Incrível
Incrível

7 Provas de que Rodrigo Lombardi merece a admiração do público

Rodrigo Lombardi é um dos atores mais requisitados do país. Desde Caminho das Índias (2009), com o inesquecível Raj Ananda, ele acumulou prestígio e papéis de destaque, se tornando uma presença constante nas telinhas brasileiras e despertando a admiração de milhares de fãs. Pensando nisso, fomos atrás de alguns motivos, que poucas pessoas conhecem, para respeitar ainda mais esse ator que, com seu talento e simpatia, conquistou o Brasil. Confira!

Não tem vergonha de mostrar sua admiração pelos colegas

É verdade que o meio profissional no qual Rodrigo vive gera muitas oportunidades para que o astro encontre seus ídolos e, aparentemente, ele aproveita todas essas ocasiões para registrar seus momentos de tiete. O Instagram do ator é repleto de imagens com colegas de trabalho, sejam eles “da velha guarda” — como Fernanda Montenegro e o saudoso Tarcísio Meira —, sejam rostos relativamente novos — como Chay Suede, Gabriel Sater e Rômulo Estrela — ou com talentos conhecidos recentemente, como Gil do Vigor e Camilla de Lucas.

Além de talentoso, é humilde

Nem só de talento vive um grande artista, e Rodrigo parece concordar com a frase. É que, mesmo passando por diversos papéis e vivendo alguns protagonistas, o ator reconhece a importância do estudo e da atualização constante na sua profissão. Ele também se mantém resiliente, aceitando fazer papéis para os quais não foi a primeira opção dos diretores e, mesmo frustrado, sabe como lidar com os nãos que recebe.

“Eu nasci no humor e achei que ia para esse lado, mas com o Raj, a minha história mudou. Era para ter mudado um pouco antes, porque eu estava escalado para fazer Maysa, no papel de Ronaldo Bôscoli. Fiz aquele teste com vontade, passei e quando veio a notícia de que eu não iria mais fazê-lo, eu não queria ir para a novela. Falei para o Jayme, que era o diretor: ’Dá teu jeito! Você tá vendo que eu estou a fim do papel, ele é incrível, está muito bem escrito’. E ele falou: ’Não vou conseguir te segurar. Mas se prepara, porque a tua vida vai mudar. Vai para casa e espera’”, contou.

Gosta de desafios e não se acomoda

Seja aceitando papéis com pegada humorística, seja dando vida a mocinhos queridos pelo público ou interpretando personagens que despertam sentimentos dúbios nos telespectadores, Rodrigo Lombardi mostrou que adora um desafio quando se trata de sua vida profissional, construída com bastante versatilidade. Além da atuação nas telas, o ator tem duas outras paixões: o trabalho como dublador e a atuação em musicais.

“Eu sou apaixonado por dublagem. Eu amo fazer, se eu pudesse, viveria disso. Não sei se tenho o talento para viver de dublagem, mas quando estou ali, eu adoro fazer”, conta.

Os musicais eram um sonho antigo de Rodrigo, que relembra: “Na primeira vez em que fui ao teatro, meu pai me levou para ver um musical, Cabaret. Eu devia ter uns 9, 10 anos. Saí maluco com aquilo, mas sem entender nada. Muito tempo depois, fui assistir Les Miserables e pensei: ’Um dia eu quero fazer isso’. Desde 2002, fui assistir a todos os musicais que estrearam, sou apaixonado pelo gênero. Em 2014, comecei a estudar canto e hoje estou aqui, vivendo esse sonho”, diz. O ator viveu o barbeiro Sweeney Todd em Sweeney Todd — O Cruel Barbeiro da Rua Fleet, musical que estreou em 2022.

É cauteloso com o dinheiro

Quem vê o sucesso de Rodrigo pode até pensar que o ator gosta de esbanjar em sua vida pessoal. Se você é uma dessas pessoas, não poderia estar mais enganada. É que, quando se trata de dinheiro, o ator mantém os pés no chão e procura deixar as lembranças de sua trajetória de vida sempre vivas.

“Não é porque você tem que pode desperdiçar. Comprei minha casa, que estou reformando, e procuro fazer, quando dá tempo, uma viagem bacana. Também tenho um bom carro. O resto invisto em escola de qualidade, natação do meu filho e diversão em família. Não alimento grandes ambições financeiras”, revela.

“Eu já desisti da carreira para ajudar meu pai, que estava doente. Era ele quem sustentava a família. Eu comecei a ir com ele porque não tinha mais condição (financeira) de ir ao teatro estudar. Aí, meus professores me falaram: ’Você não pode parar agora que aprendeu. Se você não tem dinheiro, a gente vai te dar um emprego. Você vai ter de aprender a afinar e desmontar um refletor, a montar e desmontar o palco, operar um som. E vai ter de acompanhar todos os ensaios daqui’. Foi a grande escola da minha vida!”, conta.

Não mede esforços quando se trata do filho

Apesar de ser cauteloso com o dinheiro, Rodrigo não tem medo de investir no futuro, principalmente quando se trata do único filho. O ator contou que montou uma empresa de educação só por causa do filho: “Sou preocupado com o futuro dele. Várias gerações que acham que o celular é o melhor amigo das pessoas e eu tento dissociar meu filho disso. Em 30 anos, 80% dos empregos que a gente conhece não existirão mais, então estamos preparando nossos filhos para quê?”, reflete.

É discreto, mas não tem vergonha de demonstrar o amor pela esposa

Rodrigo Lombardi prefere manter a discrição nas redes sociais, quando o assunto é o seu casamento. O ator se apaixonou pela maquiadora Betty Baumgarten quando ambos trabalhavam em Bang Bang (2005), sua primeira novela na Globo, e seguem juntos desde então. Apesar disso, a união já passou por rumores de crise. No entanto, o ator não esconde a mulher nem tem vergonha de demonstrar todo seu amor em público.

Ele já declarou que, apesar de estarem juntos há bastante tempo, ainda sentem ciúmes um do outro e conta como a mulher encara as cenas mais provocantes que ele protagoniza: “Minha esposa tem ciúme e eu até acho gostoso que tenha. Mas ela diz que, pior do que assistir às cenas mais quentes que eu faço, é vê-las quando tem gente por perto. Isso porque, quando eu beijo uma atriz, todo mundo olha para ela e não para a TV. Eu também sou um cara ciumento, mas sou um bom ator e não demonstro”, brincou.

Ama os animais e as plantas

O ator tem vários pets e não se cansa de postar fotos com eles nas redes sociais. Ele já chegou a dizer que chegar em casa e ser recebido pelos peludos é um dos melhores momentos do dia. Mas ele também sabe que os bichos dão trabalho e, algumas vezes, podem encurtar a paciência. Mesmo assim, ele continua amoroso: “Ela fez xixi no tapete. Saímos da sala e dei esse abraço. É sempre assim. Depois disso, olhei pro tapete. É só um tapete. Obrigado Senhor! Meus ruivos são demais!”

As plantas são uma paixão mais recente. O ator disse que seu pai amava flores e plantas, e que ele está aprendendo a entendê-las agora, com o bonsai Gaia: “Gaia ganhou casa nova! [Estou] amando cuidar do nosso bonsai”, disse.

Na sua opinião, qual personagem interpretado por Rodrigo Lombardi foi inesquecível? Gostaria de ver um artigo assim sobre outro artista brasileiro? Qual? Deixe sua resposta nos comentários!

Incrível/Famosos/7 Provas de que Rodrigo Lombardi merece a admiração do público
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos