Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Dados curiosos sobre a família real britânica

1---
71k

De todas as monarquias que há no mundo a britânica talvez seja a mais popular. Pessoas de diferentes partes do mundo adoram acmpanhar a vida da realeza, de seus filhos e netos, e quase nada passa despercebido aos olhos de curiosos de diferentes países. Hoje, trazemos algumas respostas às muitas perguntas sobre a famosa família Windsor.

10. Quantos são os membros da família real britânica?

A família real britânica tem 15 membros.

As pessoas que têm títulos: Elizabeth II e seu marido Philip; seus filhos (Charles, Anne, Andrew e Edward); seus netos (William, Harry, Beatrice, Eugenie, James e Louise); seus bisnetos (George e Charlotte) e Margareth, a irmã da rainha.

Além desses, há outras 15 pessoas que são familiares de primeiro grau da rainha. Mas eles não têm os mesmos títulos.

9. O que a rainha faz durante o dia?

Em geral, a rainha acorda às 7h30. Ela toma um chá sem açúcar, biscoito da marca 'Mary' e leite. Como os gostos não são divulgados, não sabemos de que marca é o chá. Algumas pessoas dizem que é Earl Grey, outras que é English Breakfast.

Às 8:30h a rainha toma café com seu marido, o duque Felipe de Edimburgo (Philip), na sala com vista para os jardins do Palácio de Buckingham. Geralmente sobre a mesa há iogurte, torradas e geleia. Enquanto toma café, ela lê alguns jornais.

Após o café, a rainha tem reuniões informativas com seus ajudantes. Entre outras coisas, ela lê pessoalmente as mais ou menos 200 ou 300 cartas que precisam ser enviadas diariamente. Depois, ela tem reuniões oficiais e eventos que vão até tarde.

Até mesmo antes de dormir ela se ocupa de assuntos nacionais. Todos os documentos com os temas principais do dia são levados a ela em uma caixa vermelha.

8. A joia favorita da rainha

Um colar com 3 voltas de pérolas costuma ser usado pela rainha, é quase a sua carta de apresentação. Quando ela tinha 10 anos, ganhou o colar de seu avô e ele se transformou em seu favorito.

Algum tempo depois, sua avó lhe deu de presente brincos de pérolas que até hoje combinam com o colar e formam parte da imagem da rainha.

7. A tradição da mudança de nome com a ascensão ao trono

Há muito tempo os monarcas de diferentes países recebem outro nome quando assumem o trono. Essa tradição também existe na Grã Bretanha. Antes da coroação, a rainha Vitória se chamava Alexandrina, e o nome do rei Jorge era Alberto. Elizabeth II preferiu não mudar de nome, já que se trata de uma decisão e não de uma obrigação.

Claro que muitos partidários da tradição continuam lembrando a rainha de sua decisão. Em 2002, nas vésperas do aniversário número 50 do dia que assumiu o trono, ela recebeu várias cartas dos veteranos do Partido Nacional Escocês que já era hora de mudar de nome. Mas não parece disposta a fazê-lo.

6. Confusão com os títulos

Frequentemente, Elizabeth II é chamada de rainha da Inglaterra, mas isso não é correto. Em primeiro lugar, ela é a monarca de todo o Reino Unido, da Grã Bretanha e da Irlanda do Norte. A Inglaterra é apenas parte disso. Aliás, a diferença enre Grã Bretanha e Reino Unido é que este último inclui, além de Inglaterra, Escócia e País de Gales, a Irlanda do Norte, que não fica na mesma ilha.

Em segundo lugar, um monarca britânico também tem poder sobre outros países, como Austrália, Antígua e Barbuda, Bahamas, Barbados, Belize, Granada, Canadá, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, São Vicente e Granadinas, Saint Kitts e Nevis, Santa Lúcia, Ilhas Salomão, Tuvalu e Jamaica. Ela é a rainha desses 16 Estados.

A confusão é a mesma com respeito às princesas. Lady Di, após o casamento com o príncipe Charles, começou a ser chamada de princesa. Mas ela não era princesa de nascimento.

Kate Middleton, casada com o príncipe William, também não nasceu princesa. Ela se casou com o duque de Cambridge e por isso seu título oficial é duquesa de Cambridge.

5. O que fazem os príncipes quando não resolvem assuntos da realeza?

Durante os últimos dois anos, o príncipe William trabalhou na East Anglian Air Ambulance. Sua jornada de trabalho era de aproximadamente 20 horas semanais. O duque depositava todo o seu salário em uma conta de uma fundação de caridade. Em 27 de março de 2017, ele deixou o trabalho de piloto.

A carreira de piloto do príncipe William começou em 2008, quando ele entrou na Força Aérea Britânica. Trabalhou até 2014. Hoje, aos 35 anos, ele continua sendo o segundo na linha sucessória do trono, e tem intenção de se dedicar completamente à casa real e ao futuro da monarquia britânica.

O príncipe Harry também fez uma carreira militar. Ele se formou na Academia Real de Sandhurst. Ele esteve duas vezes no Afganistão, uma vez como co-piloto de um helicóptero militar.

Também participou em exercícios anti-terroristas das forças armadas na Austrália. Por razões de segurança, precisou sair do exército, e passou a organizar competições esportivas na Grã Bretanha para os militares feridos durante operações.

4. Como os membros da família se dirigem à rainha Elizabeth II?

Segundo fontes oficiais, os membros da família têm diferentes privilégios para se dirigir a ela. O seu marido a chama de Lilibet. Era assim que ela se chamava quando era muito pequena e não conseguia pronunciar a palavra 'Elizabeth'.

Os outros adultos da família real precisam dizer 'Sua Majestade'. Até mesmo seu filho Charles deve seguir essa formalidade antes de usar uma palavra carinhosa como 'mommy'.

Os bisnetos têm regras menos rígidas. O príncipe Jorge a chama de Gan Gan. A palavra vem de 'Great-Grandmother' (bisavó).

3. A rainha é um exemplo de pessoa que sabe economizar

Elizabeth II é muito conhecida como uma pessoa que pouco esbanjadora. Além disso, ela nunca se esquece de apagar a luz ao sair de um quarto, e exige que todos façam o mesmo. Ela também usa o mesmo vestido por muito tempo.

Ela gosta de usar um esmalte barato, descoberto por ela em Essie em 1989.

Elizabeth encontrou uma boa combinação de cor discreta (rosa claro que contrasta com cores fortes nas roupas) e um preço barato: apenas 9 dólares.

2. Que países a rainha visita com mais frequência?

Os representantes do Palácio de Buckingham informam que todas as viagens da rainha para o exterior seguem as recomendações do governo britânico. Portanto, ela costuma ir a países com os quais o governo tem interesse em falar.

Nos 65 anos como rainha, Elizabeth II fez mais de 120 viagens oficiais. Visitou o Canadá 27 vezes e a Austrália 18 vezes.

1. A escandalosa foto da rainha com a saudação fascista

Em 2015, o jornal britânico Sun publicou uma foto de 1933 em que Elizabet II, naquele então com 7 anos, sua irmã, sua mãe e seu tio levantavam a mão no que parecia ser uma saudação nazista.

Não se sabe ao certo como a imagem chegou ao jornal. Os representantes da Família Real expressaram sua decepção com o jornal e afirmaram que é sempre importante olhar para o contexto em que um gesto é realizado.

"Ninguém naquele momento poderia prever os acontecimentos futuros. Dar a essa ação alguma interpretação é fugir da verdade", disseram representantes da realeza.

Bônus: os traços da realeza são passados de geração em geração

Quando jovem, Elizabeth II (cujo nome, em português, pode ser traduzido como Isabel) era muito parecida com a avó Maria, esposa do rei Jorge V. Hoje, todos dizem que Charlotte, filha de William, se parece muito com a rainha.

Imagem de capa eastnews
1---
71k