Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como estão e o que fazem as vilãs das novelas mexicanas inesquecíveis por suas maldades

1-12
91k

Para nos prender do início ao fim, uma novela precisa ter alguns ingredientes especiais. Não pode faltar nessa receita um belo galã, uma linda heroína e, claro, uma vilã perversa. Nenhuma narrativa é suficientemente envolvente se não contar com uma personagem malvada. São elas que, no final das contas, dão aquele “tempero” capaz de prender o público diante da telinha.

Incrível.club fez um tour pelas novelas mexicanas mais famosas dos últimos anos com suas vilãs inesquecíveis e agora vai revelar qual foi o caminho trilhado pelas atrizes. Muitas dessas novelas foram exibidas aqui no Brasil. Vamos ver se você se lembra dessas personagens marcantes!

1. Catalina Creel, de Ambição

A vilã principal da novela Ambição se chamava Catalina Creel, papel interpretado pela renomada atriz María Rubio. A trama mostrava as atitudes terríveis cometidas por uma mãe por causa dos filhos. Nesse enredo, Catalina comete vários crimes por eles. O último trabalho da atriz na televisão foi em 2011 na novela Una familia con suerte (Uma família de sorte, na tradução livre). Ela morreu em 2018.

2. Malvina Morantes del Olmo, de Maria Mercedes

A malvada Malvina tornou difícil a vida da pobre Maria Mercedes, que teve a infelicidade de se apaixonar por seu filho, Jorge Luis. Uma de suas maldades foi colocá-la em um sanatório. No final, Malvina é quem enlouquece por ambição e ciúmes exagerados. A atriz Laura Zapata interpretou essa vilã de maneira magistral em 1992. Sua carreira inclui obras de teatro e cinema e seu último trabalho foi em 2017, na novela El Bienamado, um remake da novela da Globo O Bem-Amado, de 1973.

3. Tamara de la Colina, de O privilégio de amar

atriz Cynthia Klitbo era a malvada Tamara na novela de 1998. Com seu rosto angelical, sempre conseguia o que queria, até que a doce protagonista, interpretada por Adela Noriega, cruzou o seu caminho. A carreira de Cynthia inclui vários sucessos no cinema e no teatro e, atualmente, ela faz parte do elenco da novela Médicos, línea de vida (Médicos, linha de vida, na tradução livre).

4. Maria Paula, de Laços de Amor

Na novela de 1995, a estrela Lucero Hogaza León (chamada simplesmente de Lucero) interpreta três papéis. Um deles é o de uma garota mimada e ambiciosa, que luta pela herança dos seus pais até as últimas consequências. Lucero, além de atriz, é cantora, por isso sua carreira artística é bastante completa. Ela trabalhou na televisão, no cinema, no teatro e tem vários álbuns em seu currículo. Em 2019, participou do concurso de talentos La voz Kids, como treinadora.

5. Angélica Santibañez, de Marimar

Em 1994, Chantal Andere fez o papel da malvada Angélica, que nunca se cansava de humilhar a pobre Marimar. Um dos momentos inesquecíveis da vilã foi quando obrigou a protagonista a pegar uma pulseira que tinha caído em uma poça cheia de lama. Chantal possui uma carreira invejável. Em 2019, estreou como apresentadora do programa El Grito Fiesta Azteca.

6. Paola Bracho, de A usurpadora

atriz Gabriela Spanic interpretou duas personagens na novela de 1998. Uma delas era egoísta, ambiciosa e traiçoeira e se chamava Paola Bracho. Entre as suas inúmeras maldades, passou-se por aleijada para conseguir a compaixão da sua família endinheirada. Gabriela, além de atriz é cantora e escritora. Sua carreira inclui vários álbuns e cinco livros, dois deles lançados em 2020.

7. Rubí Pérez Ochoa, de Rubi

Bárbara Mori interpretou Rubi, uma garota que usa a sua beleza para conseguir dinheiro e status social, suas duas obsessões. Na novela de 2004, a protagonista é justamente essa vilã sem escrúpulos, capaz de tudo para conseguir o que quer. Atualmente, a atriz, nascida no Uruguai, faz parte do elenco do filme Guía para el viajero que no quiere preguntar (Guia para o viajante que não quer perguntar, na tradução livre).

8. Doña Gabriela, de Fuego en la sangre

Na história de amor e vingança, a vilã interpretada por Diana Bracho se destaca. Ela é uma mãe autoritária, amarga e má, que transforma a vida das suas filhas em um verdadeiro pesadelo. A novela foi ao ar em 2008. A atriz já participou de inúmeras novelas, diversos filmes e peças de teatro. Em 2019, trabalhou no filme En las buenas y en las malas (Nos bons e maus momentos, na tradução livre).

9. Sol de la Riva, de Rebelde

Na novela Rebelde, a atriz María Fernando Malo, mais conhecida como Fuzz, interpretou a arqui-inimiga de Mía Colucci. As duas lutaram com unhas e dentes pelo amor de um dos protagonistas. Sua última aparição na telinha foi na novela Miss XV, em 2012. Mas Fuzz ainda pode ser vista nas redes sociais, onde é muito ativa.

10. Dona Juana de Manrique, de Alborada

 mais de 15 anos, a atriz e cantora mexicana Daniela Romo interpretou a vilã despótica Dona Juana, que escondia um segredo terrível: a verdadeira identidade do seu filho. A carreira bem-sucedida da artista inclui grandes sucessos musicais, teatrais e cinematográficos. Hoje ela faz parte do elenco da novela Vencer el miedo (Vencer o medo, na tradução livre).

11. Graciela de Mendoza, de O que a vida me roubou

Intrigas, mentiras, ambição e traição... tudo isso fazia parte do repertório de uma mesma vilã, interpretada pela atriz Daniela Castro. Ela era tão perversa que até permitiu que seus próprios netos fossem sequestrados (na novela, é claro). Em 2018, ganhou o prêmio de melhor “atriz antagonista” por seu papel na novela Me declaro culpable (Me declaro culpado, na tradução livre), um de seus últimos trabalhos na televisão.

12. Roxana Brito de la O, de Amigas e Rivais

A atriz Joana Benedek destacou-se no papel de madrasta malvada na novela de 2001, fazendo o possível para conquistar o filho do próprio marido, mesmo que isso implicasse cometer um crime. Parou de atuar em 2012. Desde então, tem um canal no YouTube, onde fala sobre motivação pessoal.

13. Carlota Espinoza de los Monteros, de En nombre del amor

Em 2008, Letícia Calderón estreou na novela no papel da vilã Carlota. Ela era amarga e ressentida por causa de um amor não correspondido, jogando toda a sua frustração sobre uma sobrinha, fazendo-a sofrer até a exaustão. No decorrer de sua carreira, a atriz participou de novelas, séries e programas de televisão. Atualmente, pode ser vista na novela Soltero con hijas (Solteiro com filhas, na tradução livre).

14. Regina Villarreal, de La dueña

A bela Angélica Rivera interpretou a “protagonista má” da novela, transmitida em 1995. No início, era uma jovem terna e apaixonada. Mas uma mudança nas circunstâncias a deixou amarga e fria, ganhando o apelido de “víbora”. No entanto, no fundo, ela ainda era uma boa mulher. A atriz deixou as telinhas depois de se casar em 2012 com o então presidente do México Enrique Peña Nieto.

15. Soraya Montenegro, de Maria do bairro

O papel da atriz Itatí Cantoral na novela de 1995 é inesquecível. A malvada Soraya não deixava passar nenhuma oportunidade para humilhar a doce protagonista. Sua longa carreira inclui um último papel como protagonista na novela Silvia Pinal, frente a ti, em 2019.

De qual das vilãs você se lembra? Qual delas considera a mais terrível? Quais outras personagens não foram incluídas na lista? E entre as vilãs de novelas brasileiras, quais são as mais memoráveis? Deixe sua opinião na seção de comentários.

1-12
91k