotaque australiano.

Calma, o coala selvagem é apenas um mito, mas, ainda assim, muitos turistas têm medo.

Na realidade, eles não são assustadores como na primeira imagem.

Frutas e verduras feias

É muito comum encontrar frutas e verduras não muito bonitas nas lojas. O que acontece é que os agricultores querem que as pessoas entendam que uma fruta ou uma verdura com um aspecto feio não tem menos sabor que um alimento bonito.

Classificação de produto saudável na embalagem

Os produtos sempre apresentam na embalagem as estrelas que indicam se o produto é ou não é saudável. Dessa forma, é sempre mais fácil para as pessoas decidirem se devem ou não comprar determinado alimento.

Índice ultravioleta (IUV) nas ruas

Os australianos sabem muito bem que precisam cuidar da pele. No país o sol é muito forte, e é por isso que nas ruas há indicações da atividade solar. Graças a esses índices as pessoas podem calcular o tempo seguro de exposição ao sol e escolher o protetor mais adequado.

O esquilo é um animal exótico

Assim como em muitos outros países, o esquilo é considerado um animal exótico. Claro que isso também se relaciona ao fato de o país estar no hemisfério sul. Lá, um canguru e um emu não são animais exóticos.

Vegemite

Vegemite é um alimento nacional australiano. O produto é feito com fermento processado com aditivos vegetais e condimentos. O sabor é muito salgado e ele tem um cheiro bem característico. Ele é consumido com biscoitos ou com pão desde 1922.

Tomadas especiais

Apenas na Austrália, na Nova Zelândia, na Nova Guiné e em Fiji as tomadas são iguais. Todos os turistas precisam de adaptadores. Além disso, a voltagem é de 230 V.

Existe metrô, mas ele não é subterrâneo

metrô na Austrália existe apenas em algumas regiões e fica na superfície. O sistema de pagamento também é diferente: a tarifa não é calculada pela quantidade de viagens, mas por tempo (2 horas ou todo o dia). Mas apenas 1 em cada 10 australianos usa ônibus ou metrô, todos preferem usar bicicleta ou caminhar até o trabalho.

Royal Flying Doctor

O serviço Royal Flying Doctor é um serviço de ambulância aérea, destinado àqueles que vivem em áreas terrestres remotas da Austrália. Eles também transportam doentes graves e ajudam a levar médicos (pediatras, ginecologistas, psiquiatras, dentistas e outros) a lugares remotos.

O que você achou? Gostaria de morar uma temporada na Austrália?

Se já conhece ou país ou então vive por lá, conte sua experiência!

Imagem de capa Wikimedia

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados