10 Filmes que usaram menos imagens de computador do que você imagina

há 3 anos

Nem todos os filmes dependem das imagens geradas por computador (em inglês, CGI) para criar cenas incríveis. Os diretores e especialistas em efeitos especiais às vezes fazem milagres sem o uso da tecnologia.

Decidimos listar algumas cenas que são verdadeiras, embora quase todo mundo pense que foram criadas no computador.

1. Tom Cruise realmente escalou o Burj Khalifa no filme Missão Impossível: Protocolo Fantasma

Você acha que o Burj Khalifa (edifício mais alto do mundo, em Dubai, com 828 metros) é realmente assustador? O mais incrível é que o ator realmente o escalou durante a gravação do filme. "Quando você estiver lá em cima e olhar para os lados, as pessoas vão pensar que aquilo foi criado com CGI, mas será real", disse Gregg Smrz, coordenador de dublês do filme, para ao jornal LA Times.

Claro que usar um cenário verde é mais fácil e menos perigoso, mas essa gente gosta de se arriscar.

2. A cena em que os carros capotam em Cassino Royale, da série de filmes James Bond

Desde a entrada de Daniel Craig no mundo dos filmes James Bond muitos recordes foram quebrados, incluindo a maior explosão já feita na telona. Na imagem o que vemos realmente aconteceu.

Um dos primeiros recordes foi no primeiro filme protagonizado por ele: Cassino Royale. Segundo o livro Guinness Book, o especialista em dublês Adam Kirley deu nada menos que 7 tiros com um canhão.

3. A cena em que Tobey Maguire pega a bandeja em Homem Aranha

Bom, essa pode não parecer muito incrível, mas pegar uma bandeja com todos seus objetos enquanto você está segurando uma garota não é uma tarefa fácil. Ao invés de usar o CGI, a equipe de produção usou cola na bandeja para ajudar Tobey a manter em equilíbrio a bandeja e a própria MJ (Kirsten Dunst). Depois de várias tentativas, Tobey conseguiu, mas apenas no take 156.

4. A cena do Café Paris em A Origem

Christopher Nolan é conhecido por seus filmes alucinantes e pouco uso de CGI. Um desses filmes é A Origem, em que é possível ver um grande grupo de efeitos práticos.

Uma cena muito conhecida é a do Café Paris, em que muitos pedaços explodem em câmera lenta. Para que isso funcionasse, a equipe usou uma série de tiros de canhão de ar enquanto a cena era gravada a 1,5 mil quadros por segundo usando câmeras especiais.

5. Os dinossauros em Jurassic Park: Parque dos Dinossauros

Até mesmo 24 anos após o seu lançamento os efeitos do filme continuam sendo impressionantes. Os dinossauros do filme foram construídos e alguns eram pessoas com fantasias de dinossauros. Tudo isso foi possível graças ao esforço do mestre em efeitos especiais Stan Winston, vencedor do Oscar.

6. Em Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças também não há CGI

Jim Carrey tenta se livrar das memórias de sua namorada em uma de suas melhores atuações no filme Eternal Sunshine of the Spotless Mind (Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças). Não apenas a atuação dele e de Kate Winslet são maravilhosas, mas o uso dos efeitos especiais.

Para criar duas versões de Joel Barish (personagem de Carrey), uma na memória e outra olhando as memórias, o diretor Michel Gondry fez o ator correr de um lado para outro. Apenas algumas transições foram feitas com o uso de CGI.

7. O capotamento do veículo em Batman: O Cavaleiro das Trevas

Claro que é difícil de acreditar que não houve CGI em The Dark Knight (O Cavaleiro das Trevas), mas é verdade. O diretor Nolan e seus efeitos especiais práticos nos enganaram de novo.

Dessa vez a cena é aquela em que o Batmóvel bate em um caminhão de lixo. Nolan usou uma miniatura para dar o efeito desejado. A cena foi feita nas ruas do centro de Chicago usando uma espécie de catapulta.

8. Os orcs de O Senhor dos Anéis

Depois de gravar O hobbit com uma câmera 3D e 48 fotogramas por segundo, Peter Jackson esperava uma bela resposta do público. Mas as pessoas preferiram O Senhor dos Anéis. Ainda que a trilogia faça uso de muita tecnologia CGI, os orcs e outras criaturas do filme foram feitas com maquiagem e próteses. Um trabalho realmente impressionante.

9. Arco reator de Tony Stark

Não negamos o fato de que Homem de Ferro tenha muitas imagens geradas por computador, mas uma das cenas mais recortadas do filme é quando Pepper Pots tira o arco reator de Tony. Talvez essa seja a única cena em que não há uso de CGI, porque os filmes da Marvel sempre são muito tecnológicos. As imagens atrás das cenas revelaram que o cofre era um acessório e que a maior parte do laboratório de Tony Stark era real.

10. Os asteroides em Star Wars: Episódio V - O Império Contra-Ataca são uma batata e um sapato

No Episódio V: The Empire Strikes Back (O Império Contra-ataca) dos filmes Star Wars, foram usados como asteroides uma batata e um sapato. Os detalhes foram divulgados pelo site IMDb (especializado em filmes).

Bônus: Christopher Nolan plantou 500 hectares de milho para Interstellar

Após o final das gravações, ele vendeu o milho e recuperou parte do dinheiro junto com a bilheteria. Ele imitou a ideia de Zack Snyder. Snyder havia cultivado milho para o filme Homem de Aço.

O que você achou das ideias desses diretores? Compartilhe sua opinião nos comentários.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados