Incrível
Incrível

Como foi a carreira da talentosa e bela atriz Jaime Pressly, considerada sósia de Margot Robbie

Estrela dos anos 2000, Jaime Pressly aparece hoje em dia na mídia mais frequentemente como uma espécie de sósia de Margot Robbie. As atrizes são tão parecidas que os fãs chegaram a teorizar que elas são a mesma pessoa. No entanto, enquanto Margot atua como protagonista em filmes de sucesso, Jaime recebe mais papéis coadjuvantes em séries.

Incrível.club analisou o motivo pelo qual essas duas mulheres espetaculares, tão semelhantes em vários aspectos, tiveram destinos tão diferentes.

O caminho para a fama

Aos 20 anos, Jaime, então uma modelo muito requisitada, foi convidada para estrelar o suspense Relação Indecente 3 — A Nova Sedução. Após a estreia e o sucesso do filme, a companhia cinematográfica New Line Cinema fechou contrato com ela para três séries ao mesmo tempo. Nos anos seguintes, a atriz estrelou Mortal Kombat: A Conquista, Jack & Jill e um projeto independente chamado Poor White Trash.

O caminho da australiana Margot Robbie para a fama começou de forma mais tortuosa. Seus pais se divorciaram e sua mãe, que ficou com os quatro filhos, passou por momentos difíceis. A menina trabalhou desde os 10 anos, e aos 16, já tinha três empregos. Margot poupava porque queria se mudar para Melbourne e para investir em aulas de atuação. E o esforço valeu a pena: aos 17 anos, a jovem começou a receber papéis esporádicos; aos 18 anos, atuou na série Vizinhos e rapidamente se tornou a personagem principal. Mas ela queria mais. Margot decidiu conquistar Hollywood.

Só que as coisas não foram bem na “fábrica dos sonhos”. No início, a australiana não passou na audição para o papel de Abby Simpson em As Panteras. Em seguida, conseguiu um emprego na série Pan Am (2011-2012), que foi suspensa após a primeira temporada devido à baixa audiência.

No auge do sucesso

Na virada do milênio, Jaime Pressly se tornou uma verdadeira celebridade. Ela apareceu em muitas obras cinematográficas, inclusive em filmes famosos, como Não é Mais um Besteirol Americano, interpretando Priscilla, a líder de torcida malvada da escola e Fúria em Duas Rodas, atuando como uma pilota de moto. Na década de 2000, Jaime frequentemente podia ser vista nas capas de revistas masculinas. Ousada e desafiadoramente bela, ela se tornou um verdadeiro ícone da década.

Cena do filme Não é Mais um Besteirol Americano

No entanto, em meados da década de 2000, Jaime começou a se desiludir com sua profissão. “Eu questionava se esse era o caminho que eu queria continuar trilhando. Estava cansada de viver viajando, indo e vindo o tempo todo. Eu queria um pouco de normalidade na vida”, disse em uma entrevista.

Nesse ponto, foi oferecido a Jaime um papel na série Meu Nome é Earl. Ela interpretou Joy Turner, a cínica e charmosa esposa do protagonista. Sua atuação foi um sucesso. Se antes de filmar esse seriado, ela poderia ser considerada apenas mais uma linda atriz, após o lançamento, ficou claro que ela era uma verdadeira diva da comédia.

Por seu papel como Joy, Jaime foi indicada ao Globo de Ouro e ao prêmio Screen Actors Guild e, em 2007, recebeu um Emmy. A bela considerou esse trabalho a sua maior conquista. Seu sucesso como atriz de comédia foi consolidado pelo filme Eu Te Amo, Cara, que arrecadou 92 milhões de dólares em bilheterias. A revista Rolling Stone considerou incrível a atuação de Jaime no papel de melhor amiga da protagonista.

Cena do filme Eu Te Amo, Cara

A carreira de Margot Robbie disparou após o lançamento de O Lobo de Wall Street em 2013. A jovem atriz se revelou uma verdadeira celebridade. Três anos depois, no auge de sua carreira, ela interpretou Arlequina (Harley Quinn) no filme Esquadrão Suicida. Desde então, a popularidade da diva só tem ganhado força e os papéis estão se tornando mais complexos e diversificados. Ela tem indicações ao Oscar, ao Globo de Ouro e ao BAFTA. Em 2017, foi listada pela revista Time como uma das pessoas mais influentes do mundo.

Por outro lado, a carreira de Jaime Pressly começou a declinar. Ironicamente, isso começou na década de 2010, exatamente quando Margot estava em ascensão. A “gêmea” mais velha agora só conseguia papéis em seriados como Filha Adolescente, Mãe Desesperada, Jennifer FallsMommy.

O que deu errado?

Sem dúvida Jaime é linda, inegavelmente talentosa e capaz. Então, o que a impediu de se tornar uma celebridade de Hollywood de sucesso? Provavelmente o fato de nunca ter sonhado em ser atriz. Desde a infância, ela seguiu a carreira de modelo, enquanto Margot fazia de tudo para entrar diretamente no mundo do cinema.

Os produtores a viam mais como uma modelo; então, ofereciam a ela papéis apropriados: menos atuação, mais corpo e rosto bonitos. No entanto, ela conseguiu convencer todos que merecia mais. Margot, por outro lado, inicialmente queria ser reconhecida por seu talento dramático, e não só pela aparência. A prova disso foi sua atuação no filme Eu, Tonya, em que ficou quase irreconhecível.

Jaime admite que sempre sonhou em ser mãe. “É a única coisa que tem sido consistente ao longo da minha vida e sempre foi um objetivo para mim”, disse ela em uma entrevista. E mesmo sua atuação de maior sucesso, interpretando Joy na série Meu Nome é Earl, foi um passo pensado para a maternidade, e não para o mundo do cinema. “É por esse objetivo que trabalhei tanto. Queria ter certeza de que poderia sustentar a mim e aos meus filhos”, afirmou a atriz.

Jaime agora tem três filhos. O mais velho, Dezi James Calvo, nasceu em 2007. Dez anos depois, a modelo deu à luz gêmeos: Leo e Lenon Hijazi. Ela se concentrou totalmente na maternidade e sua carreira cinematográfica ficou em segundo plano. A atriz se contenta com papéis esporádicos e, aparentemente, isso a convém. Ela, aliás, admitiu ser fã de filmes com Margot Robbie. “Acho ela ótima... Amei tudo o que ela fez”, disse a atriz sobre sua “sósia”.

Primeiro encontro entre Jaime Pressly e Margot Robbie

Concorda que elas são bem semelhantes? Lembra-se de mais alguma celebridade que tem uma sósia?

Compartilhar este artigo