Incrível
Incrível

10 Dicas para fortalecer o relacionamento e evitar um divórcio

Segundo o psicólogo Dr. Daniel Gilbert, ter em um casamento feliz significa estar feliz. Para ele, as pessoas casadas são mais alegres do que as solteiras porque o maior indicador de felicidade em humanos é a qualidade de seus relacionamentos sociais. Contudo, ele sabe que para manter um casamento é necessário trabalho, dedicação e muito, muito amor.

Pensando nisso, o Incrível.club separou 10 dicas que ajudam a manter o casamento mais feliz e mais saudável.

1. Não ignore assuntos “pequenos”

Quando o assunto é relacionamento, é sempre bom saber que alguns problemas talvez pareçam irrelevantes em um primeiro momento, mas podem crescer e se transformar em grandes discussões e até brigas no futuro. Em alguns casos, os desentendimentos podem sair do controle e acabar com uma relação. Segundo o advogado especialista em divórcio James Sexton, um casamento é um organismo vivo e tanto o marido quanto a mulher são responsáveis por não deixar que os pequenos desentendimentos saiam do controle.

2. Discutir os gostos e as preferências

É sempre muito importante comentar os nossos gostos e preferências com nosso companheiro, só assim ele ou ela saberá o que pode ou não fazer para evitar mal-entendidos. Segundo James Sexton, tão importante como prestar atenção aos nossos gostos e aos da outra pessoa, é que tudo isso seja conversado abertamente.

3. Pequenos atos generosos e altruístas são muito importantes em um relacionamento

Os detalhes nunca devem ser ignorados ou esquecidos em um relacionamento. Se você gosta de preparar o café da manhã do seu companheiro todos os dias, não deixe de fazer isso. Se gosta de surpreendê-lo com um pequeno presente, ou com um jantar especial no meio da semana, continue fazendo. O mesmo vale para todos os pequenos gestos, são eles que deixam o dia a dia muito mais agradável e o relacionamento mais sólido e muito, muito mais feliz.

Ainda segundo James Sexton, os pequenos gestos altruístas são realmente muito importantes e podem melhorar a qualidade de um casamento. No entanto, é muito fácil esquecer essas coisas quando o relacionamento já dura muitos anos. Contudo, os especialistas gostam de deixar bem claro que esses pequenos atos são fundamentais para manter acesa a chama do começo da relação.

4. Reservar pelo menos 15 minutos por dia para o relacionamento

Passar um tempo de qualidade é a chave para um casamento feliz e bem-sucedido. Mesmo 15 minutos por dia são suficientes, desde que seja exclusivo para você e o seu companheiro ou sua companheira. O ideal é que o casal demonstre o mesmo afeto do começo do relacionamento e converse sobre planos e objetivos em comum. Essas coisas não devem ser esquecidas com o passar dos anos; muito pelo contrário, devem ser retomadas para fortalecer o vínculo entre o casal.

5. Elogios não devem ser guardados

Elogios não devem ser guardados, sobretudo quando a outra pessoa não tem problema nenhum em ser elogiada publicamente, seja na frente de amigos ou de familiares. O ideal é sempre deixar claro se nos sentimos bem ao sermos elogiados em público. Contudo, o mais importante aqui é reconhecer a importância do elogio para a saúde do relacionamento.

6. Cada um gosta de ser amado de uma forma diferente, e nós devemos nos adaptar

Para que um relacionamento funcione é importante entender que as coisas que você considera românticas, nem sempre são as mesmas consideradas por seu companheiro ou companheira. Na hora de demonstrar amor e carinho cada um tem a sua preferência. Só porque você acredita que rosas são a melhor forma de demonstrar o seu afeto, isso não significa que todos devam pensar da mesma forma. Tente se adaptar aos desejos do outro para poder fazer com que ele (ou ela) sinta que está recebendo todo o amor que merece.

7. Não pare de cuidar de você só porque está em um relacionamento

Estar em um relacionamento não significa que não devemos nos preocupar com a nossa aparência. Sim, as pessoas nos amam pelo que somos, porém, é importante o outro perceber que gostamos de nos cuidar não apenas para nós mesmos, mas para o outro também.

8. É importante fazer coisas juntos, mas lembre-se também de ter uma vida fora do casamento

Além de comer, assistir à televisão e dormir com o companheiro, é importante que o casal tenha gostos em comum. No entanto, o mais importante é que isso seja de fato genuíno; ou seja, um relacionamento só pode funcionar se os dois gostarem de estar um com o outro. Por outro lado, também é importante passar um tempo sozinho ou com os amigos. Mais uma vez a chave está em encontrar um equilíbrio saudável para fazer com que o relacionamento fique mais leve e sem cobrança, mas sempre com muitas demonstrações de afeto.

9. Se vocês não são melhores amigos, há algo de errado

Um matrimônio não é apenas um contrato legal, nem se resume a demonstrações amorosas. Segundo o pesquisador de divórcio Dr. John Gottman, o casamento também é uma relação de amizade. Para ele, o casal deve sempre mostrar muito respeito um pelo outro e aproveitar ao máximo o tempo que passam juntos. Além disso, também é extremamente importante que se conheçam muito bem. Gostos, traços de personalidade, esperanças e sonhos são alguns dos aspectos que os dois devem conhecer para deixar a relação ainda mais forte.

10. Não deixe a outra pessoa esquecer o quanto você a ama e a valoriza

Dizer “Eu te amo” todos os dias, seja de manhã, antes de dormir ou em qualquer horário, é algo fácil e muito importante para o relacionamento. Palavras e gestos de carinho são uma forma de alimentar a relação e de fazer com que o casamento se mantenha sólido e feliz. E não se esqueça: se em algum momento você não se sentir amado, lembre-se de que a outra pessoa pode estar passando pelo mesmo processo, portanto nunca ignore essas três palavrinhas, elas são muito mais importantes do que parecem.

Na sua opinião um casamento é apenas um contrato legal, ou também acredita ser muito mais do que isso? Para os que estão casados, deixamos a pergunta: quais os segredos de um relacionamento longo, sólido e feliz?

Compartilhar este artigo