Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

25 Fatos sobre a Nova Zelândia que vão deixar você abismado (mas também maravilhado)

Sejamos sinceros, não aprendemos muito sobre a Nova Zelândia nas aulas de Geografia. Parece que fica perto da Austrália? No mapa, sim, mas a distância real entre esses dois países é de mais de 2 mil quilômetros, que seria aproximadamente a mesma distância entre Lisboa e Londres. E os próprios neozelandeses, que orgulhosamente se chamam de “quivi”, ficarão muito ofendidos se você os chamar de “aussies”, como são conhecidos os australianos.

Nós, do Incrível.club, decidimos mostrar um pouco mais desse país especial e pedimos aos nossos amigos que se mudaram para a Nova Zelândia para que nos contassem os aspectos que mais os surpreenderam nesse lugar. Esperamos que muitas destas informações também sejam uma novidade para você. Confira!

Os cidadãos locais andam descalços não só em casa, mas também na rua. Pessoas sem calçado algum podem ser vistas em qualquer lugar: no centro da cidade, no supermercado ou até no shopping center

Ao ver isso pela primeira vez, você ficará em choque. Quando fizer isso pela primeira vez, principalmente em alguma loja, será estranho. Mas depois você não vai conseguir viver sem isso.

A Nova Zelândia aboliu os sacos de plástico descartáveis. Em vez disso, os supermercados dão caixas de papelão gratuitas

A caminho do supermercado, você encontrará frequentemente lembretes pela cidade para não esquecer de pegar uma sacola em casa ou no seu carro. Caso ainda assim tenha esquecido, você pode pegar uma sacola emprestada gratuitamente, mas depois deve devolvê-la

Combustível de lixo? Por que não? É uma prática bastante comum no país

Uma rede de supermercados oferece frutas gratuitas para você comer enquanto faz compras

Estes carrinhos são encontrados nos supermercados locais: à esquerda, para deficientes; à direita, para pessoas com crianças pequenas

Aliás, em cada supermercado há um pacote de lenços umedecidos ao lado dos carrinhos para higienizar as mãos antes de começar as compras.

Toda quarta-feira, a rede de supermercados Countdown realiza a “hora silenciosa das compras”, que é uma iniciativa para encorajar pessoas com transtorno do espectro autista

Durante a “hora silenciosa”, as luzes do mercado são apagadas, a música é desligada e os funcionários não movem os carrinhos de um lado para o outro, tentando, assim, fazer o mínimo de barulho possível.

Até mesmo em temperaturas próximas de zero, os locais saem nas ruas de camisetas, bermudas e chinelos. Ao fazer isso desde pequenos, costumam adoecer com menos frequência

As crianças no jardim de infância recebem visitas de profissionais da área de saúde, que falam sobre diversos tipos de enfermidades e como fazer primeiros socorros em si mesmas e nos outros

Os médicos até criaram músicas especiais para as crianças, que contam como chamar uma ambulância se a mamãe estiver se sentindo mal, por exemplo. Essa é, aliás, uma das músicas mais famosas e as crianças sabem a letra de cor.

Muitos pais são chamados para visitar o jardim de infância e contar às crianças sobre algo que esteja relacionado com seu trabalho ou com alguma questão cultural

Dia da Cultura Indiana em um jardim de infância neozelandês

Não há mosquitos ou cobras na Nova Zelândia. Mas há muitos outros animais interessantes

A Nova Zelândia reconheceu oficialmente que todos os animais têm consciência, assim como sentimentos no mesmo nível que os humanos

A crueldade animal é um crime por lá. A caça e a captura de animais silvestres também são proibidas. O site do Departamento de Indústria Primária da Nova Zelândia detalha as necessidades dos animais de estimação que podem ser cuidados por humanos.

O Aquário Nacional da Nova Zelândia seleciona regularmente o melhor e o pior pinguim do mês. As aves que se destaquem de alguma forma são mostradas no quadro de honras

“Martin agiu como um garanhão e tentou roubar a namorada dos outros”. “Dora ia para a área de alimentação sem a ajuda de ninguém”.

A imagem da morte com a foice não é uma piada boba. Nas praias, ela está relacionada a uma iniciativa do governo para lembrar sobre as regras de segurança ao entrar no mar

Existe o hábito de cumprimentar o motorista ao entrar no ônibus e, na saída, dizer “obrigado”. Para passageiros mais velhos, o ônibus “abaixa”, ficando mais perto do nível do solo, e não anda até todos se sentarem

Em geral, a rede de ônibus na Nova Zelândia não é assim tão desenvolvida como em muitos outros países. Uma passagem individual custa em média o equivalente a 7-13 reais, dependendo do local de destino e de se a pessoa possui ou não um cartão de transporte. Você também precisará acenar para o ônibus se quiser que ele pare.

Muitos ônibus têm suportes especiais para levar bicicletas

Não é raro as pessoas deixarem seu “lixo” indesejado (e ainda em condições de uso) nas ruas com uma placa de “grátis”

“Normalmente são objetos e coisas bastante aceitáveis, que alguém simplesmente não quer mais. Nós já conseguimos pegar algumas mesas e até um sofá quando éramos estudantes pobres e precisávamos de móveis para nossa república”.
© stas_kulesh / Twitter

Uma das desvantagens de se viver nesse país é que os nomes das ruas não estão nos edifícios, mas sim nos cruzamentos. É melhor não se perder, senão precisará da ajuda de locais para achar o caminho certo

A água na Nova Zelândia não cria borra de calcário

“Essa chaleira elétrica é usada na nossa família há um ano, e nunca foi preciso limpá-la”

Como forma de proteger a agricultura, o Estado proíbe a jardinagem sem autorização especial

Uma mulher local plantando um abacate em sua horta sem permissão

O Aeroporto de Auckland instalou uma estátua do anão Gimli de 4,5 metros

“Para comprar cerveja, você precisa mostrar um documento (carteira de motorista, passaporte ou carteira de identidade para maiores de 18 anos), mas para entrar no avião não é necessário: você pode fazer o check-in online ou por SMS, sem apresentação de documento. Pessoas com mais de 12 anos conseguem voar para fora do país ‘driblando’ o sistema ao fazer o check-in nos guichês automatizados”.
stas_kulesh / Twitter

A Nova Zelândia ficou em 2º lugar no ranking de paz mundial (o 1º lugar foi para a Islândia)

Mãe e filha combatendo o crime na Nova Zelândia

Um casal de velhinhos da Nova Zelândia morreu no mesmo dia — e de causas naturais. Eles foram casados por 67 anos

Os aborígenes de origem Maori constituem cerca de 15% da população. Mesmo no século XXI, muitos deles fazem as tatuagens tradicionais do grupo, conhecidas como Tā moko

O cumprimento tradicional maori é o Hongi. Os nativos se cumprimentam encostando a testa e o nariz um no outro. Não é lindo?

Você já quis visitar a Nova Zelândia? Se já foi para lá, nos conte qual foi a sua experiência!

Imagem de capa karleagleman / Twitter