Incrível
Incrível

9 Motivos óbvios (e outros não tão óbvios) pelos quais você pode ser impedido de embarcar em um voo

Imagine a cena: você já comprou o bilhete aéreo, fez o check-in antecipado, passou pelos controles de segurança, ufa! Tudo pronto para embarcar, certo? Não necessariamente. Existem muitos motivos pelos quais uma companhia aérea pode barrar um passageiro antes da decolagem.

Nós, do Incrível.club, criamos uma lista de motivos pelos quais aquela sua tão esperada viagem pode não acontecer. Confira agora mesmo!

1. Roupas inapropriadas

Acredite, o uso de roupas inapropriadas é um dos principais motivos pelos quais as companhias têm a prerrogativa de negar o embarque a um passageiro. Minissaias e shorts ultracurtos, blusas com decotes excessivos e até roupas com símbolos políticos ou ofensivos podem causar conflitos entre os passageiros. Para evitar isso, os comissários de bordo podem exigir que o passageiro desça do avião antes da decolagem.

2. Falta de condições físicas

Às vezes, nos sites das companhias aéreas, pode ser encontrada a informação de que “o embarque de passageiros que não têm condições físicas de se sentar em um assento com o cinto de segurança afivelado pode ser negado”. O objetivo, segundo as companhias, é proteger esses passageiros. O tema, claro, é polêmico. Por isso, na maior parte dos casos, os comissários de bordo fazem concessões e se esforçam ao máximo para garantir o espaço desses passageiros.

3. Overbooking

Mesmo que não haja nada de errado com a sua reserva, há o risco de você não conseguir embarcar. O fato é que as companhias aéreas buscam sempre preencher a lotação máxima das aeronaves (o que garante a viabilidade econômica do funcionamento dessas empresas). Nesse processo, no entanto, podem acabar vendendo mais passagens que o número de assentos. É o chamado overbooking. Na prática, isso significa que sua viagem pode ser cancelada.

4. Palavrões

Uma regra básica de convivência dentro de uma aeronave diz respeito a evitar palavras de baixo calão, sobretudo se for gritando. Tal comportamento, pode, sim, levar os comissários de bordo à decisão de expulsar um passageiro de um voo. Mais ainda se o palavrão for proferido durante uma discussão. A ideia é evitar ao máximo os conflitos.

5. Passageiro alto demais

Ser muito alto nem sempre é uma vantagem. No caso de viagens aéreas, essa característica pode acabar jogando contra. Um caso notório é o de um jogador de vôlei russo que teve dificuldade para se sentar por causa do pouco espaço entre os assentos. Irritado com a situação, ele entrou em confronto com a tripulação e acabou sendo preso pelo comportamento inadequado antes mesmo da decolagem.

6. Falta de espírito natalino

Acredite, a falta de espírito natalino também pode se tornar motivo para a expulsão de um passageiro. Isso aconteceu no aeroporto de LaGuardia em Nova York: o alegre “feliz natal” do responsável pelo embarque não inspirou um passageiro ranzinza, que alegou que nem todo mundo comemora a data. Então, o que seria apenas um pequeno mal-entendido se transformou em uma grande confusão e o irritadinho foi expulso da aeronave sob os aplausos de outros passageiros.

7. Pés descalços

Se você é daqueles que gostam de andar descalços pela casa, é melhor esquecer esse hábito quando estiver em voo. A bordo, o comportamento pode ser considerado ofensivo, dando margem, inclusive, à expulsão da aeronave por comportamento inadequado.

8. Odores desagradáveis

Até mesmo o cheio forte de suor pode ser motivo para a expulsão de um passageiro. Há um caso concreto envolvendo um alemão que viajava para o Havaí pela British Airways. Os demais passageiros simplesmente não aguentaram o odor do rapaz e, pouco antes da decolagem, os comissários tiveram de escoltá-lo até a saída do avião.

9. Comentários negativos sobre a companhia aérea

Por fim, vale pedir atenção às críticas nas redes sociais em relação às empresas de aviação e até mesmo aos administradores do aeroporto. Mesmo um tuíte de raiva pode causar problemas. Foi exatamente isso que aconteceu com Duff Watson em 2014. Pouco antes da decolagem, o homem reclamou nas redes sociais sobre um dos funcionários do aeroporto. Ele foi obrigado a excluir o comentário para poder embarcar.

Você já teve alguns incidentes parecidos antes ou durante um voo? Conte nos comentários!

Incrível/Psicologia/9 Motivos óbvios (e outros não tão óbvios) pelos quais você pode ser impedido de embarcar em um voo
Compartilhar este artigo