Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Ela entrou em coma e, quando acordou, tinha tido um bebê sem saber que estava grávida

Imagine que você perde a consciência por alguns dias e, quando acorda, recebe a notícia de que esteve grávida e já é mãe. O que faria? “Despertar de um coma, saber que estava grávida e que já tinha uma filha foi muito impressionante”, foram as palavras de Ebony Stevenson, uma estudante de 18 anos que estava em casa com sua mãe, quando começou a sentir uma dor de cabeça e decidiu dormir. Depois disso, convulsionou e acabou no hospital, onde descobriram que estava grávida.

O Incrível.club compartilha com você essa fantástica história, que mostra que milagres existem e que tudo na vida tem uma razão de ser.

A gravidez inesperada

Não houve sintomas ou sinais de gravidez. Na verdade, tudo parecia normal na vida de Ebony até que, depois de dormir como em qualquer outro dia, teve convulsões. Sua mãe chamou uma ambulância e os paramédicos descobriram que sua filha estava grávida.

Ela insistiu que isso não era possível, porque sua barriga não tinha mudado de tamanho e seu período menstrual estava normal. Ao chegar ao hospital, todos ficaram surpresos com a descoberta de que um bebê estava a caminho.

A explicação desse bebê

Após uma intervenção cirúrgica, os médicos descobriram que a jovem tinha uma malformação genética chamada útero bicorno, que fazia com que o órgão se dividisse em 2. Apenas uma parte estava conectada ao ovário por uma das trompas de falópio. O bebê desenvolveu-se na área mais próxima de suas costas e por isso ela não notou sua existência.

Uma cesariana de emergência

As convulsões que sofreu antes de ir ao hospital causaram uma complicação na gravidez conhecida como pré-eclâmpsia. Isso fez com que os médicos decidissem realizar uma cesariana imediatamente, enquanto Ebony ainda estava em coma induzido. Depois de 3 dias, ela pôde conhecer sua linda menina e, embora tivesse sido invadida por muitos sentimentos confusos, entendeu a situação.

Elodie, o bebê milagroso

A jovem deu à filha o nome de Elodie — ao nascer, a bebê pesava 3,5 kg. Os médicos disseram que era um caso incomum porque mulheres com essa condição têm pouquíssimas chances de engravidar ou dificuldade de dar à luz. Eles disseram que se tratava de “um bebê milagroso”, por todas as complicações por que passou.

Depois da confusão, o amor triunfou

Quando acordou do coma e recebeu a notícia, foi muito difícil assimilar o que estava acontecendo. Quando teve seu primeiro encontro com a filha, sentiu-se confusa e queria que levassem a bebê embora, porque garantia que se tratava de um erro.

Embora as primeiras horas tivessem sido difíceis, pouco a pouco, Ebony compreendeu a situação e superou os impactos iniciais da nova vida. Agora ela está feliz em acordar todos os dias e encontrar Elodie para compartilhar mais experiências. O amor de mãe a invadiu.

O que achou da história? Como reagiria se estivesse no lugar dela? Conte suas respostas nos comentários.

Imagem de capa SWNS / Facebook