Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Festas ao redor do mundo que você vai querer conhecer

4-14
534

Cada país tem uma maneira própria de expressar sua identidade nas celebrações e festas que seu povo organiza. Não importa se é um feriado internacional, como o Ano Novo, o Dia dos Namorados ou a homenagem a algum santo, a verdade é que não existem duas festas iguais no mundo. E, quando a celebração é típica de uma determinada região, participar significa não apenas ter uma bela experiência, como mergulhar na cultura, arte e história que tornam cada país único e incomparável.

O Incrível.club trata, neste post, de 10 festas de diferentes partes do mundo que destacam toda a beleza das tradições de seus povos.

1. Festa do Sol

Além das roupas coloridas, músicas e danças próprias da cultura local, se você visitar o Peru em junho, provavelmente não vai querer perder a celebração Inti Raymi, também conhecida como a “Festa do Sol”. Ela é comemorada no dia 24 daquele mês, no solstício de inverno. Esse feriado, que surgiu dos costumes incas, era comemorado com o objetivo de fazer o deus Sol renascer, dando início a um novo ciclo. Durante a festa, que durava 15 dias, além das danças, eram realizados sacrifícios como oferendas à divindade.

Segundo o poeta espanhol Garcilaso de la Vega, o festival tinha conotações políticas, pois nesse ritual os líderes dos povos conquistados declaravam lealdade ao soberano inca. Quando os conquistadores espanhóis chegaram à região, ele deixou de ser celebrado, por ser considerado uma festa pagã. A proibição durou séculos até que, em 1944, voltou a ser realizado, com música, dança e cores. Durante os dias da festa, as pessoas dançam em grupo, como oferenda ao Sol e fazem jejum. A festa não apenas convida à diversão, mas também à espiritualidade e a conhecer as tradições que tornam a cultura andina única.

2. Festival do Deserto de Jaisalmer

Existe algo mais bonito do que um festival cheio de música e cores? Se você gosta de eventos repletos dessas características, deve saber que, em fevereiro, na Índia, o Rajastão se enche de cores para celebrar o Festival do Deserto. O evento dura 3 dias, em datas que coincidem com a Lua cheia no deserto de Thar.

Durante a festa, são apresentadas música e artes cênicas típicas da cultura indiana. Você também pode aprender a dançar ritmos folclóricos, como kalbelia e gair. Durante as comemorações é comum ver diversas festas de casamento, já que alguns casais esperam para se casar durante o festival.

3. Guelaguetza

O festival Guelaguetza acontece na terceira segunda-feira de julho de cada ano, em Cerro del Fortín, em Oaxaca, no México, quando se comemora um culto a Nossa Senhora do Carmo. É uma celebração muito antiga, que data de antes da conquista espanhola, quando o povo indígena de Oaxaca cultuava a deusa do milho. Quando os conquistadores chegaram, a data não deixou de ser comemorada, mas incorporou aspectos religiosos dos europeus, tornando-se, então, uma homenagem à santa com elementos da cultura local.

Além de música folclórica, artes cênicas, dança e esportes, durante esses dias é possível conhecer o artesanato local, além de apreciar sua gastronomia. Nesse período, as comunidades indígenas também se unem com o objetivo de conscientizar seus compatriotas e turistas de sua cultura.

4. Festa de São João

Não, não é a brasileira, mas uma espécie de “parente” espanhola, também comemorada em junho e em homenagem ao mesmo santo. Em estilo medieval, essa celebração é realizada dia 23, um dia antes do nascimento de São João Batista. No caso espanhol, a celebração é realizada com fogueiras, carruagens e fogos de artifício, além de muitas cores e luzes. A celebração cristã foi adaptada às festividades pagãs, em que eram dadas boas-vindas ao solstício de verão. A fogueira era uma forma de dar mais força ao sol.

Além da Espanha e do Brasil, a data é comemorada em diversos países cristãos, com crenças e superstições variadas. Em alguns lugares, acredita-se que, se você se banhar no orvalho da noite, estará protegido o ano todo, e se os enfermos andarem sobre o orvalho, sentirão alívio. Além disso, segundo a tradição, durante o feriado, os solteiros que derem uma olhada pela janela de suas casas podem encontrar o amor de suas vidas.

5. Festival da água Songkran

Mais do que um espetáculo para ser visto, essa celebração é pura diversão. Aqueles que sentem falta das brincadeiras com água da infância podem aproveitar o Festival da Água, uma incrível e animada festa que ocorre dias 14 e 15 de abril em Songkran, na Tailândia. Além do aspecto lúdico, a verdade é que esse feriado é muito rico em termos de tradições, pois há visitas aos templos e rituais em que se oferecem alimentos aos monges budistas. Além disso, durante o período, os jovens costumam despejar água nas mãos dos idosos como sinal de respeito.

6. Festa de Santo Antonio

No dia 13 de junho, Portugal fica repleto de cores e música para comemorar o dia do padroeiro de Lisboa, com a Festa de Santo Antônio. Durante o evento, você pode ver desfiles, experimentar refeições tradicionais e, além disso, ver a comemoração de casamentos, pois muitos consideram o santo casamenteiro — uma tradição que, como você deve saber, vale também para o Brasil. Por causa dessa crença, nesse dia são celebrados 16 casamentos, que abrem a festividade.

7. Festival de Verão de Sanziene

O termo Sanziene se refere às fadas da Romênia e às flores amarelas típicas da região onde esse festival é realizado. Assim, em 24 de junho, as mulheres mais bonitas das cidades da região montanhosa dos Cárpatos se vestem de branco e buscam essas flores para fazer grinaldas, usadas para retornar à cidade.

Durante a noite, as pessoas dançam e celebram ao redor de uma fogueira, além de saltar sobre as brasas apagadas para atrair saúde e se purificar. É um evento em que é possível conhecer muitas das crenças desse país. Dizem as lendas que as fadas saem durante a noite para abençoar as colheitas, para que cresçam em abundância, momento propício, também, para realizar feitiços de amor.

8. Festival Loy Krathong

Aqueles que adoraram a cena das lanternas flutuantes do filme da Disney Enrolados, provavelmente irão considerar esse festival um verdadeiro sonho. Durante o mês de novembro, no Festival de Loy Krathong, na Tailândia, o céu fica repleto de lanternas. Também é possível ver fogos de artifício e pequenas jangadas com flores e velas que fazem a água brilhar, como se fosse um céu estrelado. Elas simbolizam o ato de deixar ir embora os sentimentos de rancor, tristeza e os erros, para recomeçar a vida. O feriado é uma homenagem a Buda, mas provavelmente, foi inspirado em celebrações da cultura hindu.

9. Festa das frutas e flores

Durante os últimos dias de fevereiro, ou no início de março, é realizada uma das mais populares celebrações do Equador, a Festa das Frutas e Flores, na cidade de Ambato. Apesar da beleza de seu nome, a festa se originou de algo trágico, um terremoto que destruiu a cidade em 1949. Longe de se render, a população fez com que a cidade renascesse dos escombros e, em 1951, foi realizada a primeira festa, com a ideia de arrecadar recursos e celebrar a reconstrução.

A celebração teve como componentes principais frutas, flores, música e outras manifestações culturais, que buscavam, além de ajudar, encher de alegria os corações dos moradores. Ao longo dos anos, a comemoração tornou-se tão popular que, atualmente, se tornou nacional e se sofisticou. Mas, mesmo tendo incorporado componentes como a bênção das flores, concursos gastronômicos e de rainhas da beleza, além dos concertos musicais, a festa não perdeu seu principal objetivo: encher de alegria os corações dos equatorianos e dos visitantes.

10. Festival de Neve de Sapporo

Para muitos, o frio e a neve são a combinação perfeita para ficar em casa de pijama, mas, no Japão, em fevereiro, esse clima é motivo para enfeitar as ruas com esculturas e luzes durante o Festival de Neve de Sapporo. Esse é um dos eventos mais importantes do país. Durante os dias de celebração, é possível ver várias estátuas e participar de competições de escultura na neve, além de assistir a shows e a jogos próprios para o inverno. Cerca de 400 estátuas de gelo são feitas no festival e, se não houver material suficiente para isso, as Forças de Defesa trazem neve de locais próximos. Tudo com o padrão de qualidade e o capricho típicos do povo japonês.

Você conhecia essas festas? Já teve a oportunidade de fazer parte de alguma delas? Conte-nos na seção de comentários.

4-14
534