Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

14 Razões para pôr seu filho numa escola finlandesa

--2-
61k

Segundo pesquisas, estudantes finlandeses estão entre os melhores do mundo. O curioso é que passam menos tempo na escola do que crianças de outros países e apenas gastam trinta minutos por dia fazendo lição de casa.

Neste post, o Incrível.club conta qual é o segredo da educação finlandesa que causa admiração no mundo todo.

#14. Tudo é gratuito

A educação finlandesa é gratuita. Como todo o restante: a comida, as excursões e o material escolar. Se as crianças vivem a mais de 2 quilômetros da escola, têm o serviço de ônibus escolar que os leva às aulas e de volta para casa. Tudo isso é financiado pelo governo:12,2% do orçamento total do país vai para a educação.

#13.Tratamento individual

Na mesma classe, os alunos podem realizar tarefas de diferentes graus de dificuldade: dependendo do que consigam e saibam fazer. As crianças com diferentes habilidades físicas e mentais estudam juntas. Se uma criança não entender algo, os professores organizam aulas individuais para ela. Além disso, são ensinadas outras matérias, como línguas nativas para filhos de imigrantes.

A filosofia é a de que cada aluno pode escolher o que é melhor para ele: quando a aula parece chata, pode fazer outra coisa. Por exemplo, ler um livro ou costurar.

#12. O aluno só conhece as próprias notas

O desempenho escolar na Finlândia é avaliado de 1 a 10. No entanto, na escola primária isso não existe. A partir do terceiro até o sétimo ano, as notas são dadas usando adjetivos, que vão de 'medíocre' até 'excelente'. Cada aluno conhece apenas suas notas, não as de seus colegas de classe. Os professores também não costumam repreender as crianças por seu desempenho. As notas são usadas para motivar o aluno a aperfeiçoar seu conhecimento e para corrigir seu plano de estudo individual.

#11. Você pode ir às aulas mesmo de pijama

Não há uniforme nas escolas finlandesas. As crianças podem frequentar as aulas como quiserem: não há regras para a roupa. Muitas vezes as crianças nem sequer usam sapatos e caminham de meias.

#10. Durante a aula, você pode se sentar na poltrona e até se deitar no tapete

As crianças aqui não são obrigadas a se sentar em suas mesas. Durante a aula, podem sentar-se nas poltronas ou no chão. Nos dias quentes, as aulas são realizadas ao ar livre, no pátio da escola.

#9. Há poucas tarefas escolares

Os professores finlandeses acreditam que as crianças devem descansar e passar o tempo com seus pais, e não fazendo a lição de casa. Os trabalhos escolares tomam pouco tempo e são bastante divertidos: por exemplo, nas aulas de história, uma criança pode ser convidada a entrevistar sua avó, para descobrir como era a vida dela nos anos 50 e procurar as diferenças entre aquela época e o momento presente.

#8. E não existem provas

Os professores finlandeses dizem: "Você deve preparar as crianças ou para a vida ou para as provas. Nós escolhemos a primeira opção". Portanto, quase não há provas nas escolas da Finlândia. Os professores podem ocasionalmente promover testes, mas o único obrigatório é o teste padrão realizado após a conclusão do ensino médio, aos 16 anos.

#7. Em algumas escolas finlandesas, todas as matérias foram canceladas

Uma das novidades do sistema educacional finlandês é estudar fenômenos completos, em vez de matérias separadas (phenomenon based learning). Os alunos têm "módulos" de 6 semanas, durante os quais estudam o mesmo assunto de diferentes pontos de vista. Por exemplo, a questão da migração é estudada do ponto de vista da geografia (de onde eles vêm?), história (o que aconteceu antes da migração?), cultura (que tradições eles têm?). As próprias crianças inventam perguntas e procuram respostas para elas.

#6. O recreio é o mais longo do mundo

Não importa o quão fantástica sejam as aulas, a hora favorita de qualquer criança é o recreio. Os estudantes finlandeses descansam por pelo menos 15 minutos após 45 minutos de aula.

#5. Os professores da Finlândia são geniais

A competição por uma vaga na faculdade de pedagogia da Universidade de Helsinki é de 10 candidatos por vaga, podendo chegar a 20 candidatos por vaga. O salário médio de um professor é de 3.500 euros. Ser professor na Finlândia é algo de muito prestígio e apenas os melhores conseguem alcançar sucesso.

Não existem currículos rigorosos. Cada professor decide por si próprio quais métodos e quais livros ele usará. Além do professor, seu assistente estará sempre presente em todas as aulas, o que ajuda as crianças a fazer as tarefas.

#4. Aqui só ensinam o que servirá para sua vida

Nas escolas finlandesas, apenas ensinam o que servirá para as crianças na vida real. Nas aulas de natação, as crianças aprendem como saber se uma pessoa está se afogando e como ajudar. Nas de tarefas domésticas, aprendem a cozinhar, tricotar e a costurar. Muita atenção é dada ao cuidado com o meio ambiente. Mas a grade curricular não descuida da tecnologia. Existem aulas de como criar sites. A coisa mais importante que ensinam nessas escolas é a capacidade de aprender e de se adaptar ao novo, ao mundo que está sempre mudando. Eles não precisam aprender nada decorando, porque podem sempre dar uma olhada no Wikipedia.

#3. Seja nos bairros mais ricos ou mais pobres, as escolas são igualmente boas

Na Finlândia, não se costuma ser exigente quando se trata de escolher a escola: todos vão à mais próxima de sua casa. Aqui não há escolas de "elite", são todas iguais: não importa onde a criança more, pois terá acesso à escola com professores qualificados, a materiais de qualidade e à alimentação saudável.

#2. Os alunos escolhem o que vão comer

A alimentação nas escolas finlandesas é variada e gratuita, do tipo buffet. Na página da escola, publicam o menu mensal: cada aluno pode entrar e adicionar ao 'carrinho de compras' tudo o que gosta. O menu leva em consideração qualquer tipo de dieta e também há comida vegetariana.

#1. Nas escolas são realizadas festas noturnas

Às vezes, as crianças levam sacos de dormir e, juntamente com os professores, permanecem na escola durante a noite toda: assistem a filmes, jogam, dormem no ginásio e, pela manhã, tomam sorvete. Qual criança não gostaria de uma escola assim? Nós também ficaríamos durante à noite também!

Bônus

Nas bibliotecas finlandesas, existem os cães de 'leitura'. Eles treinados para ensinar às crianças o amor pela leitura: ouvem as crianças lendo livros ou contando histórias.

--2-
61k