10 Celebridades brasileiras que ganharam prêmios internacionais e enchem o Brasil de orgulho (+ bônus)

O Brasil é rico em cultura e arte e tem vários representantes reconhecidos no mundo inteiro. Prova disso são os prêmios entregues aos nossos artistas em cerimônias de diferentes países. Quando isso acontece, o coração de muitos brasileiros se enche de orgulho e dá aquela sensação boa de compartilhar essa realização.

Para homenageá-los, o Incrível.club selecionou alguns artistas brasileiros que mandam muito bem em premiações pelo mundo afora. No fim, preparamos um bônus com duas estrelas que atualmente brilham no exterior e que prometem trazer muitas alegrias ao nosso povo.

Fernanda Montenegro

Apesar de ser conhecida como a grande dama do teatro brasileiro, seus maiores prêmios internacionais vieram pelo cinema e TV. Em 1999, Fernanda se tornou a única brasileira a ser indicada para o Oscar. Já em 2013, foi a primeira a ganhar o Emmy Internacional de Melhor Atriz em Televisão, pelo papel de Dona Picucha, no especial Doce de Mãe, da Rede Globo. Também, durante sua longa carreira, foi premiada em festivais na França, Alemanha, Rússia e Estados Unidos.

Alice Braga

Alice já atuou em filmes famosos de Hollywood, como Eu Sou a Lenda, PredadoresElysium, além das obras nacionais Cidade de DeusCidade Baixa. Inclusive, por este, ganhou um prêmio no Miami International Film Festival. Também, foi indicada quatro vezes para o Imagen Awards, conhecido como Globo de Ouro Latino, e ganhou o Latino Media Awards pelo seu papel na série Queen of the South. Em 2018, foi convidada a ser jurada da Academia do Oscar, assim como nossa próxima celebridade.

Carlinhos Brown

Cantor, compositor, percussionista e produtor, Carlinhos já foi pedreiro e office boy, mas descobriu o seu talento na percussão e ganhou o mundo. Ele já foi indicado dez vezes para o Grammy Latino e ganhou duas, em 2003, com Tribalistas, e em 2004, com Carlito Marrón. Além disso, Real in Rio, composta com Sérgio Mendes para a animação Rio, em 2011, foi indicada como Melhor Canção Original no Oscar, instituição da qual é membro.

Sérgio Mendes

Sérgio Mendes nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro, mas mora em Los Angeles desde 1964. Ele pode ser considerado um dos brasileiros mais famosos no exterior, tendo colocado 14 músicas no Top 100 dos Estados Unidos, onde fez inúmeras turnês. Em 1993, ganhou um Grammy com o álbum Brasileiro. Ainda ganhou dois Grammy Latino: um pelo conjunto da obra, em 2005, e outro com Bom Tempo, em 2010. Com Carlinhos Brown, compôs a música Real in Rio, indicada ao Oscar de Melhor Canção Original.

Tom Jobim

O compositor, maestro, pianista e cantor, Antônio Carlos Jobim, ajudou a criar o som da bossa nova e passou a ser um dos grandes embaixadores do Brasil em todo o mundo. Ele começou tocando em clubes na noite carioca e ganhou reconhecimento internacional. Tanto que, em 1964, ganhou o Grammy de Música do Ano, pela sua parceria com Vinícius de Moraes em Garota de Ipanema. Nessa disputa, eles concorriam contra Elvis, Rolling Stones e Beatles.

Daniela Mercury

Considerada a Rainha do Axé, Daniela é baiana, filha de um mecânico e de uma assistente social. Ela começou na música e na dança aos 15 anos, tocando em festas de Salvador. Tempos depois, já com uma carreira bem consolidada, foi indicada quatro vezes para o Grammy Latino, ganhando pelo álbum Balé Mulato — Ao Vivo, em 2007.

Chico Buarque

Um grande amigo de Tom Jobim, o cantor, compositor e violonista teve uma boa formação em casa. O lado intelectual e musical foi estimulado por sua mãe, pianista, e pelo pai, o historiador Sérgio Buarque de Hollanda. O reconhecimento internacional veio com três Grammys Latinos: um pelo álbum em parceria com Edu Lobo, Cambaio, de 2002, e dois com Caravanas, de 2018. Na literatura, ele ainda ganhou o Prêmio Camões, de Portugal, em 2019.

Regina Casé

atriz, tão conhecida pelas novelas de TV, começou no teatro aos 16 anos. Até 2001, foi premiada como Melhor Atriz em festivais na República Checa, Colômbia, Peru e Cuba, pelo papel em Eu, Tu, Eles. Já em 2016, ganhou o mesmo prêmio no Sundance Film Festival, nos Estados Unidos, pelo filme Que Horas Ela Volta? E também venceu na Turquia e na Espanha com o longa Três Verões, de 2019.

Ana Beatriz Nogueira

Ana começou a atuar no teatro amador, mas logo foi para a TV e o cinema. Foi justamente na sua estreia nas telonas que veio seu maior reconhecimento internacional. Em 1987, como a protagonista do filme Vera, ganhou como Melhor Atriz no Festival Internacional de Cinema de Berlim, Alemanha, e no Festival de Nantes, na Espanha.

Sônia Braga

A atriz, que é tia de Alice Braga, nasceu no Paraná e começou na TV aos 14 anos. Em 1985, estrelou o filme O Beijo da Mulher Aranha ao lado de William Hurt, que venceu o Oscar de Melhor Ator. Com o sucesso, se mudou para os Estados Unidos e participou de diversas produções, como as séries Sex and the City, Law & OrderCSI: Miami. Ela também já foi indicada para os prêmios Globo de Ouro, BAFTA e Emmy.

Em 1987, Sônia se tornou a primeira brasileira a ser apresentadora de uma categoria na noite do Oscar. Entretanto, o maior reconhecimento veio pelo longa Aquarius, em 2016, pelo qual ganhou como Melhor Atriz no Festival de Cannes e no San Diego Film Critics Society Awards, da Califórnia; além de prêmios na França, Argentina, Peru, Cuba, Espanha e Portugal. Em 2020, o jornal The New York Times a colocou entre os 25 melhores atores do século XXI.

Bônus — Brasileiros que atualmente bombam no exterior

Anitta

Ela começou a cantar aos 7 anos e aos 11 entrou na dança de salão, chegando a dar aulas. Anitta ainda planeja e põe em ação o marketing da sua carreira. Os primeiros resultados internacionais disso foram vistos em 2014, quando foi indicada ao Grammy Latino e se tornou a brasileira mais jovem a se apresentar na cerimônia.

Já em 2016, recebeu seu terceiro MTV European Music Awards (EMA), como Melhor Artista Brasileiro. Então, em 2021, faturou como Melhor Artista Feminina no Latin America Music Awards, em Miami, e é uma das grandes promessas da música brasileira no exterior.

Pabllo Vittar

Pabllo nasceu no Maranhão e teve aulas de jazz e balé clássico na infância. Na adolescência, passou a cantar no coral e em festas. Atualmente, é outra grande promessa internacional brasileira. Em 2019, entrou na lista de Líderes da Próxima Geração da revista Time e, no ano seguinte, a Forbes disse ser “a drag queen mais popular do mundo”. Além disso, já ganhou dois MTV European Music Awards, como Melhor Artista Brasileiro, e uma indicação ao Grammy Latino.

Viu só como o Brasil foi e é bem representado no exterior? Além dos citados, você se lembra de algum outro artista famoso “lá fora”? Conte para nós nos comentários!

Compartilhar este artigo