10+ Incoerências cometidas em filmes e séries que passaram despercebidas por muitos de nós

Fazer um filme ou uma série normalmente é um processo complexo e demorado. Naturalmente, durante a filmagem, os envolvidos na produção podem cometer pequenos deslizes que passam despercebidos. E, às vezes, há contradições no enredo em si, que mais cedo ou mais tarde serão notadas por espectadores atentos.

Nós, do Incrível.club, apreciamos o trabalho produzido pelos diretores e roteiristas. Mas se tivéssemos a chance de conhecê-los pessoalmente, provavelmente tiraríamos dúvidas quanto a algumas das incoerências de suas obras cinematográficas.

1. Game of Thrones: a misteriosa imunidade de Daenerys

No meio da quinta temporada, Tyrion e Jorah acidentalmente deparam-se com homens de pedra, que se tornaram ferozes devido a uma doença. Após um breve confronto, Jorah é tocado e infectado, deixando evidente que a doença é transmitida pelo toque. Mas alguns episódios depois, quando Jorah ajuda Daenerys a escapar dos fossos de luta de Meereen, ele tranquilamente pega sua rainha pela mão. A partir daí, a doença de Jorah começa a progredir e a Mãe dos Dragões continua saudável.

2. Forrest Gump: O Contador de Histórias: incoerência de datas

Um dos filmes de maior bilheteria de Hollywood também tem alguns erros. Por exemplo, em seu comovente discurso no túmulo de Jenny, o protagonista diz que sua amada faleceu na manhã de um sábado. Mas se você prestar atenção à data indicada na lápide, poderá notar uma ligeira incoerência com a realidade. Na verdade, 22 de março de 1982 foi uma segunda-feira.

3. Perdido em Marte: cultivo e tempestade improváveis

No filme, interpretando um astronauta perdido, Matt Damon planta batatas no Planeta Vermelho. Mas qualquer um que já tenha cultivado pelo menos uma vez esse vegetal sabe com certeza que os tubérculos não devem ser apenas colocados em um sulco e cobertos com terra, mas enterrados a uma profundidade de cerca de 6-12 cm. Caso contrário, sob a influência da luz, a solanina (uma toxina natural prejudicial à saúde) pode ser formada nas batatas que amadurecem perto da superfície.

E também temos dúvidas sobre a tempestade que fez com que o astronauta Mark Watney se perdesse em Marte. Os cientistas dizem que a atmosfera no planeta é muito rarefeita para ventos de 100-150 km/h causarem danos tão graves. Em vez disso, seria como uma brisa leve.

4. Armageddon: sons e perfuradores de petróleo no espaço

filme sobre uma equipe que salvou a Terra de um asteroide “do tamanho do Texas” é frequentemente criticado por seu enredo irreal. No final dos créditos, há inclusive uma isenção de responsabilidade, dizendo que os especialistas da indústria espacial não aprovam o conteúdo da obra. O asteroide era muito grande e a potência da bomba de hidrogênio era muito baixa.

Outra inconsistência foi percebida pelo ator Ben Affleck, que certa vez perguntou ao diretor se não era mais lógico ensinar os astronautas a trabalhar com sondas de perfuração do que enviar trabalhadores de perfuração de petróleo ao espaço. Ele nunca obteve uma resposta, assim como nós.

5. Lucy: cérebro funcionando a 100%

Talvez esse filme devesse ter sido atribuído ao gênero de fantasia, e assim poderia muito bem ter passado sem críticas. Mas seus criadores, ao que parece, decidiram seriamente tomar como base o mito de que nosso cérebro funciona apenas a 10% e, se você usá-lo totalmente, pode alcançar habilidades intelectuais sem precedentes. Além disso, Lucy consegue até modificar seu corpo e, no final, torna-se parte do Universo.

6. O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei: hobbits mais altos

Na parte final da saga O Senhor dos Anéis, os espectadores atentos notaram um pequeno erro no trabalho do diretor e do cinegrafista. Quando Aragorn entra no cômodo de Frodo, sua cabeça está exatamente no nível dos entalhes da porta esculpida. Em seguida, entra o anão Gimli, que está logo acima da maçaneta.

E tudo ia bem, se os hobbits Merry e Pippin não entrassem logo na sequência. E a julgar pelo desenho da porta, com a mesma altura de Aragorn. Acontece que os hobbits deveriam ter quase metade do tamanho de uma pessoa.

7. O Lar das Crianças Peculiares: fenda temporal e desconsideração das leis da Física

Várias crianças com habilidades incomuns escaparam de criaturas invisíveis em uma fenda temporal, onde reviviam o Dia da Marmota desde 1943. Uma personagem resgatava um esquilo todos os dias, enquanto outra plantava uma cenoura gigante. Mas por que durante todo esse tempo a zeladora, que os mantinha protegidos, não ensinou seus pupilos a se defenderem do perigo que os ameaçava? Quando, em 2016, as criaturas invisíveis confrontaram as crianças, a única arma em toda a casa era uma balestra, que ninguém sabia manusear.

E outro momento um tanto estranho: por que Emma, ​​cujo corpo era mais leve que o ar, amarrava pesos apenas nos pés? Afinal, seus braços também deveriam flutuar incontrolavelmente.

8. Avatar: mistérios da evolução em Pandora

Depois de assistir ao filme, surgem questões sobre a evolução local. Por alguma razão, a maioria dos animais aqui tem seis membros. Lembrando que, no início, Jake foge de um feroz predador de seis patas e depois vê que o povo de Na’vi monta cavalos de seis patas.

Mas, ao mesmo tempo, por alguma razão, os seres inteligentes em Pandora possuem tudo como os terráqueos: dois braços, duas pernas e nenhuma indicação de membros extras, o que, pela lógica, deveriam ter.

9. A Fantástica Fábrica de Chocolate: relação familiar estranha e palácio derretido

Basta olhar para as relações calorosas da família Bucket. Os avós literalmente vivem em uma cama enorme, a mãe e o pai lutam heroicamente contra a pobreza e todos adoram Charlie, seu único filho e neto. Mas, ao mesmo tempo, todos os adultos dormem no andar de baixo, em um cômodo mais ou menos protegido do frio, e a criança fica ao relento sob um telhado que goteja.

E também sempre nos perguntamos por que o palácio que Willy Wonka construiu para o príncipe indiano derreteu tão rapidamente.

A estrutura deveria se desfazer sob o sol mesmo na etapa de construção: ela claramente não foi erguida da noite para o dia. Mas o palácio esperou disciplinadamente até que todo o trabalho estivesse concluído e só então se derreteu como uma grande barra de chocolate.

10. Alice no País das Maravilhas: artista super-rápido e vestido temperamental

A cena em que Alice é pedida em casamento durou apenas alguns minutos no filme. Além disso, primeiro os personagens foram mostrados caminhando no jardim e só depois entrando no gazebo. Então, como o artista teve tempo de pintar quase metade do quadro que retrata esse momento? É como se os personagens estivessem na mesma posição por quase meia hora.

O vestido de Alice também se comporta de maneira curiosa. Por exemplo, neste caso, não obedece às leis da gravidade e fica apoiado no chão.

A peça de roupa também parece estranha em outras situações. Ela não encolhe quando Alice toma as poções, mas se transforma em um minivestido quando a garota aumenta de tamanho.

11. Cinderela: ateliê do futuro

Talvez estejamos sendo excessivamente críticos e a nova versão de Cinderela deva ser vista como um tipo de musical atemporal que reflete os problemas das mulheres modernas. Ainda assim, no clássico conto de Charles Perrault, publicado em 1697, dificilmente poderia haver manequins para roupas e, nos aposentos de uma garota comum, uma máquina de costura Singer.

E, a propósito, onde a pobre garota conseguiu o dinheiro para comprar todos aqueles tecidos caríssimos e rendas luxuosas?

12. Venom: laboratório secreto totalmente desprotegido

Coisas estranhas acontecem no centro de pesquisa, onde experimentos com inteligência extraterrestre são realizados. Após o desaparecimento de Venom, o vilão começa a questionar se os funcionários viram quem entrou no laboratório. O que leva à conclusão de que os sistemas de vigilância nas instalações secretas estão comprometidos. Seria mesmo possível o rosto do personagem de Tom Hardy não ser capturado por nenhuma câmera enquanto corria pelos corredores?

A garota, já habitada pelo malvado simbionte Riot, também entra tranquilamente no laboratório. Embora ela tenha neutralizado os guardas, de alguma forma, nenhum alarme disparou em lugar algum e ninguém teve tempo de reportar um intruso.

Já notou incoerências semelhantes em algum filme ou série?

Compartilhar este artigo