O gato perdido que ficou plantado na janela da casa de desconhecidos (uma história hilária)

Os gatos, como você sabe, são adoráveis. Isso desde que não estejam do lado de fora da janela de sua casa, olhando para dentro e tentando entrar, como se estivessem malucos. E a situação fica pior ainda quando o gato é um desconhecido. Foi exatamente o que aconteceu com Erin Breean, que notou esse estranho bichano enquanto passeava com seu cachorro e seu namorado. Naquele momento, ela não imaginava que o gato iria perseguir sua família por muitos dias.

Nós, do Incrível.club, não podemos fazer nada a não ser aplaudir de pé esse felino que usou uma tática incrivelmente inteligente para alcançar seu objetivo.

Os instrutores de sobrevivência aconselham que a pessoa permaneça no mesmo lugar se estiver perdida na natureza. Isso facilita a operação de busca e salvamento, aumentando as chances de ser encontrada. Acreditamos que esse gato de alguma forma conhecesse essa técnica, aplicando-a perfeitamente com a família que decidiu “marcar”.

“Hummm

De quem é esse gato?

Não, sério agora...”

Segundo Breean, durante o primeiro encontro, o gato parecia excessivamente amigável (não vamos mencionar o fato de ele ter tentado atacar o cachorro) e bem alimentado. Por isso ela imaginou que pudesse estar perdido.

Ela não queria levá-lo a um abrigo ou a um veterinário — pois aparentemente ele não precisava de ajuda — e esperava que o dono o encontraria mais rapidamente se ficasse com o animal e avisasse as pessoas por meio das redes sociais. Então, tirou várias fotos do gato e as postou no Facebook, deixando-o fora de casa, na esperança de que fosse embora.

“Eh... não, amigo.”

Greg (sim, ele ganhou um nome temporário) não mostrou sinais de que planejava ir embora. Ele decidiu firmemente ficar plantado perto das janelas da casa de Breean, encarando toda a família. Algumas vezes tentou até invadir a casa. E a família começou a ter dúvidas sobre qual era seu verdadeiro objetivo — entrar, encontrar seu dono ou atacar o cachorro.

“Dia 3. Ajudem”

Um pouco de ração e água convenceram o gato de que a estratégia escolhida por ele estava dando certo. Mas a família pensou o contrário e decidiu ignorá-lo. Pouco tempo depois, o gato desapareceu, mas apenas para surgir, logo depois, perto da janela dos fundos da casa. Dessa vez deu alguns miados bem barulhentos para ser mais convincente, tentou entrar usando a porta do cachorro, falhou, encolheu-se e adormeceu.

“Gato, por favor, vá pra casa, vc está bêbado.

NÃO”

O dia seguinte chegou e o gato continuava lá. Ele simplesmente ficava olhando para a família a maior parte do dia e perseguia as pessoas enquanto passeavam com o cachorro. Breean diz que, literalmente, a qualquer momento, não importava se era dia ou noite, aqueles olhos brilhantes os acompanhavam. Era assustador e hilário; ele sempre os observava. “Por favor, pelo amor de Deus, venha buscá-lo”, escreveu em seu post no Facebook.

“Bem, então”

Às vezes Breean até queria deixá-lo entrar. Mas tinha medo de que ele ameaçasse o cão novamente. Isso a levou a agilizar a busca pelo proprietário. A garota compartilhou várias postagens em sites especializados, escreveu uma nota e a colou no colarinho de Greg e até procurou por algum microchip que eventualmente estivesse no gato.

“Adivinha quem voltooou...”

Greg permaneceu ali por 4 dias inteiros, quando, finalmente, Breean recebeu uma mensagem do proprietário. O nome verdadeiro do animal é Kylo e sua casa ficava a poucos quarteirões de distância. O feliz encontro aconteceu na mesma noite. Breean agora diz sentir falta do perseverante felino e sempre se pergunta sobre o que ele pode estar fazendo.

Essa história o fez sorrir? Conte-nos alguma peripécia de seus animais de estimação!

Imagem de capa Erin Breean / Facebook
Compartilhar este artigo