Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

9 Mulheres latinas que conquistaram o coração da realeza europeia

As casas reais europeias têm tantos anos quanto membros e, acredite ou não, pessoas da América Latina também fazem parte dessa lista. Contos de fadas com príncipes e princesas se tornaram realidade para essas mulheres latinas, que, por causa de sua beleza e inteligência, conquistaram o coração de um aristocrata da realeza. Mas elas não são apenas companheiras nas tarefas reais de seus maridos, como também participam de ações de solidariedade por seus reinos e algumas até têm seus próprios trabalhos.

Nós, do Incrível.club, queremos apresentar para você essas mulheres latinas que não apenas cativaram o coração dos membros das famílias reais, mas também os dos súditos dos países que as acolheram. Confira!

1. Alessandra de Osma

Alessandra de Osma é advogada e modelo peruana que, em 2018, se casou com Christian de Hannover. Eles se conheceram em 2005, em Lima, no Peru, quando o príncipe visitava a cidade e ela era a sua guia turística. Desde então, eles se tornaram amigos até resolverem oficializar o relacionamento em 2012. Como já mencionado, eles se casaram em 2018 e, distante dos palácios e das igrejas reais, a cerimônia foi realizada na Basílica Menor e Convento de São Pedro, na cidade natal de Alessandra, mas sem perder o glamour de um casamento dessa magnitude. Atualmente, eles vivem em Madrid e esperam pelo nascimento de seus filhos gêmeos.

2. Margarita de Bourbon

A empresária venezuelana María Margarita Vargas Santaella se casou com Luís Alfonso de Bourbon, o duque de Anjou, um casamento que lhe outorgou o título de duquesa consorte de Anjou. Eles se casaram em 2004 e têm quatro filhos: Eugenia, Luis, Alfonso e Enrique de Jesús.

3. Tatiana da Grécia e Dinamarca

Tatiana Blatnik, assessora de relações públicas venezuelana, casou-se com o príncipe Nicolau da Grécia e Dinamarca em 2010. Embora tenha nascido no país sul-americano, ela se mudou para a Suíça quando ainda era criança. Ganhou o carinho do povo grego e participa de várias ações sociais: colabora com a Cruz Vermelha, cofundou a Fundação Elpida Youth para crianças com câncer e até lançou o livro de receitas grego A Taste of Greece: Recipes, Cuisine & Culture (Um sabor da Grécia: receitas, culinária e cultura, em tradução livre), cujos recursos são destinados a uma ONG chamada Boroume, que fornece alimentos a famílias carentes.

4. Tatiana de Casiraghi

Tatiana Santo Domingo é uma empresária de ascendência colombiana e brasileira, casada com Andrea Casiraghi, filho de Carolina de Mônaco e sobrinho do atual soberano do Principado de Mônaco. Embora Tatiana tenha sido educada em Genebra e Paris, viajava regularmente para a Colômbia para visitar sua família. Em 2012, criou a marca de moda Muzungu Sisters, que vende roupas com desenhos artesanais indígenas e também colabora com diferentes causas beneficentes.

5. Máxima dos Países Baixos

Máxima Zorreguieta Cerruti é a rainha consorte dos Países Baixos (informalmente conhecidos como Holanda) desde 2013, após seu marido, o rei Guilherme Alexandre, assumir o trono. Ela nasceu e foi criada em Buenos Aires e se formou em Economia, um título que lhe permitiu trabalhar em várias empresas da área até se casar com o então príncipe. Eles se casaram em 2002 e têm três filhas: as princesas Amalia, Alexia e Ariane. Como rainha consorte, Máxima apoia o rei em seus deveres como chefe de Estado e também cumpre funções sociais e reais.

6. Grã-duquesa Maria Teresa de Luxemburgo

María Teresa Mestre y Batista nasceu em Havana, Cuba, e é casada com o Grão-duque Henrique de Luxemburgo (Henri, em francês). Eles se conheceram na Universidade de Genebra, casaram-se em 1981 e tiveram quatro filhos e uma filha. A cubana tornou-se a Grã-duquesa Maria Teresa em 2000, depois que o grão-duque assumiu o cargo no trono de Luxemburgo. A duquesa trabalha em várias atividades voltadas aos mais vulneráveis ​​em sua terra, além de ser patrocinadora de entidades como a Cruz Vermelha de Luxemburgo e a Fundação Câncer.

7. Maria Chantal da Grécia

Maria Chantal Miller é a princesa consorte da Dinamarca, casada com Paulo, Príncipe Herdeiro da Grécia e Dinamarca. Eles se casaram em 1995 em uma grande festa, com a participação de figuras importantes, como a rainha Elizabeth II e a família real espanhola. Eles tiveram quatro filhos e uma filha. Embora tenha nascido em Londres e tenha sido criada em Hong Kong, ela é de ascendência equatoriana, pois sua mãe é desse país sul-americano. Maria Chantal também é estilista e tem sua própria marca de roupas infantis

8. Genoveva Casanova

Genoveva Casanova é a ex-mulher de Cayetano Martinez de Irujo, conde de Salaverría, Espanha, um dos filhos da duquesa de Alba. Genoveva nasceu na Cidade do México e trabalhou como modelo para para grandes marcas. Ela também se dedica a causas humanitárias, colaborando com fundações como a Fundação Teletón e Associação Espanhola Contra o Câncer, entre outras. Em 2001, tiveram seus dois filhos, Amina e Luis, e apesar de terem se divorciado em 2008, ainda mantêm uma boa relação de amizade.

9. Hanna Jaff

Hanna Jaff é filantropa e ativista de direitos humanos nascida nos Estados Unidos, mas criada em Tijuana, no México. Ela é a fundadora da Fundação Jaff pela Educação, que se dedica ao ensino de inglês para imigrantes e refugiados. Ela também é palestrante em universidades e em conferências do TED sobre questões voltadas aos direitos humanos, imigrantes, refugiados, paz e educação. Ela até lançou uma linha de moda chamada We Are One Campaign (Nós somos uma campanha, em tradução livre), com o objetivo de acabar com o ódio e com o assédio devido a diferenças políticas, socioculturais, sexuais e econômicas. Henry Roper-Curzon, descendente de Henrique VII e herdeiro do vigésimo segundo título Lord Baron de Teynham, se apaixonou por essa incrível Latina e agora estão noivos.

A América Latina está presente na monarquia europeia e essas mulheres demonstraram isso. Você já as conhecia? Alguma vez já sonhou em se casar com um príncipe? Deixe sua opinião nos comentários!