Incrível
Incrível

12 Apelidos carinhosos de outros países que ficam estranhos quando traduzidos para o português

“Querido”, “amor”, “neném”, “gato” ou “gata”, “meu docinho”, entre outros, são apelidos românticos que a gente repete bastante aqui no Brasil. A maioria desses termos carinhosos estão, muitas vezes, relacionados com animaizinhos e doces.

Mas, conforme viajamos pelo mundo, essas expressões que demonstram intimidade e confiança entre duas pessoas, podem ficar bem peculiares, quando traduzidas de forma literal para o português. Já pensou chamar sua namorada ou namorado de “melão bobo”? Para você pode parecer estranho, mas, para as caras-metades chinesas, não! 😁

E é por isso mesmo que nós, do Incrível.club, decidimos nos desafiar e pesquisar por nomes incomuns, porém fofinhos, utilizados ao redor do globo entre os casais. Dê uma olhada!

1. Camundongo

Os camundongos são pequenos roedores conhecidos por fazerem muito barulho e serem rápidos. Há quem não goste deles, mas há quem goste e ainda os use como apelido romântico. Por exemplo, na Alemanha, é bastante comum um homem chamar sua namorada ou esposa de “maus”.

O termo também é favorito para crianças pequenas (que, reconhecidamente, têm mais em comum com os animais minúsculos). Nesse caso, o diminutivo “Mäuschen” é o mais apropriado.

2. Minha galinha

Os franceses usam muitos nomes de animais como palavras carinhosas. Um deles, em especial, é “ma poule”, que traduzido para português significa “minha galinha”. Bem, os franceses gostam muito de comer carne de aves, então isso pode explicar porque existem tantos termos meigos que homenageiam essa cultura culinária.

3. Meu pequeno repolho

“Mon petit chou”. Se você esquecer que a tradução literal significa “meu pequeno repolho”, descobrirá que essa frase realmente quer transmitir “meu favorito” ou “minha favorita”. Ao contrário do que as pessoas pensam, o termo não vem de repolho, mas de “chou à la crème”, que é uma folhada de creme doce e saborosa. Lembra que mencionamos acima como os franceses adoram fazer referência à sua culinária? Pois é...

4. Minha melhor pedra verde

Semelhante a chamar seu parceiro romântico de “meu tesouro” em outras línguas, você pode usar “taku kairangi”, em maori, que em português é o mesmo que dizer “minha melhor pedra verde”. Essa expressão realmente mostra o quão essa pessoa é importante para você.

5. Melão bobo

Em mandarim, a palavra “shǎguā” é uma forma de demonstrar afeto, enquanto provoca a sua cara-metade, em tom de brincadeira. Pense nas palavras em português “bobo” ou “tonto”, pois a essência é a mesma.

Lembre-se, esse nome só deve ser usado com pessoas com quem se tem confiança, como seu companheiro. Não fique chamando alguém de “melão” à toa, em um ambiente corporativo ou no trabalho, por exemplo, pois pode repercutir como um insulto.

6. Nariz fofo

Enquanto os brasileiros costumam apelidar carinhosamente seus pares através dos diminutivos dos traços faciais, como “narizinho”, por exemplo. Na Suécia, os casais se chamam de “sötnos”, ou “nariz fofo”. Significa o mesmo que dizer “meu querido” ou “minha querida”, no Brasil.

7. Porco bobo

O mamífero “porco” é um termo simpático e querido em cantonês, usado para expressar o amor entre duas pessoas — se lembra do porquinho atrapalhado em Babe? Ao contrário dos países ocidentais, onde a palavra é frequentemente usada em tom mais depreciativo.

8. Urso-rato

Os alemães usam a combinação de dois animaizinhos para criar a palavra “mausebär”, que significa “urso-rato”. Se para eles, um ratinho e um urso podem ser considerados fofinhos, então imagine o quão amoroso é chamar seu parceiro assim.

9. Peixe afogado, ganso caído

Por essa muitos não esperavam. Quando um chinês quer elogiar a beleza de uma mulher, ele pode dizer a expressão “chén yú luò yàn”, que significa “peixe afogado, ganso caído”. Apesar de parecer estranho (para nós!), há uma história por trás desse termo.

Na China, conta-se uma lenda de uma mulher que era tão bonita que, ao olhar para os peixes, eles ficaram deslumbrados, se esqueceram de nadar e se “afogaram”. Da mesma forma, diz-se que quando gansos voaram sobre uma mulher chamada Wang Zhaojun, eles ficaram tão impressionados com sua beleza que esqueceram de bater as asas e acabaram por precipitar-se para o chão. Agora faz muito mais sentido, não é?

10. Coração de cordeiro

Nós poderíamos ficar olhando para cordeirinhos por horas, por serem animaizinhos tão adoráveis. As mulheres sul-africanas também parecem concordar conosco, uma vez que tratam alguém próximo de seu coração de “hartlam” (a língua Afrikaans) ou para nós, coração de cordeiro.

11. Gambá

Provavelmente nem todo mundo quando pensa em um gambá, o associa a um animal fofo, mas os australianos parecem pensar de forma diferente e usam a palavra “possum” como um nome romântico para sua cara-metade. Por aqui, é provável que o termo seja mais comumente utilizado em tom negativo, certo?

12. Migalha de pão

“Muru” é considerado um dos mais comuns e adoráveis apelidos finlandeses para usar com seu namorado/namorada. É tão popular que você até encontra camisetas para venda, com a expressão estampada. E aí, vai arriscar? “Minha migalha de pão...”

Você também demonstra carinho chamando seu parceiro (a) de algum apelido incomum? Se sim, que tal compartilhar com a gente nos comentários e a história por trás dele? Vamos adorar saber! 😊

Incrível/Relacionamento/12 Apelidos carinhosos de outros países que ficam estranhos quando traduzidos para o português
Compartilhar este artigo