Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

20+ Obras-primas em ponto cruz repletas de carinho, paciência e ironia

O bordado tem sua origem no século V a.C. e continua sendo popular até hoje. Com apenas uma agulha e uma linha, seguidores modernos das tradições dessa arte são capazes de criar verdadeiras obras-primas cheias de humor, beleza e amor.

Nós, do Incrível.club, revisamos milhares de bordados e ficamos agradavelmente surpreendidos com o fato de que, no século XXI, esse tipo de artesanato tem seus adeptos tanto entre mulheres quanto entre homens, o que provam as obras a seguir.

“Mais de 5.000 horas de trabalho e 606.875 pontos. Minha mãe levou 3 anos para finalizar este quadro em ponto cruz”

“Fiz este bordado para a minha amiga. Isto é uma vista do seu lindo vilarejo”

“Robert De Niro. Um bordado à mão que levou mais de 40 horas para ficar pronto. Meu marido ficou muito feliz com este presente de aniversário que ganhou hoje”

“Finalmente terminei! Este é o meu maior bordado em ponto cruz, que levei 5 anos para fazer”

“Comecei a fazer bordados, mas sou homem e muitos dos meus amigos tiram sarro do meu passatempo. Já eu tenho orgulho do meu trabalho e acredito que vocês gostariam de apreciá-lo”

“Meu pai é obstetra e fiz uma versão bordada de uma das imagens do feto pintadas por Leonardo da Vinci como presente para o aniversário dele”

“O primeiro bordado inusitado neste estilo. O que acham?”

“Esta sereia foi bordada pela minha mãe e estava guardada no armário por mais de 18 anos. Eu disse que essa beleza definitivamente deveria ser colocada em um quadro”

“Este é o presente de casamento para a minha futura nora, com seu novo nome que ela vai acrescentar após a união e a data da cerimônia. A cruz pertencia ao meu falecido marido, que também a amava”

“Este é o meu primeiro bordado à mão — retrato da minha sobrinha”

“Estamos planejando um casamento para 100 pessoas. Fiz retratos em ponto cruz de todos os convidados, exceto os quatro que nunca vi e que vão receber marcadores de lugar com seus nomes bordados”

“Minha mãe trabalhou duro quase todos os dias durante 4 anos fazendo este bordado baseado na pintura Ordenação de um Cavaleiro, para dar de presente para a sua filha mais velha”

“Bordei os campos de lavanda na Provence para o 53º aniversário de meu pai, porque ele não para de falar sobre este lugar”

“Meus colegas no escritório sabem que eu gosto de usar botinas, por isso um deles fez isto especialmente para mim”

“Se tivessem me falado há 10 anos que eu iria fazer bordados em ponto cruz, eu não teria acreditado. Minha vida não é fácil, mas... Faço bordados apesar de todos os obstáculos!”

“Tenho orgulho do meu trabalho. Pintei o fundo com tinta aquarela e fiz nozinhos franceses coloridos para tornar um dos meus filmes favoritos uma obra de arte!”

“Minhas mudanças em 2020 se refletem nos meus bordados: perdi o namorado, mas mantive o gato por perto. Isso que eu chamo de prioridades”

“O Sol em um dia de chuva”

“Finalmente finalizei o meu trabalho que levei 18 meses para fazer! Isto é uma colagem de todas as capas dos livros da saga Harry Potter

“Tentei fazer um autorretrato”

“Este é o meu tio muito orgulhoso com seu último trabalho ’A Última Ceia’”

“Um bordado em homenagem ao meu querido garoto. Eu sempre vou te amar”

“Meu terceiro bordado inspirado na obra de Van Gogh ’Campo de trigo sob nuvens de tempestade’”

“Sou um pai que aprendeu a bordar em ponto cruz porque minha filha queria um quadro ’à moda antiga’ com Aurora. Esta é a nona parte do meu trabalho que levei cinco dias para fazer”

“Minha amiga comprou um sofá, mas ele foi extraviado. Para animá-la, eternizei sua resposta ousada para a empresa em ponto cruz”

“Não dá para me sentar nas desculpas”

“Nunca dou nome aos meus bordados porque eles podem despertar sentimentos diferentes em cada pessoa”

“Tenho muito orgulho do meu progresso entre 2014 e 2020. O que contribuiu para o meu desenvolvimento não foi o talento, mas horas de prática e trabalho árduo”

Que tipo de artesanato você faz? Compartilhe com a gente as fotos de seu motivo de orgulho.

Compartilhar este artigo