Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

25+ Fatos sobre a telenovela “Muñeca Brava”, que fez grande sucesso mundialmente

--1-
705

A telenovela Muñeca Brava foi exibida em 80 países e ganhou extrema popularidade mundialmente. Os fãs explicam que isso se deve aos personagens principais e ao fato de que a novela abordava temas sérios, mas sempre num tom alegre, leve e, por vezes, até um pouco ridículo. A grande estrela e protagonista, Natalia Oreiro — que já foi paquita da Xuxa — se tornou famosa no mundo inteiro, especialmente nos países pós-soviéticos.

Nós, do Incrível.club ficamos interessados em conhecer mais detalhes sobre os bastidores das filmagens e também decidimos aproveitar o momento oportuno: em 2020, a novela completará 21 anos. Confira!

O roteiro foi escrito com a participação ativa de Natalia Oreiro

  • Em 1998, Natalia Oreiro foi escalada para uma novela chamada Casablanca, que falava sobre o destino de uma garota pobre, que trabalhava como garçonete. O roteiro não teve boa repercussão e, depois de 20 capítulos, cancelaram o projeto antes mesmo de ser exibido na televisão. Mas a atriz estava cheia de ideias e decidiu entrar em contato com o famoso roteirista Enrique Torres. Juntos, eles escreveram a história intitulada Muñeca Brava, que poderia ser traduzido como “punho resistente”. A novela foi entitulada mundialmente como Wild Angel (Anjo Selvagem).
  • O elenco de Casablanca foi transferido para a nova novela, substituindo apenas o personagem principal, cujo papel foi oferecido a Facundo Arana. Além dos atores mais jovens, havia também a velha-guarda, especialmente a “melhor vovó argentina”, Lydia Lamaison: uma atriz carismática, que naquele momento completava 84 anos e era amada por todos no set de filmagem. Muito animada, colecionava chapéus, adorava dançar salsa e celebrava cada dia de trabalho com uma taça de champanhe.

  • A própria atriz (Natalia) deu vida à personalidade de sua heroína, inspirando-se nos papéis brilhantes de seus colegas atores. Muitos dos traços de Mili foram retirados da Antonella — personagem de uma novela argentina de mesmo nome — assim como da Rosa, personagem vivida por Veronica Castro na novela Rosa Selvagem. A cena final também foi ideia de Natalia: “Quando recebi o roteiro do final, não gostei e desenvolvi minha própria versão. Queria que o episódio terminasse com minha personagem jogando futebol para se manter fiel à história. Mili saía da carruagem num vestido de casamento e começava a jogar futebol. O episódio terminaria com ela gritando: ‘Gol!’
  • Natalia Oreiro pediu ao diretor para acrescentar ao visual da Mili uma camiseta amarrada na cintura. Tudo porque ela tinha muita vergonha do tamanho do seu quadril e queria escondê-lo.

  • Originalmente estava previsto para que a personagem principal fosse apenas uma criança de família rica, que havia sido trocada ao nascer. Natalia, porém, insistiu que Mili deveria ser uma órfã. Ela achou o tema de bebês trocados muito ultrapassado e repetitivo.
  • A atriz acreditava que Milagros (Mili) devia saber que a mãe dela ainda estava viva. Mas o diretor insistiu no contrário. Esse mistério não foi desvendado para a personagem e foi revelado para o telespectador somente no último episódio.

  • O personagem do Pablo foi concebido para ser o grande vilão, que devia ter sequestrado Mili. Contudo, o conceito mudou um pouco e resolveram colocar Pilar como a grande vilã, que acaba sequestrando Ivo no último capítulo.

Situações engraçadas e falhas que aconteceram durante as filmagens

  • Dava para notar que, ao mudar de cena, o visual dos personagens também podia mudar rapidamente. Isso diz respeito, principalmente, aos penteados. A cor do cabelo de Lina (Victoria Onetto) podia mudar quando ela ia do quarto para a sala, por exemplo: de um laranja avermelhado para o vermelho. Ao entrar em casa, Vicky (Veronica Vieyra) passava de grandes cachos para enrolados mais singelos. Gloria (Gabriela Sari) conversava com Lina com um penteado e — um minuto depois — falava com Mili com outro.
  • Durante as gravações, muitos taxistas se recusaram de levar Natalia Oreiro. Nos intervalos, a atriz fazia aulas de futebol. E, claro, saía do set com as mesmas roupas de sua personagem, pois não tinha tempo para se trocar: boné, jeans rasgados, tênis. Por isso, muitos a confundiam com alguma pedinte de rua.

  • Na história de Marina e Pablo havia muitas inconsistências. Apenas dois meses depois da separação (ainda nem tinham mencionado a gravidez), Marina já mostrava a Pablo o filhos deles de quatro meses.

  • No meio da trama, o público não entendeu, imediatamente, por que o milionário Di Carlo se mudou para uma casa mais modesta e por que acabaram as cenas no escritório. A princípio, deviam ser gravados 290 episódios, mas, devido à crise financeira, o orçamento precisou ser cortado. Por esse motivo, os produtores desistiram de alguns cenários e enredos, como, por exemplo, do casal Vicky e Rocky, que acabaram se mudando.

As relações entre os atores não eram nada parecidas com as relações entre seus personagens

  • Uma das maiores rivais de Milagros na novela é a empregada Martha. Ela constantemente criava intrigas e fofocas. Na vida real, a atriz Valeria Lorca (Martha) era uma das melhores amigas de Natalia Oreiro e continua sendo até hoje.
  • A atriz Victoria Onetto (Lina) e Mariana Arias (Andrea) também são grandes amigas na vida real. Na telenovela, elas interpretaram personagens antagonistas, que se odiavam.

  • romance entre Natalia e Facundo nunca existiu na vida real, apesar de ser o sonho de muitos fãs. A relação entre eles é apenas uma amizade de muitos anos, tanto no cotidiano como no meio profissional.

  • Naquela época, Natalia namorava o ator Pablo Echarri. Em um dos episódios, quando Milagros ia se encontrar com um estranho, ela disse a suas amigas: “Espero que ele seja tão simpático como Pablo Echarri”.

  • A atriz e cantora Isabel Macedo — durante as gravações — namorava o ator Facundo Arana (Ivo). Ela tinha ciúme da relação que seu amado tinha com Natalia. Facundo, então, convenceu o diretor a dar a ela um pequeno papel na novela para que visse que não havia nenhum romance entre ele e Natalia — somente amizade e profissionalismo. Foi assim que surgiu a personagem da personal trainer e amiga da Victoria Di Carlo. E o público se apaixonou pela linda garota.

Outros países criaram reproduções da telenovela

  • Em Portugal, foi lançada a novela Anjo Selvagem com a participação de Paula Neves e José Carlos Pereira.

  • No México, gravaram a telenovela Al diablo com los guapos (Os bonitos que vão para o inferno) com Allison Lozz e Eugenio Siller. Nessa versão, a personagem principal também é chamada de Milagros, mas os nomes dos outros personagens foram alterados.

  • A versão indiana ganhou o título de Miilee (Mili). A atriz Mona Vasu lembra remotamente Natalia Oreiro.

  • A novela no Peru se chama La Tayson, corazón rebelde (Tayson, coração rebelde), cujos papéis principais foram interpretados por Vanessa Terkes e Jason Day.

A vida após o show

  • Natalia Oreiro se tornou a atriz uruguaiana mais famosa do mundo, dedicando sua vida e carreira ao país onde vive — a Argentina. Além disso, ela também provou ser compositora: gravou dois álbuns. Nos últimos anos, a temática de seus papéis mudou de rumo. Hoje, Natalia interpreta personagens mais sérios e dramáticos.
  • Facundo Arana contou que a fama veio para ele como uma surpresa. “Foi algo muito impressionante, muito palpável, mas, felizmente, não havia Internet naquela época. Por isso, fiquei sabendo do sucesso da novela pelas cartas que recebia de todo o mundo. Somente depois do advento da Internet, realmente me dei conta da amplitude que a telenovela havia alcançado e qual a impressão que havia passado para o público, pois eles já me escreviam diretamente”, compartilhou o ator.
  • Muitos atores secundários também ganharam popularidade depois da novela, o que lhes permitiu conseguir papéis mais desejados no futuro. Algumas das carreiras mais bem-sucedidas foram as de Veronica Vieyra, Victoria Onetto, Gabriela Sari e Pablo Novak.
  • Alguns atores já faleceram: Lydia Lamaison, Arturo Maly, Norberto Díaz. E o falecimento de Osvaldo Guidi, infelizmente, esteve associado à estagnação da carreira artística do ator.

  • Em 2006, Facundo Arana e Natalia Oreiro se reencontraram no set de filmagem da novela Sos mi vida (Você é minha vida). O elenco contava com a participação de Marcelo Mazzarello e Gino Renni (a dupla de amigos de Muñeca Brava — Rocky e Ramón).

Adoramos relembrar dessa novela e ficamos até um pouco nostálgicos. E você, já a assistiu?

Imagem de capa Muñeca brava / Telefe
--1-
705
Compartilhar este artigo