Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Mais uma razão para ver e não crer

----
11k

Como sabemos, a chamada visão periférica serve para percebermos o que está ao lado de nosso campo de visão principal, garantindo uma amplitude de cerca de 190 graus. Mas, apesar de ser de grande utilidade, a visão periférica está longe de ser perfeita e, por isso às vezes nos induz a perceber coisas que não existem.

Nós, do Incrível.club vamos mostrar isso a você agora. 

A única coisa que você precisa fazer é olhar fixa e constantemente para a cruz no centro da imagem. Você vai ficar impressionado com como sua visão periférica deformará os rostos das celebridades que mostramos, fazendo com que pareçam monstros ou caricaturas engraçadas. Vamos lá? 

Os rostos se distorcem, não é? E, quanto mais olhamos para o centro da imagem, mais se distorcem. Por quê?

Existe uma área na retina chamada mácula lútea - também conhecida como mancha amarela. Sua principal característica é que nela se encontram muitos receptores que nos permitem ver com mais clareza uma área determinada, que chamaremos de campo visual principal, mas equivale a somente 10% de nosso campo visual geral. É justamente a mácula lútea que se encarrega de ver o objeto ou pessoa a que dirigimos nosso olhar.

Bom, neste teste, o campo visual principal está vazio (vemos apenas uma pequena cruz) e o cérebro busca obter informações de outras fontes que, por sua vez, ficam fora desse campo - as imagens dos famosos que pusemos nos cantos.

Como essas fontes de informação não são tão 'confiáveis', o cérebro tenta uni-las numa só imagem. Além disso, tem pouquíssimo tempo para processar essas fotos, perdendo, assim, a capacidade de reconhecer rostos e unindo as características de ambos os personagens. E assim (tchan!) temos os monstros!

----
11k