Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 Aves exóticas que não parecem ser deste Planeta

A diversidade do reino animal e algo fabuloso. As espécies, com seus diferentes tamanhos, cores e até movimentos, dão um colorido especial ao nosso Planeta. Pena que, infelizmente, muita gente não se preocupe com o desaparecimento e a extinção de diversas dessas espécies. Mas não é disso que trataremos neste post, e sim, da beleza e do estilo único de algumas aves.

Incrível.club procurou alguns dos pássaros mais estranhos do mundo e apresenta, neste post, um verdadeiro show de cores e padrões apaixonantes. Confira só!

1. Peito-celeste-de-face-carmesim

Esse pequeno pássaro turquesa também é conhecido como azul avermelhado, devido à cor das bochechas do macho. As fêmeas têm uma plumagem um pouco mais apagada, e é assim que elas podem ser diferenciadas. São encontrados no oriente e na África central.

2. Kookaburra ruivo-inchado

Na Nova Guiné e nas ilhas próximas vive esse passarinho de cores muito particulares. Ele habita a densa floresta, ao contrário de outras espécies de Kookaburra, que preferem espaços abertos. Alimenta-se principalmente de insetos e os machos defendem seu território com muita impetuosidade.

3. Gralha-azul-de-Taiwan

gralha-azul-de-Taiwan de olhos amarelos tem um tom azul muito particular no corpo, além de pernas e bicos vermelhos, que a tornam muito diferente. Sua cauda é mais longa que a de uma gralha comum e podemos encontrar a espécie em Taiwan, de onde é endêmica. Vale ressaltar que é um pássaro monogâmico, pois permanece com o mesmo par ao longo de toda a vida.

4. Faisão-do-Nepal

Também conhecida como faisão-resplandecente, essa ave tem a forma de um galo. Provém de florestas de coníferas do Himalaia e é considerada a ave nacional do Nepal. Em vez de voar, prefere percorrer a vegetação rasteira, embora o faça apenas em certas ocasiões. Uma ave que pode ser criada em cativeiro, como uma espécie de galinha.

5. Chapim-azul

Na Europa e no Oriente Médio, podemos encontrar esse pequeno e simpático pássaro com pernas afiadas e plumagem amarela e azul. Os machos possuem uma cor mais brilhante no topo da cabeça, que é um pouco mais opaca nas fêmeas. Existe uma grande variedade de subespécies que se estendem à África e às Ilhas Baleares.

6. Cagu

Esse pássaro cinza é originário da Nova Caledônia e é reconhecido pelo comprimento de sua crista. Tem uma espécie de chifre nasal que nenhum outro pássaro possui e passa a maior parte do tempo no chão. Mede cerca de 55 cm, mas infelizmente está em risco de extinção. Embora tenha asas grandes, não é capaz de voar.

7. Águia-das-Filipinas

Uma das maiores aves de rapina de regiões tropicais. É a ave nacional das Filipinas, sendo também conhecida como águia-pega-macaco, pois se alimenta de espécies como macacos, cobras e outras aves grandes, como o Calau. As fêmeas são maiores que os machos.

8. Guará

Também conhecido como ibis-escarlate, seu formato é semelhante ao de um pelicano. É o pássaro nacional de Trinidad e Tobago; no entanto, também pode ser encontrado em países como o Suriname. À medida que envelhece, a cor de sua plumagem vermelha se torna mais intensa. Ao contrário de outros pássaros, pode localizar sua comida pelo toque, e não pelo olfato.

9. Patola-de-pés-azuis

Entre o Peru e o Golfo da Califórnia, podemos encontrar essa espécie rara de pássaro com pés azuis. Ele foi estudado nas Ilhas Galápagos pelo lendário cientista Charles Darwin, o pai da teoria da evolução. Atinge 90 cm de altura e possui uma espécie irmã de pés vermelhos, cuja cor provém dos carotenoides encontrados em sua dieta, que consiste em anchovas e sardinhas.

10. Calau-de-capacete

Esse estranho pássaro sedentário é encontrado em regiões como a Indonésia e a Malásia, onde sua mitologia o considera o guardião do rio que divide o mundo dos vivos e dos mortos. Trata-se de um grande pássaro coberto por penas negras e que possui uma espécie de capacete que se estende da crista ao bico. Os machos o utilizam como método de defesa ao disputar com outras aves o território.

11. Coua Coquereli

Esse pássaro de peito de olhos vermelhos tem uma máscara azul muito brilhante. Foi descoberto pelo entomologista Charles Coquerel, que coletava insetos na ilha de Madagascar, de onde a ave é endêmica. É por isso que leva o seu nome, assim como outras espécies como a Sifaka-de-coquerel e o Lêmure-rato-gigante-de-coquerel.

12. Maria-leque-do-sudeste

Pertence a diferentes regiões da América, como a floresta amazônica. Mede cerca de 16 cm e também é conhecida como pega-moscas real, porque se alimenta desses insetos. Os machos têm uma pluma com penas vermelhas e pretas. Já as fêmeas têm um pouco mais de laranja ou amarelo.

13. Abelharuco-carmim

Encontrado no sul da África, esse pequeno pássaro escava túneis para fazer seu ninho, onde põe de 2 a 5 ovos. É uma espécie muito sociável, que migra em bandos de norte a sul. Alimenta-se de insetos voadores como abelhas e outros que captura em matagais.

14. Marabu

Essa ave carniceira também caça pequenos animais vertebrados ao redor dos lagos das áreas pantanosas e da savana do continente africano. Seu peso é de aproximadamente 6 kg e ela possui uma altura de cerca de 120 cm da cauda à cabeça. A expectativa de vida é de 15 anos.

15. Beija-flor-de-leque-canela

Esse pássaro pequeno e colorido, da família dos beija-flores, vive na parte norte da América do Sul, em países como o Brasil e a Guiana. Possui um corpo verde com uma crista vermelha, no caso dos machos, com algumas penas bege e uma faixa branca na região do início da cauda.

16. Faisão Temminck

Com uma forma corporal semelhante à de um galo, esse pássaro peculiar pode ser encontrado nas montanhas do nordeste da Índia e no centro da China. Alimenta-se principalmente de vegetais e é muito amigável com os seres humanos, embora geralmente seja bastante solitário.

17. Tauraco persa

Na África do Sul, podemos encontrar esse pássaro verde com olhos vermelhos. Mede aproximadamente 45 cm, possui uma plumagem esverdeada com asas azuis, além de uma bela pluma com pontas em branco e preto e olhos que parecem ter sido delineados em branco. Alimenta-se principalmente de frutas.

18. Sete-cores-da-amazônia

Também da América do Sul, esse pássaro colorido de peito azul-turquesa, costas amarelas e olhos pretos é encontrado em bandos de cerca de 16 indivíduos que se alimentam de frutas e insetos. Eles geralmente ficam nas copas das árvores e as deixam depois de conseguir seus alimentos.

19. Bico-de-tamanco

Essa espécie de pelicano é conhecida pelo formato do bico, que se assemelha ao de um tamanco. Tem uma pelagem marrom com uma tonalidade muito peculiar no nascimento, que vai ficando cinza com a idade. Vive no sudeste da África, mas atualmente está em perigo de extinção.

20. Kakapo

O kakapo pertence à família dos papagaios e vive na Nova Zelândia. É um pássaro noturno e, embora não possa voar, possui um nariz muito desenvolvido. Um fato curioso sobre essa espécie é que ela é descrita como uma ave aromática com cheiros como mel e frutas, ou como o interior da caixa de um violino. Infelizmente, esse recurso as torna presa fáceis para animais maiores.

Qual desses pássaros você gostaria de conhecer pessoalmente? Existe algum outro que o surpreenda por suas características? Conte para a gente na seção de comentários.