Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 Atores que se candidataram a papéis famosos, mas tiveram menos sorte que os colegas de profissão

1---
15k

Um ator pode abrir mão de um papel promissor tanto por vontade própria como por decisão do diretor. O motivo mais comum e óbvio é a agenda cheia, mas nunca é possível saber se as justificativas apresentadas são coerentes. A idade e o perfil do ator também pesam na hora de selecionar um candidato. Pode parecer que os jovens são bem-vindos em todos os filmes, mas não no caso, por exemplo, de Katee Sackhoff, que queria atuar em Os Oito Odiados, de Tarantino, mas ficou de fora justamente pela idade. Também há situações em que o candidato está na mira para interpretar um papel, mas o diretor acaba enfrentando a indignação pública: “Como esse ator poderia ser escalado!?”

O Incrível.club entrou nos bastidores da indústria cinematográfica e descobriu quais candidatos famosos acabaram ficando de fora de papéis icônicos.

Leonardo DiCaprio — Coringa (Coringa, 2019)

Por que não atuou: o diretor mudou. Em 2017, começaram a surgir boatos sobre o filme, que deveria ter sido produzido por Martin Scorsese. Em seguida, o público começou a falar sobre Leonardo DiCaprio encarnar o eterno inimigo de Batman.

Quem conseguiu o papel: Joaquin Phoenix. Como resultado, Todd Phillips se tornou o diretor da obra e Scorsese deixou a produção. Apesar de a Warner Bros. ter insistido com Phillips na escalação de DiCaprio, ele permaneceu firme na decisão de não selecionar ninguém diferente de Phoenix.

O diretor passou cerca de três meses pedindo para que o ator aceitasse o papel, pois Joaquin tinha receio de atuar em uma obra que poderia se tornar mais um filme de super-heróis. Ele se sentiria mais à vontade interpretando o papel em um filme chamado Arthur. Phillips afirmou que, antes do início das filmagens, ainda havia uma série de dúvidas sobre o personagem. O resultado todo mundo conhece: sucesso de crítica e público e um Oscar de melhor ator para Phoenix.

Kate Winslet — Sarah Churchill, duquesa de Marlborough (A Favorita, 2018)

Por que não atuou: recusou o papel por escolher outra produção. Kate Winslet é considerada uma das atrizes mais brilhantes de sua geração. A atriz costuma atuar em uma média de 2 a 3 filmes por ano, nos quais desempenha papéis principais. Porém, recusou o papel em A Favorita, preferindo estrelar com o lendário Woody Allen em Roda Gigante.

Quem conseguiu o papel: Rachel Weisz. Yórgos Lánthimos, diretor de A Favorita, já tinha trabalhado com Weisz atuando como protagonista em O Lagosta. O trabalho em equipe com Colin Farrell acabou sendo muito bem-sucedido, por isso escalar essa atriz britânica talentosa mais uma vez foi uma escolha previsível.

Tom Hardy — Jafar (Aladdin, 2019)

Por que não atuou: indignação pública. Guy Ritchie, diretor do remake, e o ator Tom Hardy já trabalharam juntos em RocknRolla — A Grande Roubada. Richie adora a atuação de Hardy, então queria vê-lo mais uma vez em seus filmes, incluindo Aladdin. Além disso, recentemente ele tem lançado filmes com bilheterias desastrosas e um medalhão como Hardy teria sido muito bem-vindo no elenco. Mas o público discordou.

Assim que as informações sobre a provável aparição de Hardy como Jafar começaram a circular na rede, comentários negativos sobre uma escolha tão fracassada e acusações de “embranquecer” o protagonista não demoraram a aparecer.

Quem conseguiu o papel: Marwan Kenzari. A equipe de produção levou em consideração a opinião pública e mudou de ator. Ele não parece tão popular quanto Hardy, mas já atuou em algumas produções notáveis, tais como Assassinato no Expresso do Oriente, baseada no romance policial de Agatha Christie. Os espectadores gostaram de Kenzari e até o chamaram de “Jafar bonitão”.

Emma Stone — Meg March (Adoráveis Mulheres, 2019)

Por que não atuou: participou de campanhas promocionais de outra produção. Desde o início, Greta Gerwig, diretora de Adoráveis Mulheres, queria que Emma Stone protagonizasse uma das irmãs March. A atriz também estava disposta a participar das gravações, mas recusou, pois passou a viajar no intuito de apresentar A Favorita de Lánthimos.

Quem conseguiu o papel: Outra Emma, a Watson. Stone havia sido escalada para interpretar Beth, mas assim que abriu mão do papel, foi substituída por Watson e os papéis foram distribuídos de acordo com o novo elenco. No fim das contas, a ex-Hermione Granger se tornou Meg March.

Chris Evans — Danny Torrance (Doutor Sono, 2019)

Por que não atuou: falhou no teste. Stephen King é cético em relação às adaptações de seus romances, especialmente depois de O Iluminado, de Kubrick, que ele chamou de “um Cadillac grande e bonito, mas sem motor”. Em 2013, King lançou uma continuação da sua obra, Doutor Sono. Em seguida, o estúdio Warner Bros. comprou os direitos para a adaptação cinematográfica.

Muitos atores se candidataram para interpretar o papel de Danny Torrance, incluindo Chris Evans, que infelizmente, não teve sorte.

Quem conseguiu o papel: Ewan McGregor. O próprio King escolheu McGregor na multidão de atores que queriam ganhar o cobiçado papel.

Katee Sackhoff — Daisy Domergue (Os Oito Odiados, 2015)

Por que não atuou: era muito jovem. Katee Sackhoff foi uma das principais candidatas ao papel da prisioneira. Ela já tinha começado a ensaiar uma parte do texto, quando foi tomada a decisão da substituição da atriz, por ser jovem demais para essa personagem, fazendo com que Katee deixasse a produção de Tarantino.

Quem conseguiu o papel: Jennifer Jason Leigh. A atriz foi indicada ao Globo de Ouro e ao Oscar por interpretar Daisy Domergue com sucesso.

Joaquin Phoenix — Kevin Crumb (Fragmentado, 2016)

Por que não atuou: estava envolvido em outra produção. No início, M. Night Shyamalan, diretor de Fragmentado, sugeriu que o papel de protagonista do filme fosse interpretado por Phoenix. Eles já tinham trabalhado juntos: nos filmes SinaisA Vila. Ninguém sequer cogitou que Joaquin deixaria a produção, especialmente alegando que estaria com a agenda cheia.

Quem conseguiu o papel: James McAvoy. O ator também tinha outros compromissos, mas conseguiu organizar a agenda. Shyamalan ficou feliz e, em uma entrevista, ressaltou que McAvoy se tornou um verdadeiro achado para o filme.

Aaron Taylor-Johnson — Gary “Eggsy” Anwin (Kingsman: Serviço Secreto, 2015)

Por que não atuou: estava participando das gravações de Godzilla. Aaron Taylor-Johnson era o favorito para o papel de Eggsy. O diretor Matthew Vaughn queria vê-lo no seu filme, mas a agenda cheia do ator se tornou um obstáculo, o que acontece com muita frequência — vide o caso anterior, de Fragmentado. Apesar de não atuar nesse filme, Taylor-Johnson estrelou a história dos agentes de Kingsman, que será lançada em fevereiro de 2020.

Quem conseguiu o papel: Taron Egerton. O ator despertou o interesse de Matthew Vaughn com sua “aparência única” e atuou com maestria, preparando-se cuidadosamente para as gravações. Taron passou alguns meses na academia voltando à forma, e definitivamente, o resultado valeu o esforço.

Saoirse Ronan — Queenie Goldstein (Animais Fantásticos e Onde Habitam, 2016)

Por que não atuou: não passou no teste. A competição entre as candidatas ao papel de Queenie Goldstein foi intensa. Também não deu para Saoirse Ronan, Lili Simmons e Dakota Fanning. Naquele momento, Eddie Redmayne já tinha sido aprovado, e nas audições leu o texto junto com as atrizes que queriam se tornar a bruxa Queenie.

Quem conseguiu o papel: Alison Sudol. Como resultado, a atriz menos famosa foi escalada; no entanto, a falta de fama não a impediu de se tornar a favorita do público e dos fãs de J. K. Rowling.

Sean Penn — John Fitzgerald (O Regresso, 2015)

Por que não atuou: mais um caso de agenda cheia. Leonardo DiCaprio e Sean Penn deveriam protagonizar o drama O Regresso, dirigido por Alejandro Iñárritu. Ao mesmo tempo que o Di Caprio teve sucesso (conquistando, inclusive, um Oscar), Penn teve de deixar a produção. Alguns anos antes do início das gravações, Sean e Alejandro tinham discutido o enredo do filme. Mas quando chegou a hora, Penn teve de deixar esse filme por conta de outra produção.

Quem conseguiu o papel: Tom Hardy. DiCaprio teria ligado para Hardy e contado sobre as gravações, sugerindo que lesse o roteiro. Tom aceitou o papel logo depois de conhecer melhor o personagem e o enredo.

Beyoncé — Ally (Nasce uma estrela, 2018)

Por que não atuou: ficou grávida. O diretor da quarta adaptação cinematográfica da história de uma cantora talentosa e um cantor famoso de música country deveria ser Clint Eastwood. Ele queria que Beyoncé atuasse como protagonista. A cantora aceitou o papel, mas as gravações foram adiadas devido à gravidez. No entanto, quando a filha nasceu, a diva pop não conseguiu encontrar tempo para participar da produção.

Quem conseguiu o papel: Lady Gaga. No início, Bradley Cooper deveria desempenhar apenas o papel de Jackson Maine no filme a ser dirigido por Eastwood. Mas o próprio Cooper acabou dirigindo a produção. Gaga o encantou com sua voz, cantando durante um evento de caridade em Los Angeles. Naquela noite, foi tomada uma decisão: a cantora ganhou o papel de protagonista.

Qual dos atores e atrizes você gostaria de ter visto atuando? Em sua opinião, existiam candidatos melhores para assumir os papéis listados?

1---
15k