12 Famosos que não encaixavam nos estereótipos de Hollywood e hoje são grandes astros do cinema

Para muitas pessoas a fama representa um mundo de fantasia e de beleza. Isso acontece principalmente porque, todos os dias, vemos atores “perfeitos” em filmes e séries, com corpos musculosos, cabelos sempre arrumados e sorrisos invejáveis. No entanto, isso não é uma regra. Algumas celebridades se destacam por seus outros incríveis e valiosos atributos, entre eles talento e carisma. São exemplos de famosos que conseguiram vencer os estereótipos e conquistaram seu lugar na indústria do entretenimento.

Incrível.club fez uma lista com algumas personalidades que vão além dos padrões de beleza e se destacam pelo talento e pelo carisma em frente às câmeras. Confira quem são elas!

1. Amy Schumer

Amy Schumer é muito conhecida pelas comédias românticas, mas essa talentosa atriz começou a carreira em shows de stand-up. Depois de alguns pequenos papéis no cinema e na televisão, se lançou de vez no mundo da fama com o filme Sexy Por Acidente (2018). Amy precisou enfrentar críticas relacionadas ao seu aspecto físico, mas sempre respondeu com muito bom humor e por isso se transformou em um modelo para muitas jovens.

2. Peter Dinklage

Aclamado por sua impressionante interpretação na série Game of Thrones, esse ator americano de cinema e teatro precisou enfrentar algumas limitações por conta de sua estatura. Contudo, com uma trajetória de mais de 20 anos, hoje ele é um dos atores mais famosos no mundo do showbizz e é uma prova de que, para transformar um sonho em realidade, o tamanho definitivamente não importa.

3. Yalitza Aparicio

Conhecida principalmente por sua bela participação no filme Roma (2018), essa atriz mexicana foi muito premiada e é a primeira indígena a ser indicada ao Oscar, o que simboliza uma grande quebra de paradigma. A revista Time a incluiu entre as dez maiores atuações de 2018 e ela foi contemplada na lista de cem mulheres mais influentes de 2019 pela BBC por seu trabalho em promover a igualdade de gênero, os direitos das comunidades indígenas e a proteção constitucional das empregadas domésticas.

4. Octavia Spencer

Além de atuar no cinema, na televisão e no teatro, Octavia é roteirista. Ela tem um Globo de Ouro, um BAFTA, três prêmios do Sindicato dos Atores e um Oscar, este último por sua impressionante interpretação no filme Histórias Cruzadas (2011). Grande parte dos papéis que a atriz interpretou envolve preconceitos raciais, mas ela encara isso como uma forma de tentar mudar a realidade. Em uma entrevista, Octavia disse o seguinte: “espero que muitas atrizes de cor, qualquer cor, também possam sonhar em chegar o mais longe possível. Espero que minha vitória sirva de esperança, porque eu não represento a típica beleza de Hollywood”.

5. Rebel Wilson

A australiana Melanie Elizabeth Bownds, mais conhecida como Rebel Wilson, é atriz, comediante, cantora e produtora. O reconhecimento veio após a participação em A Escolha Perfeita (2012), papel que lhe rendeu o MTV Movie Awards na categoria Revelação. Além disso, ela conquistou, junto com suas colegas de elenco, o prêmio de melhor canção. Rebel é um exemplo de carisma e bom humor na hora de lidar com o seu aspecto físico. Recentemente, ela divulgou sua rotina de exercícios e passou a servir de modelo para muitas jovens.

6. Rossy de Palma

Essa atriz espanhola ficou muito famosa pelos papéis que interpretou nos filmes do premiadíssimo diretor Pedro Almodóvar, entre eles o clássico Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos.​ Conhecida como uma das Chicas Almodóvar (“Garotas Almodóvar”, em tradução livre), Rossy e outras atrizes escolhidas pelo diretor se destacam no cinema espanhol por não seguirem um padrão de beleza. No entanto, a força delas está na classe, na originalidade e, sobretudo, no talento. Com mais de 30 anos de carreira, Rossy de Palma continua sendo uma das maiores celebridades da Espanha.

7. Whoopi Goldberg

Whoopi Goldberg é uma das poucas celebridades a ganhar os quatro prêmios mais importantes da indústria do entretenimento nos Estados Unidos: Emmy, Grammy, Oscar e Tony. Com mais de 40 anos de carreira, a atriz ficou famosa pelo filme A Cor Púrpura, papel que lhe rendeu um Globo de Ouro de melhor atriz de drama. A partir daquele momento, sua carreira decolou com um sucesso atrás do outro. No entanto, ela também precisou enfrentar muitos preconceitos em Hollywood. No Oscar de 2016, Whoopi foi alvo de muitas críticas a respeito do seu corpo, de suas roupas, dos acessórios que usou e de sua visível tatuagem. A atriz tem se mantido um pouco distante de Hollywood nos últimos anos e passou a dar mais importância ao seu trabalho como apresentadora de televisão e escritora.

8. Jack Black

Jack Black é ator, músico e comediante e conquistou o coração de pessoas de diferentes gerações com o filme Escola de Rock, interpretação que lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro como melhor ator de comédia ou musical. Em um primeiro momento, poderíamos pensar que a aparência do ator seria um motivo de preconceito. No entanto, em 2016, o ator fez uma declaração que revelou outro problema: “o Oscar não valoriza comediantes”. Segundo ele, a habilidade de divertir as pessoas não é valorizada em Hollywood.

9. John Bradley-West

Esse ator britânico é conhecido por interpretar Samwell Tarly na série Game of Thrones. Em uma entrevista para o programa de Conan O’Brien, ele agradeceu os produtores da série e disse que o papel foi fundamental para aprender a aceitar e a lidar com o próprio corpo, já que os produtores procuravam justamente alguém com o perfil dele.

10. Josh Gad

Além de ator e comediante, Josh é cantor e é muito conhecido por dar voz ao personagem Olaf no filme Frozen — Uma Aventura Congelante, trabalho que deu a ele dois prêmios Annie Awards. O ator afirmou que o começo da carreira não foi fácil. No entanto, uma frase de sua mãe fez com que ele encarasse a profissão de outra forma: “estou decepcionada com você. Você passou 15 anos sonhando com isso e apenas três tentando. Acho que se render agora é covardia”. O incentivo foi fundamental para Josh continuar tentando. Ele reconhece que tudo que viveu o ajudou a refletir sobre o que o trabalho representa e sobre quais são seus objetivos. Hoje, o ator se sente muito mais feliz e orgulhoso de suas conquistas.

11. Ron Perlman

O personagem mais conhecido do ator é Hellboy. Com mais de 40 anos de carreira, Ron já declarou que se sente o oposto dos atores de Hollywood; além disso, afirmou que a indústria do cinema nos Estados Unidos sempre dá mais importância a filmes de super-heróis ou sobre temas que geram grandes bilheterias. O talento de Ron foi fundamental para que conseguisse trabalhos em filmes e programas de televisão e para que fosse chamado para dar voz a personagens de desenhos animados e de games.

12. Ken Jeong

Ken Jeong ficou famoso por interpretar Leslie Chow na trilogia Se Beber, Não Case. Aparentemente, a esposa dele previu que a nudez do filme seria um sucesso, sobretudo porque faria com que o público masculino voltasse para casa satisfeito com o próprio corpo. Esse grande comediante nunca deixa passar a oportunidade de fazer uma piada sobre seus próprios defeitos. A “loucura” e a espontaneidade foram os ingredientes necessários para que ele passasse a ser considerado um dos maiores comediantes da indústria do cinema da atualidade.

Como você enxerga a participação desses atores nos filmes de Hollywood? Em sua opinião, que outros profissionais da TV e do cinema se destacam pela maneira natural de lidar com o próprio corpo?

Compartilhar este artigo