Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Pessoas que em vez de comprar um animal de estimação optaram por adotar — e tiraram a sorte grande

Animais com pedigree geralmente são bem caros. Mas será que realmente vale a pena pagar milhares de reais por um animal de estimação, em vez de adotar um amiguinho fofo de graça, além de tirá-lo da rua ou salvar a sua vida?

As pessoas do nosso post encontraram a resposta para essa pergunta e acolheram de braços abertos os bichinhos de estimação da raça mais “nobre” e leal que existe.

Nós, do Incrível.club, somos sinceramente gratos a quem optou por adotar um animalzinho, em vez de comprar. Elas foram capazes de dar amor e esperança a essas criaturas adoráveis, que já não esperavam mais nada de bom do mundo, mas a vida conseguiu surpreendê-las.

“Algumas semanas atrás, adotei este adorável cãozinho de um abrigo, em vez de comprar um corgi de um criador. Estou muito contente com ele! Este é o Tico”

“O Felix foi encontrado embaixo de um carro com o rabo quebrado. Veja só como ele está depois de 4 meses”

“Três anos já se passaram desde que a salvei no dia em que seria sacrificada. Ela é minha melhor amiga e seu nome é Mel”

“Nosso gatinho ‘vira-lata’ foi comprado por 5 reais em uma feira de rua. Outros 20 filhotinhos estavam na mesma caixa que ele, tentando a todo custo ser adotados. Mesmo assim, ele foi o escolhido e está com 13 anos”

“Este cachorrinho nasceu em um abrigo. Quase três anos se passaram, e ele é o cachorro mais feliz do mundo. Nunca saberei o que fiz para merecer um amigo tão leal assim”

“Uma vez estava sentado com uma amiga no quintal, quando esta coisinha linda entrou no meu bolso. Decidi levá-lo para casa. Foi assim que adotei meu gato”

“Minhas meninas são das raças mais raras que existem: vira-resto e vira-entulho, que significa ‘a que estava fuçando a lixeira’ e ‘a que foi achada no lixão’”

“Quando Molly foi encontrada, até as patinhas dela eram magrinhas. Agora ela é uma verdadeira rainha com bochechas rechonchudas, um rabo fofíssimo e um olhar majestoso”

“Estava no ônibus, quando surgiu do meu lado uma senhorinha com uma cesta dizendo: ‘Adote esta gatinha, foi a última que restou, ela te trará muita sorte e um bom marido!’”

“Um ano depois, meu futuro marido veio conhecer meus pais. Só tenho a agradecer à senhorinha!”

“Meu filho trouxe um bichinho de estimação da rua, e ele é meu Amoreco há 10 anos. Nunca conheci gato mais carinhoso! Faz as necessidades na caixinha e não arranha a mobília. Uma verdadeira benção”

“Aquele exato momento em que um cão velhinho percebe que está sendo adotado”

“Ela era uma gata de rua assustada com três crias e quatro filhotinhos adotivos. Agora é uma bichana empoderada, que aproveita do bom e do melhor dentro de sua própria casa”

“Este gato foi considerado ‘doentinho demais’ no abrigo e seria sacrificado. Ele estava bastante triste e só queria amor. Eu o adotei há dois anos e olhe só como está agora!”

“Este mocinho aqui estava magro e tinha perdido os pelos por conta de uma alergia terrível. Dois anos se passaram e meu meninão está mais feliz e saudável do que nunca!”

“Adotamos um gatinho do abrigo não faz muito tempo. Parece que tomei a decisão certa”

“Este rapazinho entrou no motor do meu carro e voltou para casa comigo há exatos sete meses. Foi nesse dia que ele se tornou membro da nossa família. Conheça o Frajola”

“Nosso cãozinho vira-lata é muito brincalhão e não para quieto um minuto. Sempre que perguntam a raça dele, respondemos: dog-arteirus!”

“Antes e depois do Zeus ser adotado”

“A Hanna foi tirada da rua e no terceiro dia pariu cinco lindos gatinhos. Todos os filhotinhos foram dados depois de um tempo, mas ficamos com a gata. Para a gente, ela é um membro da família!”

“Há um tempo, eles viviam em um abrigo. Agora, para conseguir arrumar a cama, preciso colocar todos para fora do quarto, mas nem sempre consigo”

“Meu gatinho, antes de ser adotado em 2017, foi encontrado muito doente dentro de um porão, coberto por pulgas e teias de aranha. Agora veja o gatão que ele virou”

“Fui fazer uma caminhada no parque e acabei encontrando esta coitadinha. Ela estava faminta, com a pata quebrada e com tanta sede, que tomou quatro litros de água. Eu a levei imediatamente para casa e a chamei de Lolla”

“Ninguém queria adotar este gato, porque ele estava muito doente. Agora meu bebezinho é saudável, extremamente mimado e muito amado!”

“Peguei um cachorro do abrigo onde trabalho. Acho que ele ficou bem contente com a adoção!”

“Eu tenho duas madames tiradas da rua e um menino adotado do abrigo. Quem puder, adote! Os vira-latinhas são simplesmente maravilhosos!”

E você, o que acha? Realmente há necessidade de comprar animais de raça ou isso é um desperdício de dinheiro, quando há centenas de animaizinhos, cheios de amor para dar, esperando por seus donos nos abrigos ou nas ruas?

Imagem de capa Mariya Solovey / AdMe