Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Cidades e civilizações antigas descobertas recentemente

Apesar dos muitos descobrimentos e da grande informação que temos a nossa disposição, a humanidade ainda esconde muitos segredos. A cada novo descobrimento parece que mais enigmas aparecem, um mais incrível que o outro. O que será que as profundezas da Terra escondem? O que será que existe embaixo da enorme quantidade de água que existe no nosso Planeta?

Decidimos pesquisar um pouco sobre os descobrimentos arqueológicos mais impressionantes e encontramos histórias alucinantes sobre pequenos mundos escondidos.

10. A cidade perdida de Helike

Todo mundo conhece a lenda do mundo perdido de Atlântida. Diferente do mito popular, a cidade de Helike aparece em documentos escritos que ajudaram os arqueólogos a encontrarem o lugar exato de sua localização.

A cidade estava em Acaya, ao norte do Peloponeso, na Grécia. Considerando a menção de Helike na Ilíada, a cidade participou na Guerra de Troia. No ano de 373 a.C. ela foi destruída após um poderoso terremoto e uma enorme inundação.

Embora a busca pela real localização tenha começado apenas no século XIX, o lugar só foi encontrado no final do século XX. Em 2001 foram descobertas as ruínas da cidade em Acaya e em 2012, quando sedimentos fluviais foram retirados, ficou evidente o achado da cidade de Helike.

9. Iram dos Pilares

Iram dos Pilares é uma cidade antiga, mencionada no Alcorão, o livro sagrado dos muçulmanos. Dizem que os edifícios altos eram habitados pela tribo ‘Ad. Como eles deixaram de adorar Alá, uma tempestade de areia teria sido enviada à cidade, que ficou completamente enterrada.

No começo da década de 1990, uma equipe de arqueólogos anunciou que havia encontrado a cidade perdida de Ubar, mais tarde identificada como Iram. O descobrimento foi possível graças à ajuda de satélites da NASA. Durante as excavações, descobriu-se uma fortaleza octogonal com altos muros e torres.

8. A cidade submersa de Cantre'r Gwaelod

Cantre'r Gwaelod ficava entre as ilhas de Ramsey e Bardsey, na área hoje conhecida como a Bahia de Cardigan, onde hoje fica o Reino Unido. A lenda diz que a cidade contava com a terra mais fértil do mundo, e uma pequena porção de terra valia mais que grandes territórios em Gales. Mas Gwaelod dependia da maré.

Muitos dizem que a cidade existe hoje em dia e há rumores de que alguém está organizando uma expedição submarina para encontrar a terra perdida. Um pouco acima da superfície da água, e dependendo da maré, é possível ver uma espécie de floresta de pedras. Nos fósseis foram encontradas marcas de homens e de animais.

7. Troia

É pouco provável que você não tenha ouvido falar sobre essa antiga cidade. Troia fica na costa do mar Egeu e é a cidade lendária onde ocorreu a Guerra de Troia, descrita na Ilíada, um dos poemas atribuídos a Homero.

Na colina de Hisarlik (Turquia), foram encontrados restos de 9 assentamentos de fortalezas que existiram em diferentes épocas. A era descrita na Ilíada coincide com a sétima camada. Nessa época, Troia era um grande assentamento, cercado de fortes muralhas e altas torres. As escavações realizadas em 1988 mostraram que a população da cidade na era de Homero era de 6 mil a 10 mil habitantes.

Hoje, as ruínas deste antigo assentamento estão na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

6. O templo perdido de Musasir

No palácio de Sargão II é representada a destruição do templo de Musasir.

Esse templo foi dedicado a Jaldi, deus do reino de Urartu, localizado no território onde hoje se encontram Turquia, Irã, Iraque e Armênia.

Musasir foi construído em 825 d. C., na cidade de Ararat, mas, após a destruição comandada pelo rei Sargão II, o antigo templo se perdeu e apenas em julho de 2014 foi feita uma declaração de que o templo havia sido descoberto no Curdistão, ao norte do Iraque. O mais interessante é que esse descobrimento foi possível graças aos residentes locais, que acidentalmente encontraram as ruínas do templo. Durante as escavações foram encontradas partes das colunas e a escultura de um homem em tamanho real.

5. A cidade perdida embaixo do templo de Angkor Wat

Se não fosse pela avançada tecnologia, os arqueólogos australianos não teriam feito esse grande descobrimento no Camboja - eles utilizaram um avançado sistema a laser. Assim, esses pesquisadores encontraram uma cidade antiga com mais idade do que o famoso templo de Angkor Wat.

A cidade foi construída 350 anos antes do começo da construção de Angkor Wat, no noroeste do Camboja. Ela formava parte do império Jemer, que governou o sudeste asiático do ano 800 a 1.400 d.C. Os estudos no local continuam, o que mostra que os cientistas ainda esperam encontrar mais história.

4. A cidade das pirâmides de Caral

Muitas pessoas acreditam que o Egito, a Mesopotâmia, a China e a Índia foram as primeira civilizações da humanidade. Não obstante, poucos sabem sobre a civilização de Norte Chico, em Supe, no Peru. Essa é a primeira civilização conhecida das Américas. A cidade principal e capital é Caral.

Em 1970 os arqueólogos descobriram que as colinas, originalmente identificadas como formações naturais, eram pirâmides. Mais ou menos 20 anos mais tarde, Caral foi completamente descoberta.

No ano 2000 foram feitos outros grandes descobrimentos. A análise mostrou que Caral é de aproximadamente 3 mil anos a. C.

3. Urkesh, a cidade perdida dos hurritas

A cidade de Urkesh, na Síria, foi fundada no quarto milênio a. C. Ela foi um importante centro da antiga civilização hurrita. Dado que a cidade foi enterrada pelas areias do deserto durante milhares de anos, ela acabou perdida nas páginas da história.

Na década de 1980, arqueólogos descobriram Tell Mosan, um monte sob o qual estavam as ruínas de um antigo templo. Dez anos mais tarde, pesquisadores concluíram que Tell Mozan era Urkesh, uma das cidades mais antigas do mundo e que acabou sendo descoberta.

2. Cidade Branca, a cidade perdida do deus Macaco

Enquanto se exploravam as densas florestas de Honduras, foram tiradas fotos aéreas em que apareciam marcas da cidade perdida dos macacos, conhecida como A Cidade Branca.

Em uma expedição terrestre, os arqueólogos descobriram pirâmides de terra e dezenas de artefatos atribuídos a essa misteriosa cultura. Em maio de 2013, uma análise adicional mostrou a presença de estruturas arquitetônicas sob a floresta. Durante o estudo, foram encontrados mais de 200 restos arqueológicos.

1. A cidade subterrânea de Derinkuyu

Derinkuyu é uma cidade subterrânea em diferentes níveis. Hoje em dia, é a maior concentração de cavernas da Capadócia, e pode ser visitada por turistas. A cidade fica embaixo de Derinkuyu, em uma zona da Turquia que tem o mesmo nome.

A cidade foi construída entre o primeiro e o segundo milênio antes de Cristo e foi descoberta em 1963. No local, durante séculos os habitantes se escondiam de povos nômades e de outros perigos. Na antiguidade, a cidade chegou a comportar 20 mil pessoas. Chegou até os 60 metros de profundidade e tinha 8 níveis.

Imagem de capa OctaviaMinor, Nevit Dilmen