Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Por que algumas vezes damos pequenos choques elétricos quando nos cumprimentamos

6-35
308

O corpo humano pode ser maravilhoso, tanto que somos capazes de conduzir eletricidade em pequenas quantidades a outros objetos. Alguma vez já recebeu choques elétricos ao se aproximar de alguém ou tocar em alguma coisa? Se você se perguntou como é que esse fenômeno ocorre, esta é uma boa ocasião para ler a respeito.

Incrível.club explica como nosso corpo é capaz de dar e receber pequenas descargas de energia e alguns conselhos para evitá-las. Confira!

Os átomos do nosso corpo têm energia positiva, negativa e neutra

Tudo o que nos rodeia é formado por átomos, e o corpo humano não é uma exceção. Eles são compostos por prótons, elétrons e nêutrons que têm carga positiva, negativa e neutra respectivamente. E apesar de geralmente os átomos terem um número similar dessas partículas, os elétrons tendem a se deslocar de um lugar a outro, ou seja, de nossos móveis a nossos vestidos e daí para o ombro de alguma pessoa quando a cumprimentamos.

A eletricidade estática resulta do desequilíbrio entre cargas negativas e positivas em um objeto

Quando ocorre um desequilíbrio de elétrons e prótons, ou seja, de energia negativa e positiva, gera-se um efeito chamado eletricidade estática. Podemos criá-la conscientemente, como quando esfregamos nosso cabelo em um balão: assim, estamos captando alguns elétrons. No entanto, tempos depois, quando nos aproximamos de algo com carga positiva, como um objeto de metal ou um material condutor, é possível sentir uma leve fagulha. E essa fagulha são os elétrons que se deslocam.

As descargas de energia são mais frequentes em um clima frio e seco

No inverno ou em países onde o clima é seco e frio, a eletricidade estática pode ser mais frequente, e isso se deve ao fato de que o ar úmido é, na verdade, um condutor natural, o que curiosamente pode ajudar a evitar grandes descargas como as que acontecem nesses tipos de ambientes que carecem de vapor de água, causando frequentes descargas elétricas ao manipular ou tocar certas superfícies.

Existem materiais que nos “emprestam” seus elétrons e outros que nos fazem “lançar” fagulhas

Os metais são os principais condutores de eletricidade, tanto que são utilizados para criar objetos com esse fim. Mas também existem fibras, como o poliéster, que têm um nível baixo de condutividade e se encontram em grandes quantidades em objetos, móveis e roupas que utilizamos em nosso cotidiano, o que possibilita dar ou receber essas pequenas descargas com mais frequência.

Conselhos para evitar as pequenas descargas

Você pode realizar pequenas ações para evitar que esse fenômeno seja um desconforto em sua vida cotidiana:

  • Não utilize calçados de borracha para os pisos que produzem estática;

  • Umedeça os cômodos de sua casa se a causa for o clima frio e seco;

  • Utilize roupas de algodão para evitar a estática;

  • Mantenha sua pele hidratada;

  • Toque em um metal constantemente para que a estática seja pouco a pouco liberada;

  • Também existem produtos antiestática que podem te ajudar na limpeza de superfícies.

Como costuma se sentir quando isso acontece com você? Qual é sua estratégia para evitar esse problema? Conte suas experiências nos comentários!

6-35
308
Compartilhar este artigo