20+ Coisas que podem ser extremamente irritantes para os comissários de bordo

A profissão de comissário de bordo é cercada por um charme especial. Eles são sempre educados, bem arrumados e sorridentes. Fora isso, trabalhar viajando parece ser um sonho para as outras pessoas. No entanto, nem tudo são flores — a cada turno eles precisam não apenas enfrentar o excesso de trabalho, como também lidar com passageiros problemáticos.

Incrível.club ficou interessado em saber como são os bastidores da vida dos comissários e quais hábitos dos passageiros mais os incomodam. Um pequeno spoiler: muitos de nós já fizemos uma dessas coisas pelo menos uma vez. No final, um bônus superfofo aguarda por você. Acompanhe!

Esqueça os estereótipos

  • Para começar, o termo mais correto é “comissário(a) de bordo” e não “aeromoço(a)”, como muitos estão acostumados. Alguns profissionais da área se incomodam com isso.
  • Os comissários de bordo não relaxam ou têm qualquer lazer durante o expediente. É um trabalho difícil e cansativo. E, muitas vezes, eles têm uma escala de trabalho de ida e volta. Portanto, nem sempre podem passear no local de destino.
  • Além disso, não confunda a função de comissário com a de garçom do avião, que apenas sorri e traz bebidas. O serviço de bordo não é de modo algum a função principal desses profissionais.

A tripulação tem muito trabalho a fazer, e você não deve distraí-los com besteiras

  • Piadas sem graça no estilo: “E onde que tem paraquedas?” Não faz ninguém rir. Todas essas interrupções desnecessárias só atrapalham o trabalho dos comissários.
  • “É insuportável quando estou muito ocupada, e alguém me chama para perguntar: ‘Onde estamos agora?’ As pessoas veem que tenho muita coisa para fazer e mesmo assim querem saber coisas banais.”
  • propósito, os comissários também não gostam de contatos físicos bruscos. “Quando sou puxada, tocada ou quando gritam histericamente ’MOÇAAAA!’ — isso me irrita muito”. Veja o crachá e chame o comissário pelo nome.
  • “Quando pergunto ao passageiro: ‘Qual suco você prefere? Temos de tomate, laranja, maçã’. E eles respondem que querem suco de abacaxi. É muito irritante!”
  • Uma situação semelhante é quando o menu está na frente do passageiro e eles perguntam: “O que tem?” Embora seja muito mais simples pegar o menu e decidir o que querem comer.
  • pior é quando acabamos de fechar a garrafa de água e ouvimos um: “Eu quero também!” Mesmo após já termos oferecido. E o que é ainda mais irritante é quando usam o botão para chamar o comissário e pedem água logo após o serviço ter passado.

As regras de segurança de voo não são brincadeira

  • “Pessoas que se levantam imediatamente após o pouso, antes do sinal para apertar os cintos de segurança apagar, me irritam. O avião ainda não parou completamente e alguém já está pegando as malas. Isso é simplesmente imprudente: em caso de uma freada repentina, o passageiro pode voar no corredor, ferir a si mesmo e a outros passageiros.”
  • “Os passageiros que põem a bagagem de mão no colo podem atrasar o voo por causa disso. Pois, em caso de uma emergência, a bagagem pode atrapalhar a evacuação.”
  • Os telefones e os fones de ouvido distraem os passageiros no momento da decolagem e do pouso. Nesses momentos, você precisa estar o mais concentrado possível para ouvir os comandos em caso de emergência.
  • “Não gosto quando o sinal para apertar os cintos de segurança está aceso, e alguns passageiros continuam passeando pela cabine.”
  • “Frequentemente, em voos fretados, alguns passageiros tentam levar o colete salva-vidas para que seus filhos usem como boias ou coletes infantis de banho. Isso não é legal nem engraçado. Você não deve levar nenhum item do avião, especialmente um que pode salvar a vida de alguém.”

Os comissários de bordo merecem respeito

  • “Para mim é bastante incômodo quando estou explicando as regras de segurança, mostrando as saídas, os coletes e as máscaras e alguns passageiros ficam me olhando com uma cara irônica, tentando fazer palhaçada e tirando fotos no celular.”
  • “É desagradável quando os passageiros não respondem aos cumprimentos na entrada. Ou seja, eles nem olham para você, fingem que não perceberam, ou lançam olhares estranhos.”
  • “Quer que eu não goste de você imediatamente? Coloque sua mala de uma maneira que o bagageiro não feche e espere até que eu resolva o problema.”
  • “Se você estiver viajando com uma criança, não deixe seu filho brincar com o botão que chama o comissário de bordo.”
  • Pessoas que não dão descarga no vaso sanitário. “Você não precisa fechar silenciosamente a tampa do vaso e sair como se nada tivesse acontecido. Todos sabem quem não deu descarga, porque o barulho é alto”.
  • “Fico bastante incomodado quando os passageiros querem andar pela cabine durante o serviço. O constante pedido: ‘Deixe-me passar, por favor”, e você tem que rolar o carrinho para frente e para trás centenas de vezes, até que todos possam passar; e fazer a mesma coisa quando eles voltam."

Alguns passageiros esquecem que não estão sozinhos no avião

  • “Surpreendentemente muitas pessoas andam de meias ou descalças, até quando vão ao banheiro. Não faça isso, é anti-higiênico. Outro lugar muito sujo é a mesa dobrável: elas são limpas apenas uma vez por dia, mas são usadas pelos passageiros para uma variedade de finalidades: de apoio para os pés até para trocar fraldas.”
  • “Passageiros que viajam com animais de estimação e que permitem que os bichos comam do prato deles ou usem os cobertores fornecidos pela companhia.”
  • “Não são apenas os comissários de bordo que ficam furiosos quando um passageiro coloca os pés no assento de outro passageiro. Isso cria desconforto e pode causar um conflito.”
  • Pessoas trocando fraldas na mesa dobrável. “A maioria dos banheiros tem um trocador. Use-o”.
  • Casais que tentam usar o banheiro juntos. O banheiro do avião não é o local mais adequado nem o mais limpo para fazer algo mais privado; além de impedir outros passageiros de usá-lo.

Existem outras coisinhas irritantes

  • “Por que as pessoas batem palmas? A tripulação sinceramente não entende isso, e os pilotos simplesmente não ouvem.”
  • Se o comissário estiver olhando fixamente para você, pode ser por causa de algo que você está vestindo. Nem todas as pessoas escolhem a roupa ideal para o voo: “Não entendo por que as mulheres precisam de saltos para ficarem sentadas por horas em um cubículo de metal”.
  • Algumas pessoas não ficam nos seus lugares quando o voo não está lotado. Certa distribuição de assentos deixa a decolagem mais fácil e menos combustível é utilizado. O capricho de um passageiro de se sentar em outro lugar pode atrapalhar todo um sistema.
  • Pedidos para alocar a bagagem. Isso não é função do comissário de bordo, e não há nada que ele possa fazer se o bagageiro já estiver ocupado. Também é irritante quando um passageiro tem muitas malas de mão, o que atrasa o embarque e afeta a segurança.
  • Muitos passageiros, ao voltar de países quentes, esquecem do frio que está no seu país de origem ou vice-versa. No entanto, a equipe de bordo não pode solicitar um ônibus só porque você está de chinelos e short.

E finalmente, o bônus: o passageiro mais fofo de todos

Você já cometeu algum desses erros a bordo? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo