14 Pequenos animais perigosos que estão rastejando sob seus pés agora

Animais
há 7 meses

É comum ver pequenas casinhas de terra com formato de cone no chão, como se fossem minivulcões espalhados pelo seu jardim. As formigas geralmente são inofensivas e não mexem com a gente — apenas seguem sua rotina de trabalho.

Mas se estiver perto de uma colônia de Formigas Bulldog Australianas, só tenho um conselho a dar: CORRA!

Esses insetos assustadores ganharam esse nome por causa de suas bocas! E usam suas enormes mandíbulas pontudas para atacar qualquer criatura que cruzar seu caminho.

Suas principais presas são besouros, lagartas, moscas e até vespas, aranhas e sapos! Essas formigas atacam qualquer coisa que chegar perto delas!

Elas são ferozes e inteligentes! Tiram sua principal concorrente de cena — a aranha caçadora — enchendo o ninho dela de galhos, folhas e qualquer outra coisa. Isso expulsa a aranha, deixando mais comida para as formigas.

Mas voltando às terríveis mandíbulas... cuidado, porque não são a única coisa que você precisa temer! As formigas as usam para prender qualquer coisa — uma refeição, um inimigo, ou sua pele!, mas depois injetam um ferrão super venenoso nela!

Ele não é como o das abelhas. Elas conseguem dar múltiplas ferroadas, sem serem afetadas por isso. Então, é com o ferrão que você deve se preocupar, não com a mordida. Apesar de a picada também não ser muito agradável!

E se uma delas se sentir ameaçada, lança uma substância química no ar para alertar as outras. Então, se você se aproximar por engano da colônia, uma brigada inteira virá para afugentá-lo!

Além de tudo isso, elas têm uma visão excelente, são rápidas e conseguem saltar! E também são bem grandes para formigas, quase do tamanho de um palito de fósforo! É melhor ficar longe delas...

Agora não fique olhando apenas para baixo para evitar cruzar o caminho de insetos rastejantes. Olhe para o lado! Tem uma Abelha Africanizada vindo em sua direção! Essa coisa é um experimento de laboratório que deu super errado!

Tudo começou nos anos 50. A meta era fazer uma abelha que produzisse Mais mel. O método: cruzar uma espécie africana de abelha com um monte de europeias. O resultado: uma feroz abelha Frankenstein mais agressiva e defensiva que a maioria!

Na verdade, no começo tudo deu certo. Mas um dia, por causa de um acidente no laboratório, mais de 20 colônias dessas criaturinhas fugiram! Elas se espalharam pela América do Sul e foram parar no continente norte.

Dizem que essas abelhas não gostam que ninguém se aproxime mais do que quatro metros e meio da casa delas — uma distância que equivale a metade de um ônibus. E todas saem juntas para defender a colmeia!

Ou seja, cerca de 10 mil animaizinhos furiosos partirão em sua direção! E perseguem qualquer intruso ao longo de mais de quatro campos de futebol de distância! Tomara que você tenha fôlego suficiente para correr mais rápido que elas!

E existem também aquelas terríveis abelhas grandes! A Vespa-Mandarina é a maior, com corpo quase do tamanho de um polegar e 20 vezes mais maior do que uma abelha comum.

Esses insetos se alimentam de abelhas, vespas, louva-a-deus e até de outras da mesma espécie. Podem alcançar uma velocidade de 40 km por hora quando estão perseguindo uma presa... ou quando estão afugentando algum humano intruso!

O ferrão delas é grande o suficiente para furar um macacão de apicultura. E há também casos em que essas vespas borrifam seu veneno dentro dos olhos dos intrusos!

Bem, vamos parar um pouco de falar sobre monstros voadores e vamos partir para a praia! O problema é que um passeio tranquilo para contar conchinhas pode acabar em pesadelo se você pegar um caracol-do-cone por engano!

Para caçar ou se defender, esse animal lança um veneno através da ponta da concha. Só uma gota dessa substância é suficiente para 10 adultos! Ah, e ainda não existe antídoto para esse veneno...

Agora, a criatura marinha que tem o veneno mais forte do mundo é a Vespa-do-Mar. Essa criatura é bem grande, do tamanho do seu antebraço, sem contar seus loooooongos tentáculos.

Mesmo assim, ela pode passar despercebida pelos banhistas, pois é transparente. Essa água-viva captura sua presa com todos os seus tentáculos tóxicos, que têm veneno suficiente para matar 60 adultos.

Oook, o mar não é mais seguro que o seu quintal. E quando for dar uma geral nele, cuidado para não encontrar uma Aranha-Violinista.

Ela não é tão grande — a adulta tem cerca de dois cm. E esse é o problema! Você vê facilmente quando uma tarântula está se aproximando (e ela é inofensiva!), mas no caso da violinista, só percebe quando já é tarde demais...

A picada inicial não é muito dolorosa — algumas pessoas nem sabem que foram picadas! Mas assim que a aranha enfia as presas em você, o veneno começa a agir silenciosamente...

Nas três a oito horas seguintes, o local da picada fica vermelho e inchado. Depois, começa a queimar. E essa sensação se intensifica cada vez mais. Os efeitos geralmente passam após 5 dias, mas podem persistir por até 3 meses!

Até os insetos mais comuns podem ser perigosos também. Como aquela mosca que fica zumbindo no seu ouvido na cozinha! Você sabe por onde esse inseto irritante passa?

Bem, antes de ficar voando dentro da sua casa, provavelmente pousou em algum lixão. Depois, passou pelos banheiros públicos, andando sobre o chão, paredes e vasos sanitários.

A mosca pode até ter feito uma paradinha em algum pasto! No zoológico, talvez. Esse inseto passa por todos os tipos de lugares imundos, e agora está passeando em cima daquela linda tigela de frutas que você colocou sobre o balcão.

E os micróbios que estavam nos lugares sujos em que ela passou e colocou na boca agora estão em cima da sua comida. Se pensarmos muito sobre essa coisa de bactérias, até passamos mal. Então limpe tudo sempre, e mantenha as moscas longe da sua casa!

Agora dê uma olhadinha nesta joaninha que mora na sua casa. Ela pode ser uma impostora, sabia? A Joaninha Asiática Multicolorida não é vermelha como as comuns — é mais amarelada.

E se você ainda estiver em dúvida, é só conferir se ela tem uma marca parecida com a letra M na cabeça. Se tiver, não é uma inofensiva joaninha! As Joaninhas Asiáticas, como o nome já diz, vieram da Ásia e foram levadas para a América do Norte e para a Europa.

O objetivo era acabar com os pulgões. Mas o tiro saiu pela culatra (grande novidade!), e as próprias joaninhas se tornaram parasitas também!

Havia muitas delas, e praticamente substituíram a joaninha comum! Além de morderem, produzem uma gosma amarela e fedorenta que pode manchar suas paredes ou qualquer outra superfície sobre a qual elas andem.

A Lagarta-aranha tem mais traços de aranha do que de lagarta! Todos esses tentáculos em forma de braço nas laterais são cobertos por pelos venenosos. Se tocar neles, você pode sentir dolorosas irritações de pele.

Se algum dia uma lagarta peludinha estiver rastejando sobre sua pele, não a tire usando os dedos! Pegue uma pinça. Se mesmo assim ela espetar, coloque uma fita adesiva sobre o local e puxe para tirar todos os pelos.

Não use o mesmo pedaço de fita duas vezes — senão você pode acabar voltando com os pelos para sua pele! Lave a região com água e sabão e utilize uma pomada para aliviar a coceira, se for preciso.

Se estiver na América do Norte, cuidado com o escorpião mais venenoso do continente! O escorpião de casca do Arizona viaja em grupos. Então, se vir um, saiba que os amigos estão escondidos ali perto!

Ele tem uma excelente visão noturna, então consegue enxergá-lo mesmo quando você não o vê! E o mais assustador é que preferem ficar de cabeça para baixo. Assim, essa criaturinha pode se esconder bem debaixo da mesa onde você está reunido com seus amigos!

Mas alguns terrores são quase invisíveis a olho nu! Eles ficam quietinhos nas pontas da grama, esperando sua presa passar. Oh, veja só, sua perna! O monstro se agarra a você e o suga como se fosse um suco de caixinha.

Os carrapatos podem ser pequenos, mas é justamente isso que os torna tão assustadores! Eles podem se esconder em qualquer lugar — na grama da sua casa, nos arbustos, na terra, nas folhas...

Você raramente os sente andando sobre sua pele, e a picada passa despercebida. Às vezes, eles podem até fazer uma pessoa passar mal!

Eeeca!!! É, é isso que a maioria das baratas escuta durante qualquer encontro conosco. Assim como as moscas, elas têm patas sujas e contaminam todas as superfícies da sua casa, incluindo a sua comida!

E sim, elas podem morder pessoas — embora isso seja bastante raro. E são encontradas em todos os continentes, menos na Antártica. Ei, acho que vou mudar pra lá!

Agora imagine a seguinte situação: um ser rastejante sobe em sua cama enquanto você dorme profundamente, à noite... e o pior: ele começa a comer... VOCÊ!

Os percevejos são tão temidos que nem precisam ser apresentados, não é mesmo?? Mas o surpreendente é que eles não são considerados prejudiciais à saúde. Ainda assim, quem é que gostaria de ficar coberto por manchas vermelhas?!

Outra coisa: não pense que esses insetos só moram em casas sujas. Eles sobem em qualquer cama, em qualquer lugar — basta uma oportunidade!

Já os cupins não mordem, não rastejam sobre sua cama e não têm interesse algum na comida que você guarda nos armários.

O que eles devoram... é a sua casa! E fazem isso em segredo! A maioria das pessoas só desconfia que tem esse problema quando já é tarde demais. É quando as estruturas de madeira começam a perder força.

Assim como os percevejos, eles são duros de matar! E não pense que ficam só nas portas — podem também estar devorando seu sofá. Sim, debaixo dos seus olhos, enquanto você vê TV ou tira uma soneca! Sonhe com os anjos!

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados