Incrível
Incrível

10 Hábitos que são comuns aos brasileiros, mas não é bom reproduzir em certos países

Cada país possui sua cultura, mas muitas vezes passamos tanto tempo imersos nos nossos próprios hábitos que acabamos esquecendo disso. Todavia, não custa dar aquela checada quando estamos de viagem marcada ou vamos receber alguém em nossa casa, para não cometermos aquela gafe e ficarmos relembrando isso para todo o sempre. Afinal, o que pode parecer universal para a gente, pode ser bem diferente em outros países.

Nós, do Incrível.club, reunimos 10 hábitos de diferentes locais que podem parecer incomum para os brasileiros, mas fazem sentindo em algum lugar do mundo. Confira!

1. Gorjeta no Japão

Se o garçom for camarada é quase certo de deixarmos aquela gorjeta ao sair do restaurante, e isso é muito bem-visto, não só por nós, brasileiros, mas também em outras partes do mundo. Mas isso não é universal, no Japão, por exemplo, não é bom você deixar dinheiro ao sair do estabelecimento ou nos hotéis, eles podem se sentir menosprezados ou insultados.

2. Maneira correta de segurar o hashi, principalmente no Japão

O hashi tem uma maneira correta de segurar, isso é um fato. Todavia, aqueles que não conseguem manusear o item tão bem, podem acabar perfurando o alimento. E caso você esteja no Japão isso vai ser visto de forma pior, já que esse é o talher utilizado por eles. E esse não é o único erro que você pode cometer ao usar o hashi, puxar o prato com ele ou cortar os alimentos também não é o jeito correto de manusear o item.

3. Na Índia tem uma mão correta para comer

Nós, brasileiros, não ligamos muito para qual mão usamos para nos alimentar ou algo do tipo, todavia, em alguns países isso tem grande importância, como na Índia. Lá a mão esquerda não deve entrar em contato com alimentos ou com objetos que vão passar para outras pessoas. Isso ocorre porque para eles essa mão é considerada impura, já que são usadas em outras tarefas, como ir ao banheiro.

4. Garfo na Tailândia tem função diferente comparado ao Brasil

No Brasil é comum vermos garfo e faca dispostos na mesa, e automaticamente sabemos a sua função, a faca corta e o garfo é o utensílio que usamos para levar o alimento até nossa boca. Entretanto, esse costume não é universal, e a Tailândia é um exemplo disso, a colher é o item que levam até a boca, enquanto o garfo tem como função empurrar a comida para a colher.

5. Na Itália é infração grave cortar o espaguete

Algumas pessoas consideram mais fácil cortar o macarrão, principalmente o espaguete, na hora da alimentação. Todavia, cometer esse ato na Itália, país das massas, pode ser malvisto, para alguns deles isso é considerado um pecado culinário, além de não ser considerado uma boa etiqueta.

6. Em Ruanda não se pode comer em qualquer lugar

No Brasil podemos comer em qualquer lugar, ou seja, podemos comprar um item num estabelecimento e sair andando pelas ruas comendo. Inclusive, existem alguns alimentos que são vendidos nas calçadas e nem temos locais para sentar, só nos restando comer enquanto andamos, como é o caso da pipoca e churros.

No entanto, isso não é um ato comum em todo o mundo. Em Ruanda, você dificilmente vai ver alguém cometendo tal ato. E isso não é uma lei, porém já se tornou uma regra não inscrita, os moradores de lá simplesmente sabem. Ou seja, comer somente em locais feitos para isso, como em restaurantes ou na sua própria casa.

7. Nada de comer usando as mãos no Chile

Batata frita e pizza são alguns dos alimentos que nós, brasileiros, não ligamos de comer com as mãos, ainda que possamos utilizar o garfo e a faca. Porém, no Chile, o ideal é você manusear qualquer tipo de alimento utilizando talheres, principalmente se você estiver numa mesa de jantar.

8. Na Itália não é costume pedir ingredientes extras na pizza, isso inclui o ketchup

Em alguns lugares do Brasil colocar itens extras na pizza é quase uma obrigação, e isso é muito apreciado pelos amantes de ketchup e mostarda. Entretanto, esse ato não é bem-visto na Itália, inclusive, dificilmente você vai encontrar esses complementos na mesa. Pior do que isso, só colocar queijo sobre pratos com frutos do mar.

9. Nada de servir sua própria bebida no Egito

Se estamos num jantar ou em alguma confraternização com os amigos é comum que sirvamos nossa própria bebida se sentirmos sede. Mas no Egito isso pode soar mal-educado, sendo assim, nunca sirva sua própria bebida, espere que a pessoa ao seu lado ou o anfitrião faça, e, claro, se o copo do colega do lado estiver com menos da metade é seu dever servi-lo. Isso também serve para caso você queira mais bebida e ele não tenha percebido.

10. Não é uma boa ideia consumir chiclete em Singapura

Para nós, brasileiros, é muito comum o consumo de chiclete, independentemente se estamos em casa ou na rua, inclusive em festas infantis eles sempre vêm nos saquinhos surpresas. Porém, o uso desse item não é bem-visto em Singapura, inclusive a venda e importação foram proibidas, visando deixar o país mais limpo, principalmente as linhas de trem.

Você já conhecia alguns desses hábitos? Existe algum que você põe em prática dentro de casa? Qual desses mais te surpreendeu? Conte para a gente nos comentários!

Imagem de capa Depositphotos.com
Incrível/Curiosidades/10 Hábitos que são comuns aos brasileiros, mas não é bom reproduzir em certos países
Compartilhar este artigo