Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

14 Vezes em que Bollywood se inspirou em produções hollywoodianas

A indústria cinematográfica indiana é muito próspera e popular. Desde 2007, o país tem sido considerado líder em termos de número de filmes produzidos: em 2018, por exemplo, a Índia produziu 2.446 longas. O valor total da indústria cinematográfica local em 2019 foi estimado em 180 bilhões de rupias indianas. No entanto, o sucesso não salva o cinema indiano dos problemas, em particular, o fato de que muitos filmes são remakes ou apenas cópias dos de Hollywood. No entanto, é importante destacar que muitas dessas produções fizeram um tremendo sucesso com o público.

Incrível.club decidiu listar quais filmes de Hollywood serviram de inspiração para a indústria indiana e como eles foram adaptados a cultura do país. Alguns títulos ainda não possuem versão para o português. Confira!

1. O Profissional (1994) e Bichhoo (2000)

Na versão indiana de O Profissional, Mathilda tem cerca de 18 anos, enquanto seu “professor de crime” tem por volta de 30. Como resultado, a produção indiana tem um forte componente amoroso na trama. O enredo principal permanece o mesmo: a garota perde seus pais por causa da violência das gangues e, querendo vingança contra os infratores, encontra um assassino que a ensina os artifícios do ofício.

2. Rain Man (1988) e Yuvvraaj (2008)

O enredo foi praticamente todo copiado: o personagem principal, junto de seu irmão, herda apenas migalhas do seu falecido pai, e a maior parte da herança é deixada para um outro irmão, que sofre de autismo. Com várias manobras enganosas, os personagens tentam tirar o dinheiro do irmão, mas acabam se aproximando dele. No entanto, o diretor indiano acrescentou uma poderosa mensagem de amor e algumas reviravoltas inesperadas na trama.

O personagem principal na versão indiana perde o direito de ver a filha após se divorciar de sua esposa (e na versão hollywoodiana havia 3 filhos). Disfarçado de mulher, o protagonista consegue um emprego como babá na casa da sua ex-mulher.

4. Assédio Sexual (1994) e Aitraaz (2004)

Na trama original, o enredo gira em torno de uma acusação falsa de assédio: o personagem principal trabalha com uma ex-namorada em um escritório, e em uma ocasião, ela tenta forçar uma relação íntima com ele. Mas após rejeitá-la, a mulher presta uma queixa contra o ex-namorado o acusando de assédio. A versão de Bollywood é um pouco mais complicada na questão da relação entre os personagens, mas a trama principal é preservada: a mulher rejeitada acusa o protagonista de assédio.

Na versão de Hollywood, Clyde conhece Bonnie quando, durante a Grande Depressão, ele tenta roubar o carro da mãe dela. Cansada de uma vida entediante e sem esperança, ela decide embarcar em uma jornada de roubos e assaltos com ele. A produção indiana é ligeiramente diferente: um menino e uma menina que cresceram na extrema pobreza se conhecem e decidem deixar seus pais para se tornarem criminosos de primeira classe.

Nesse caso, o filme indiano é um pouco diferente do original. Principalmente porque os diretores indianos incluíram um novo personagem na trama — uma garota que vai para a prisão filmar um documentário sobre 3 prisioneiros que enfrentam a pena de morte, e ajuda um deles a escapar.

7. Scarface (1983) e A vingança de Vijay (1990)

A cópia indiana do filme ocidental tem seu próprio remake também indiano — Agneepath (2012). O centro de todos esses filmes é o mesmo: uma pessoa envolvida em atividades ilegais.

Dois heróis malandros enganam membros de uma máfia perigosa. As consequências são trágicas: um deles morre, e o segundo tem de fazer o possível para salvar a própria vida.

9. Lolita (1997) e Nishabd (2007)

No filme, um fotógrafo de 60 anos se alegra com a chegada da filha em casa, mas é a amiga dela que acaba roubando sua atenção. Com o tempo, essa atenção se transforma em um sentimento. A Lolita indiana tem pelo menos 18 anos. É difícil não perceber uma alusão a outro filme de Hollywood — Beleza Americana, embora o próprio diretor do longa afirme que sua criação não pode ser chamada de um remake de nenhum dos dois filmes hollywoodianos.

O relacionamento de Clarissa e Dr. Lecter foi relembrado de várias formas nesse remake. Uma jovem e inexperiente funcionária do serviço de inteligência indiano conhece um assassino chamado O Professor (a versão indiana de Hannibal Lecter, só que sem o vício em canibalismo), que a ajuda a capturar um maníaco que estava à solta. Um relacionamento é estabelecido entre a garota e o assassino, terminando em uma verdadeira tragédia.

O enredo é exatamente o mesmo de Hollywood. O contador está apaixonado pela própria chefe, mas por causa da sua timidez não consegue se declarar para ela. Portanto, ele contrata um “guru” do amor que ajuda homens a conquistar os corações de suas amadas. Na versão de Bollywood, tem até mesmo a famosa cena com um jet ski, porém, um pouco mais espetacular.

O filme de Bollywood pegou emprestado a premissa em relação ao personagem principal do filme Sociedade dos Poetas Mortos. O professor de música que busca transformar a forma como um prestigiado internato masculino ensina seus alunos. Mas se John Keating ensina literatura e arte aos seus estudantes, o professor indiano ensina como os meninos podem conquistar adequadamente os corações das mulheres.

13. O Poderoso Chefão (1972) e Sarkar (2005)

No centro do enredo do filme indiano está uma grande máfia que tenta restaurar a ordem em seu território. Para isso, o chefão entra em confronto com outra gangue criminosa e envolve seu próprio filho nesse conflito.

14. Uma Linda Mulher (1990) e U R My Jaan (2011)

Segundo o roteiro indiano, a heroína vem de uma família de classe média e tem o sonho de conquistar Bollywood. Infelizmente, a garota enfrenta vários obstáculos para realizar esse sonho, mas em um determinado momento encontra um homem incrivelmente rico.

Você já assistiu a algum filme indiano? Quais características mais chamam a atenção nos filmes de Bollywood? Conte para a gente na seção de comentários.