Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15+ Coisas que bombaram no início dos anos 2000 e deixaram boas lembranças

O fato de que tudo que aconteceu nos anos 2000 foi 20 anos atrás nos deixa de boca aberta. Foram tempos incríveis em que nos comunicávamos por meio de celulares extraordinários, passávamos o tempo livre em lan houses e alugávamos DVDs para assistir em casa. No entanto, o tempo passa, e o que antes era febre agora é mais um motivo agradável de relembrar o passado.

Nós, do Incrível.club, gostamos de recordar o início do século XXI, por isso reunimos algumas das modinhas da época que pareciam nunca ser deixadas para trás.

Strass no cabelo

Miçangas pequenas (strass) eram coladas em uma linha fina que depois era fixada na raiz dos cabelos. Também era possível fazer um enfeite sem ajuda do cabeleireiro, usando simples presilhas compradas no mercado. As garotas mais corajosas colavam strass diretamente nas mechas com uma cola para metais.

Hoje em dia, a tendência de acessórios capilares está retornando através de anéis, para dar um toque especial em tranças e outros penteados.

Carcaças de celular personalizadas

Usar mais de uma carcaça de celular era uma das formas de ganhar respeito entre colegas e amigos. Os fabricantes produziam diferentes modelos de carcaças e as vendiam junto com os aparelhos. As falsificadas também conquistaram muitos corações com suas cores e padrões extraordinários.

Jornais com ringtones e imagens

A propaganda de toques e imagens para baixar no celular era impressa não apenas em jornais e revistas, mas também nas capas de cadernos escolares. Essa ideia acabou viralizando e, em 2002, na Europa, o número de SMSs enviados para conseguir um toque ou uma imagem totalizou 30% de todas as mensagens.

Em alguns países, os mais engenhosos foram mais longe e começaram a vender o conteúdo mobile em shoppings: imagens, jogos e ringtones. Geralmente, baixava-se tudo consideravelmente compactado da Internet.

O batom na mesma cor que a da pele

Nos anos 2000, mulheres costumavam escolher batons da mesma cor que a de sua pele ou um pouco mais clara. O brilho labial nude e o batom bege claro ou branco eram muito populares. Além disso, estar na moda era fácil, mesmo sem muito dinheiro — bastava passar uma base nos lábios para ser a rainha da festa.

Ringtones “divertidos”

Você se lembra de toques como o “papa-léguas” ou “Já chegou o disco voador!”? Esses ringtones bem “criativos” viraram febre entre jovens e adultos. Envergonhados, pais se justificavam dizendo que eram seus filhos que colocavam esses “toques ridículos” e que dariam uma lição nas crianças quando voltassem para casa.

Modelos de celular extraordinários

O início do século foi marcado com altas vendas de celulares de formatos e tamanhos diferentes: grossos e finos, redondos e quadrados, de flip e slide, com teclado físico e virtual. Alguns deles fizeram muito sucesso no passado.

Por exemplo, o lendário Nokia 3250 com carcaça “transformer” era tão cobiçado quanto o último modelo do iPhone. Ele conseguia manter até 750 músicas, tinha câmera de 2 megapixels e podia se transformar em um miniaparelho de som.

Bate-papo na TV via SMS

Os anúncios de venda de garagens foram substituídos por bate-papos via SMS, populares entre os jovens que conversavam on-line e pediam para colocar no ar seus clipes favoritos. Além disso, esses serviços proporcionavam um bom espaço para dar feliz aniversário e serviam como uma espécie de site de namoro.

Coletânea de filmes em um único DVD

Nas lojas de DVD dava para encontrar uma quantidade enorme de coletâneas, que reuniam muitos filmes ou desenhos em apenas um DVD. Eles tinham tanto filmes clássicos quanto novidades do mundo do cinema. Nem sempre a imagem era de qualidade, mas quem se importava com isso quando um ingresso para a telona custava o mesmo valor de um DVD com vários filmes?

Meias 3/4 listradas

Meias 3/4 listradas e saias volumosas eram as peças integrantes do look dos anos 2000. Avril Lavigne foi a primeira a introduzir a tendência de meias 3/4 e, seguindo seu exemplo, outras meninas passaram a vestir o item, mesmo nos braços.

O peixe cantor de parede

Em meados dos anos 2000, o peixe cantor de parede virou um dos objetos de decoração mais vendidos. O presidente americano George Bush tinha o item pendurado em sua sala, e a peça também apareceu na famosa série Família Soprano. Quem inventou o objeto inusitado foi o executivo Joe Pellettieri, que vendeu mais de um milhão de cópias em 2000. Hoje ainda é possível comprar o peixe que não apenas canta, mas também fala e conta piadas.

ICQ

Quando a ideia de redes sociais estava longe de surgir, muitos usavam o ICQ (adormecido na memória junto com o MSN), o ancestral dos aplicativos de bate-papo modernos. Cada usuário tinha seu próprio número de identificação, e alguns deles eram motivo de orgulho e inveja. Muitos números “bonitos” como 320320 ou 337337 estavam à venda e custavam mais de R$ 1 mil.

iPod

Em 2001, a Apple produziu seu primeiro player, que tinha 5 GB e podia reproduzir vídeos e exibir fotos. Um em cada dois estudantes sonhava com ele ou, pelo menos, com algum similar. Em 2019, a Apple lançou o iPod da sétima geração. Vale ressaltar que os primeiros modelos podem ser encontrados nos leilões virtuais por mais de R$ 100.000.

Pochetes

Este tipo de pochete pequena era muito popular entre os homens a partir de 35 anos. Era fixada no cinto, normalmente, e deixava o celular separado das chaves e de outros pertences pequenos, além de estar sempre ao alcance. No entanto, acreditava-se que era prejudicial à saúde masculina.

Internet discada

O modem dial-up.

Antigamente, o acesso à Internet era limitado e mais caro. Pagava-se não pelo tráfego, mas pelo tempo de ligação. No entanto, o valor era menor à noite, quando muitos aproveitavam para baixar o conteúdo desejado. O usuário ativo da Internet da época era reconhecível pelas olheiras e olhos amarelos.

Lan houses

As portas de lan houses sempre estavam abertas para quem não tinha computador em casa. O local tinha mesas com computadores reunidos. Muitos adolescentes matavam aulas, gastavam a mesada e mentiam para os pais dizendo que estavam na casa de algum amigo.

Cabelo platinado

O cabelo platinado comprido e liso também estava na moda. Acrescentar um batom claro e um bronzeamento forte era o suficiente para fazer sucesso. A tinta de loiro frio, especialmente feita em casa, danificava os cabelos. Mas quem se importava?

Conte-nos quais lembranças você tem da vida nos anos 2000.

Compartilhar este artigo