Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Inspirações para a saga Harry Potter que saíram de Portugal

A ideia de escrever sobre um garoto que frequenta uma escola de magia surgiu na cabeça de J.K. Rowling em 1990, enquanto ela viajava de trem de Manchester para Londres. Em dezembro do mesmo ano, a mãe da autora inglesa faleceu e sua escrita foi drasticamente afetada por esse período difícil.

Pouco tempo depois, Rowling encontrou uma saída para recomeçar: dar aulas de inglês no Porto, em Portugal. Foi lá, entre 1991 e 1992, que ela se casou com o jornalista Jorge Arantes, que sua filha Jessica nasceu e que o projeto que iria mudar sua vida ganhou forma: a saga Harry Potter.

O período no Porto pode ter sido curto, mas foi suficiente para trazer inspirações à série de livros que marcou a literatura mundial. O Incrível.club reuniu 10 fatos curiosos sobre Portugal que têm semelhanças com o mundo mágico criado por J.K. Rowling. Acompanhe!

10. Nome de personagem

Em seu Twitter, J. K. Rowling confirmou que o nome de Salazar Sonserina, o mais cruel dos 4 fundadores de Hogwarts, foi inspirado no ditador António de Oliveira Salazar, que chefiou Portugal entre 1932 e 1968. O regime político do Estado Novo ficou marcado por ser autoritário, antidemocrático, colonialista e conservador.

9. Café Majestic

A autora costumava frequentar o Café Majestic na companhia do ex-marido, o jornalista Jorge Arantes. A lenda diz que foi lá, em uma das mesas de mármore da tradicional cafeteria no Porto, que ela teria terminado o primeiro rascunho de Harry Potter e a Pedra Filosofal.

8. Livraria Lello

A ligação entre J.K. Rowling e a Livraria Lello ficou tão conhecida que o estabelecimento passou a cobrar a entrada de visitantes — a não ser que comprem, de fato, um livro. A decisão foi tomada porque a local se tornou um ponto turístico de fãs de Harry Potter após o sucesso mundial da saga.

Mas, afinal, por que essa livraria, inaugurada em 1906, é tão importante para o livro? A autora constumava frequentar o local e as famosas escadas vermelhas de lá serviram de inspiração para a imponente escadaria de Hogwarts.

7. Uniformes de Hogwarts

O uniforme de Hogwarts, que acabou se tornando icônico, inclui uma longa capa preta e uma gravata com as cores de uma das 4 casas: Grifinória, Sonserina, Corvinal ou Lufa-Lufa. Para criar a roupa, J.K. Rowling se inspirou nos trajes acadêmicos usados por estudantes universitários portugueses. A tradição de usar a “capa e batina”, como se diz na gíria acadêmica, remonta ao século XV e, até hoje, é sinônimo de prestígio.

6. Discoteca Swing

O terceiro livro da série, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, lançado em 1999, tem a seguinte dedicatória: “Para Jill Prewett e Aine Kiely, as avós do Swing”. Essa é uma referência direta aos tempos em que a autora morou em Portugal, onde as 3 amigas, que eram colegas de casa, frequentavam uma discoteca chamada Swing, no Porto.

5. Jardins do Palácio de Cristal

Durante seu tempo em Portugal, a autora costumava frequentar o jardim do Palácio de Cristal, criado pelo arquiteto paisagístico alemão Émile David. Dizem que alguns trechos de Harry Potter e a Pedra Filosofal foram escritos no local.

4. Fernando Pessoa

Não há nada confirmado, mas fãs especulam que os famosos óculos redondos de Harry Potter podem ter sido inspirados em Fernando Pessoa, um dos mais famosos autores portugueses. Embora tenha nascido em Lisboa, sua figura icônica (com bigode, chapéu Fedora e óculos redondos) está marcada por todo o país em livros, estátuas, lembrancinhas turísticas, por aí vai. Então, é bem possível que J.K. Rowling tenha se inspirado em Pessoa, mesmo que de forma inconsciente, para dar óculos redondos ao bruxo.

3. Fonte dos leões

No universo Harry Potter, a casa Grifinória — que conta com a maioria dos protagonistas da saga — é simbolizada por um leão. O animal é perfeito para representar as duas características principais dos estudantes dessa casa: companheirismo e coragem. Pode ser apenas uma coincidência, mas nós gostamos de acreditar que o símbolo foi inspirado, em parte, na Fonte dos Leões. A fonte majestosa, datada de 1882, que foi construída em frente à Reitoria da Universidade do Porto.

2. Escovaria de Belmonte

O famoso Beco Diagonal pode até ter sido inspirado na rua Shambles, em York (Inglaterra), mas não há como negar as semelhanças estéticas das lojas de vassouras do mundo mágico com a Escovaria Belomonte.

Localizada no Porto, a loja fundada em 1927 oferece vassouras feitas à mão, de fibras naturais e madeira de alta qualidade. Até mesmo a fonte do letreiro da loja se parece com as letras usadas nos livros. Chegou aos ouvidos do proprietário do local, Rui Rodrigues, que J.K. Rowling teria entrado duas vezes na loja enquanto morava no Porto.

1. Torre dos Clérigos

Quem é fã de Harry Potter conhece bem a Torre de Astronomia, a mais alta de Hogwarts. Dizem que o local onde os alunos vão para estudar estrelas e planetas foi inspirado na Torre dos Clérigos, que fica junto a igreja dos Clérigos, datada do século XVIII. O conjunto arquitetônico é um dos marcos do Porto.

Algumas semelhanças com a ficção são incríveis, não é? Qual dessas curiosidades chamou mais a sua atenção? Você conhece alguma outra e gostaria de nos contar? Conte para a gente nos comentários.