12 Famosos que celebram a vida de seus filhos LGBTQIAPN+ com orgulho

Famosos
há 2 meses

O amor não conhece barreiras ou limitações, é assim que algumas celebridades o percebem. Além de pessoas extremamente talentosas, esses famosos são pais que merecem uma estrela por aceitarem seus filhos do jeito que são. Sem dúvida, eles dão o exemplo de que apoiar nossas famílias é o primeiro passo para criar laços duradouros e demonstrar nosso afeto.

1. Jamie Lee Curtis e sua filha Ruby

Nada parece agradar mais a Jamie Lee Curtis do que declarar seu amor aos quatro ventos pela filha. Em uma entrevista, a atriz falou sobre como viu seu “filho se tornar nossa filha, Ruby”. Em uma postagem recente no Instagram, em comemoração ao dia da visibilidade trans, acrescentou: “Amor é amor, e o amor materno não conhece preconceitos. Como mãe, sou solidária aos meus filhos à medida que eles avançam no universo sendo autênticos com suas mentes, corpos e ideias.”

2. Gloria Vanderbilt e Anderson Cooper

A designer de moda e artista Gloria Laura Vanderbilt é outra mãe que fala abertamente sobre seu apoio ao filho, Anderson Cooper, dizendo: “Bem, espero que você saiba que estou mais do que tranquila em relação a isso. O fato de você ser gay me alegra muito. Isso é parte do que faz de você a pessoa que você é”.

3. Eugene Levy e Dan Levy

Para Eugene Levy e sua esposa Deborah Divine, não foi nenhuma surpresa quando seu filho Dan se assumiu. “Já sabíamos há muito tempo”, disse Eugene. Tamanha era a segurança em relação à orientação sexual do filho que foi a própria Deborah quem lhe perguntou se ele era gay, ao que Dan respondeu com um simples “sim”.

4. René Strickler e seu filho Yannick

O ator argentino René Strickler não ficou atrás e decidiu parabenizar seu filho Yannick nas redes sociais por seu casamento com Manuel Alonso Cárdenas. Em sua postagem, escreveu: “É um dia memorável na família. Hoje crescemos legalmente e o amor aumenta. Muitas bênçãos e parabéns sempre, filhos”.

5. Mark Ruffalo e Bella Ruffalo

Invision / East News

Embora a orientação sexual de Bella Ruffalo não tenha sido confirmada, seu pai, Mark Ruffalo, é um apoiador constante no que diz respeito à expressão da filha, especialmente por meio de seu visual. As roupas usadas por Bella desde criança sempre foram mais “masculinas”, o que levantou questionamentos sobre sua identidade de gênero. Contudo, o ator, assim como o resto da família, prefere manter a vida privada fora dos holofotes e só compartilha o quão feliz se sente por ser o pai de Bella.

6. Raúl Araiza e sua filha Camila

Não é segredo que Camila, filha do ator e apresentador mexicano Raúl Araiza, faz parte da comunidade LGBTQIAPN+, já que esse é um dos aspectos de sua vida sobre o qual ela e o pai falam abertamente. Sobre a orientação sexual da filha, Araiza comentou: “Nunca foi uma surpresa, além disso, ela assumiu em um dia muito importante, ignoro se havia preparado ou não, mas, simplesmente, estava feliz... Há pais que são muito duros com essa situação, mas acho que deveriam refletir se querem cumprir suas expectativas ou que seus filhos sejam felizes”.

7. Charlize Theron e Jackson Theron

Charlize Theron também ficou surpresa ao saber que tinha duas filhas. “Sim, eu também achava que era um menino, até que um dia, quando tinha três anos, ela me olhou e disse: ’Eu não sou um menino’. Portanto, agora tenho duas filhas lindas e, como qualquer mãe, quero protegê-las e vê-las bem-sucedidas”, disse. E acrescentou: “Meu trabalho como mãe é celebrá-las, amá-las e garantir que tenham tudo para serem o que quiserem”.

8. Angelina Jolie e Shiloh

TIZIANA FABI / AFP / East News

A primeira filha de Angelina Jolie e Brad Pitt já está em plena adolescência e seu estilo continua mudando. Quando Shiloh era bebê, Angelina comentou que o modo de se vestir da filha devia-se ao fato de querer ser um garoto, enquanto Brad Pitt confessou que em casa a chamavam de John. Embora não tenham confirmado se Shiloh faz parte ou não da comunidade LGBTQIAPN+, ambos demonstram serem pais orgulhosos e dispostos a apoiar todas as decisões da primogênita.

9. Cynthia Nixon e Samuel Joseph Mozes

A estrela de Sex and the City declarou que seu filho é transgênero. Ela compartilhou uma foto com ele nas redes sociais, dizendo: “Estou muito orgulhosa do meu filho Samuel Joseph Mozes (ou Seph), que este mês se formou na faculdade”. E acrescentou: “Atualmente, as pessoas LGBTQIAPN+ têm mais aceitação e visibilidade do que nunca, mas os membros da comunidade trans correm um risco maior de violência e discriminação. Hoje, e sempre, estamos ao lado da comunidade”.

10. Nailea Norvind e Tessa Ia

Embora Nailea Norvind afirme não gostar de “rótulos” ou da necessidade de rotular tudo, ela se considera bissexual, assim como sua mãe e sua filha. A atriz comentou que a bissexualidade da filha é: “Totalmente normal para os Norvinds, nossa família sempre teve pessoas bissexuais. Acho até que minha avó não queria nos contar, mas minha mãe também era bi. Eu, particularmente, só me relacionei com homens, mas sinto a bissexualidade dentro de mim, porque temos em nós o feminino e o masculino”.

11. Cecilia Ponce e Celeste

Para Cecilia Ponce, aceitar os gostos de Celeste, não foi difícil. A atriz argentina declarou que sua filha "gosta de se vestir como um menino. No início, vivia o tempo todo de calça, mas quando tínhamos algum evento, eu falava: ’Você não pode usar calça’, e ela dizia: ’Não vou usar vestido’. Eu argumentava: ’Você não precisa usar um vestido, há milhões de maneiras de ficar elegante sem usá-los’, e sua resposta foi: ’Quero um terno, paletó e gravata’, e concordei: ’Perfeito’. Também mencionou não se incomodar em absoluto quando a orientação sexual de Celeste é questionada.

12. Jennifer López e Emme

Jennifer Lopez é outra celebridade que aceita de bom grado as decisões de sua filha. Em shows, a cantora se referiu a Emme como gênero não binário, chamando-a em mais de uma ocasião de “elle” (e não ’ella’ (ela) ou ’él’ (ele) em espanhol). Em uma de suas apresentações, a cantora disse: “A última vez que cantamos juntas foi em um grande estádio, como este, e pedi a ’elle’ [Emme] para cantar comigo, mas naquele dia não quis. Portanto, esta é uma ocasião muito especial”.

Pais que aceitam abertamente seus filhos LGBTQIABN+ demonstram um amor incondicional e uma compreensão profunda da diversidade humana. Eles não apenas celebram a individualidade de seus filhos, como se tornam aliados poderosos na luta por igualdade e inclusão, promovendo um mundo mais justo e respeitoso para todas as pessoas, independentemente de sua orientação ou identidade. Espere um pouco e confira outro artigo que trata de famosos que foram criados por pais LGBTQIAPN+.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados