Incrível
Incrível

15+ Corridas de táxi que ficaram marcadas na memória dos internautas

Os serviços de táxi certamente são uma excelente forma de transporte, afinal nos ajudam a chegar rapidamente e em segurança ao local desejado. Bem, se não tiver trânsito, claro. Porém, nem tudo são flores, e as próprias corridas podem acabar sendo uma aventura inesquecível ou se tornar um verdadeiro pesadelo — tanto para o passageiro como para o motorista.

Nós, do Incrível.club, encontramos diversos relatos de internautas sobre suas experiências em corridas de táxi, seja como passageiros ou como motoristas, e selecionamos as 17 mais interessantes para compartilhar com você. Confira!

  • Uma vez, depois de uma apresentação da orquestra filarmônica, um taxista se aproximou para pegar uma senhora que tinha por volta de 100 anos. Ela parecia ser uma frequentadora assídua do teatro e amante da música clássica. A senhorinha ficou esperando que o motorista abrisse a porta para ela, e só então sentou-se no veículo. Antes de sair, o cara pensou: “Vou fazer uma surpresa agradável para ela e colocar música clássica”. E assim o fez. Em seguida, do nada, a mulher falou para ele parar o carro e disse que não iria prosseguir com a corrida. Depois ficou cinco minutos reclamando que o táxi é um lugar para músicas pop e triviais, e que os grandes compositores ficariam injuriados se soubessem que as pessoas estavam escutando suas composições ali. © Aleks2201 / Pikabu
  • Uma vez, uma senhora esqueceu uma mala pequena no porta-malas do meu carro. Eu não percebi nada até pegar o próximo passageiro, então dirigi de volta até a casa dela. Lá, a senhora abriu a mala, que estava cheia de dinheiro, e me deu 50 libras esterlinas pela minha honestidade. © d4w50n / Reddit
  • Estava no táxi com um amigo e a motorista era uma mulher. Ela e meu amigo estavam conversando e dando risadas. Estava na cara que ela estava paquerando ele. Apenas fiquei calada, escutando os dois. De repente, a motorista — claramente ao lembrar que tinha outra pessoa no carro — mudou de expressão e me lançou um olhar de desprezo. Em seguida, disse que aquela corrida não valia a pena para ela e simplesmente nos deixou no meio do caminho.
  • Uma babá com uma criança entrou no carro. O garoto tinha por volta dos 7 anos e aparentava estar muito pensativo. A mulher fazia de tudo para conseguir descobrir mais detalhes do dia do pequeno na escola, mas ele respondia monossilabicamente e com relutância. No meio da corrida, ele disparou: “Lena, eu quero ir no banheiro.” Respondi: “Espere um pouco, querido. Você quer ir muito ou pouco ao banheiro?” O garoto pensou por uns 20 segundos e então disse, pensativo: “Médio.” © Redigan / Pikabu
  • Chamei um Uber e o motorista era um banqueiro da área de investimentos e dirigia um Tesla. Ele contou que em vez de gastar 1 a 2 horas no trânsito ao voltar para casa, preferia passar esse tempo fazendo corridas de Uber, conhecendo pessoas e ganhando dinheiro. © Roland Wartenberg / Quora
  • Aconteceu com um amigo que é motorista de táxi. Um senhor entrou no carro dele e gritou para meu amigo seguir um veículo vermelho. O cara não explicou nada, apenas tentava ligar freneticamente para alguém. Meu amigo perguntou várias vezes se precisava ligar para a polícia, mas o senhor apenas gesticulava que não e apontava para seguir o carro. Eles andaram pela cidade e finalmente pararam na frente de uma casa, onde o carro vermelho parou. Uma senhora saiu de dentro, e o senhorzinho — aparentemente o esposo dela — começou a gritar saindo do táxi correndo: “Por que você me deixou no shopping?” E a senhora respondeu: “Por que você está reclamando, não está aqui?”. O cara voltou e pagou meu amigo. © HZM70S / Reddit
  • Lembro que nos anos 2000 era muito comum pegar motoristas alternativos que ficavam estacionados nas calçadas. Cheguei em um, cumprimentei-o e pedi que me levasse até o bairro “Marino”. Ele perguntou quanto eu oferecia e eu disse 10 reais. Ao que ele respondeu: “Não, é pouco. 15 reais. Ninguém vai até lá por 10! Essa rota fica mais cara. Não estou querendo enganar você. Se quiser, podemos ir pelo taxímetro e você terá a prova!” Como estava atrasado, aceitei. Chegamos. O taxímetro marcava um pouco menos de 7 reais. Entreguei 7 reais e disse: “Obrigado! Não precisa do troco.” Ele questionou: “Mas você não tinha combinado 10 reais?” Respondi: “Bem, você mesmo sugeriu para irmos pelo taxímetro. Boa noite!” © Mr.Kolyma / Pikabu
  • Trabalho como taxista. Uma vez, um jovem de 25 a 30 anos entrou no meu carro. Sem dizer nada, ele me agarrou pelo colarinho. Na hora, pensei que ia ter briga. Mas não, com uma voz cheia de tristeza, o cara me disse: “Ela... levou... a minha gata”. E durante todo o trajeto até a cidade ao lado eu o escutei contar sobre como sua esposa tinha ido embora e levado o que ele tinha de mais precioso — a sua gata da raça scottish fold. © Podslushano / Ideer
  • Chamei um táxi em Moscou. E foi este carro incrível e com um motorista alto-astral que chegou:
  • Estava no táxi e o motorista disse: “Uma vez eu levei uma garota tão linda!” Na hora, tentei fazer uma brincadeira: “Ai, ai, eu ainda estou no carro hein”. E ele respondeu: “Não, estou falando de outra pessoa. Levei uma mulher que era realmente bonita”. © natalietran / Twitter
  • Entrei no táxi. Durante toda a corrida, nem eu nem o motorista trocamos uma palavra. Chegamos ao destino e, quando estava começando a abrir a porta, ele disse: “Você deveria jogar tênis, correr também não faria mal. Bem, e ler livros também, claro”.
  • Trabalhei a vida inteira como encanador e eletricista, até que tive a oportunidade de comprar um carro e passei a ser taxista. Uma vez, uma mulher me parou. Olhando-a mais de perto, reconheci ela como uma antiga cliente, daquelas que tem estantes com centenas de livros, móveis antigos, lustres e coisas do tipo em casa. Era filha de professores. Ela mal abriu a porta e eu ouvi uma reclamação de que tinha uma mancha no assento. Expliquei que era uma mancha de tinta, não saía nem usando produtos químicos e que certamente não iria prejudicá-la em nada. Ela começou a me insultar. Foi aí que perdi a paciência: “E deixar a pia da cozinha abarrotada de louça suja quando o encanador vem consertar a torneira é normal?” Vocês precisavam ter visto a cara dela naquele momento. © Miriani miriani / Facebook
  • Era dia de São Valentim e meu terceiro dia dirigindo um carro. Peguei uma mulher jovem com destino a um restaurante caro do tipo “steak house”. Ela estava muito ansiosa porque iria encontrar o namorado lá e estava convencida de que ele iria propô-la em casamento. Na metade do caminho, ele ligou para a jovem e terminou o namoro com ela. Tive de levá-la de volta para casa, enquanto ela morria de chorar no banco de trás. © Chuck Sears / Quora
  • Sete anos atrás, eu quebrei a coluna vertebral. Foi uma fratura por compressão, tinha de usar espartilho e podia apenas ficar de pé ou deitada. Na época, chamei um táxi. Me acomodaram no banco e partimos. Uma hora comecei a perceber que algo estava errado. Então, perguntei para onde estávamos indo. O motorista disse: “Para a rua Estônia”. Mas a minha rua se chamava "Eltônia“.O cara ficou sem entender como eu tinha percebido isso estando deitada no carro. Respondi que pelos fios (naquele bairro a fiação era subterrânea) e porque não tínhamos passado por nenhum buraco. Acho que ele vai lembrar de mim por um bom tempo. © Mariya Lukinykh / Facebook
  • Moro em uma cidade pequena, e aqui só dá para chamar táxi por telefone. Fui até uma loja chamada “Ponto Qualquer” fazer compras e depois liguei para a central de táxi: “Você poderia enviar um carro para o “Ponto Qualquer?” Ficou um silêncio, que foi seguido da pergunta: “Para onde?” Foi então que entendi que a minha frase tinha soado um pouco estranha. Tive de explicar que precisava de um táxi para a loja “Ponto Qualquer”.

Qual a situação mais inusitada que já lhe aconteceu ao pegar um táxi ou, caso seja motorista, ao pegar um passageiro? Conte para a gente na seção de comentários.

Incrível/Curiosidades/15+ Corridas de táxi que ficaram marcadas na memória dos internautas
Compartilhar este artigo