Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 Peças básicas adoradas por muitas mulheres, mas que estão sendo consideradas fora de moda

Dizem que um guarda-roupa básico deve incluir roupas de qualidade que combinem com peças simples e de grife e que dificilmente saem de moda. No entanto, essa regra não funciona exatamente assim, já que as roupas chamadas “clássicas”, às vezes, não resistem à influência do tempo e acabam se tornando desatualizadas.

Nós, do Incrível.club, estudamos cuidadosamente as opiniões de vários especialistas do mundo fashion e descobrimos quais peças, antes consideradas básicas, agora não estão mais na moda.

Meia-calça de lycra em tom nude

Os estilistas há muito tempo recomendam parar de usar meias-calças de lycra em tom nude. Primeiro porque o seu brilho visualmente adiciona volume às pernas. Em segundo lugar, as meias-calças brilhantes fazem com que todo o look pareça barato. Meias-calças foscas, por outro lado, deixam as pernas mais esbeltas e elegantes. Na hora de comprar essa peça para um guarda-roupa básico, não se esqueça: quanto mais finas, mais elegantes.

Camisa branca com pregas

Pode parecer que uma camisa branca simples seja a melhor opção, tanto no trabalho quanto para encontros informais. No entanto, existem algumas nuances que devem ser consideradas. Se antes, a maioria das camisas era justa e tinha pregas para enfatizar as curvas femininas, hoje os modelos com caimento mais solto simbolizam um estilo chique e descontraído.

Os especialistas aconselham evitar tecidos de cetim e silhuetas justas. Para criar um visual sutilmente chique, basta arregaçar um pouco as mangas e adicionar um relógio ou pulseiras elegantes ao look.

Saia lápis na altura do joelho

A famosa saia lápis é a peça que, ainda por muitos anos, será admirada por designers de moda e milhões de mulheres. No entanto, os estilistas recomendam o abandono das saias de tecidos sintéticos, que, embora enfatizem o corpo, parecem baratas e desleixadas. A saia lápis ideal não deve ser bem justa, ou muito curta. É preferível escolher modelos com tecidos densos e mais estruturados, com um comprimento logo abaixo dos joelhos.

Blazer curto

Um blazer, assim como um terninho, nunca perde sua relevância. Contudo, ele também passou por algumas mudanças. Hoje, um paletó com corte semijusto ou solto é considerado uma peça básica. E nem precisa ser oversize. O mais importante é que o blazer não seja muito curto ou justo demais.

Cardigã de malha fina

Toda garota provavelmente já teve em seu guarda-roupa um cardigã de malha com pequenos botões. A peça geralmente é combinada com uma camisa branca de escritório e jeans skinny. Geralmente, malhas finas não conseguem manter bem sua forma e as mangas da camisa usada por baixo ficam constantemente se amontoando.

Felizmente, hoje esse modelo foi substituído por um cardigã de malha grossa, excelente para dias mais frios, sem ser largo demais, nem muito justo.

Suéter com gola volumosa

É difícil ficar sem um agasalho quente nas estações frias. Essa peça cai bem com quase tudo, desde saias e calças sociais sob medida, a jeans da moda e vestidos soltos.

Os especialistas em moda recomendam colocar o suéter com uma gola volumosa na prateleira mais distante do guarda-roupa. Ele geralmente parece desleixado e adiciona volume desnecessário à parte superior do corpo. Substitua essa peça fora de moda por um aconchegante suéter de gola alta.

Jaqueta de couro slim

A jaqueta de couro estilo motoqueiro há muito tempo integra o guarda-roupa básico, até por combinar facilmente com jeans casuais simples e vestidinhos A única coisa que os estilistas aconselham é que ela seja um pouco larga, para poder usar facilmente um suéter ou moletom por baixo. Hoje, a jaqueta de couro muito justa é considerada uma antitendência.

Casaco de inverno justo

Casacos muito justos provaram ser nada práticos para itens básicos de guarda-roupa de inverno. Além de não aquecerem bem, não permitem usar uma blusa mais grossa do que uma camiseta por baixo. Os estilistas aconselham escolher um casaco de acordo com o princípio “quanto mais ar entre o corpo e o casaco, melhor”. E os agasalhos que lembram edredons acolchoados cumprem 100% esta regra.

Calça jeans justa

Os tão famosos jeans skinny caíram no esquecimento. Foram substituídos por jeans retos e outras modelagens soltas, que são muito mais fáceis de vestir e não chamam atenção para as imperfeições das pernas. A vantagem do modelo de jeans menos justo é vestir bem corpos de todos os tipos.

Botas de cano curto

Botas de cano curto quase entraram na lista de itens básicos, mas hoje elas saíram de moda dando lugar a modelos com cano mais alto. Essa mudança também tem suas vantagens. Primeiramente, o cano curto visualmente “corta” a perna na altura do tornozelo, fazendo o corpo parecer menor. Em segundo lugar, você não precisa mais se questionar sobre como combinar corretamente esses calçados com calças e jeans, e assim evita ficar, no frio, com os tornozelos à mostra.

Camiseta branca justa

Provavelmente, a clássica camiseta branca seja o item mais comum e básico do guarda-roupa. Mas, ao que parece, não é tão fácil escolher o tipo certo.

O modelo ajustado, que acentua as curvas femininas, virou coisa do passado e foi substituído por uma camiseta branca com um corte mais largo. O ideal é que o tecido de algodão seja mais grosso, para ter um caimento melhor e não ficar transparente.

Qual peça do seu guarda-roupa é, na sua opinião, atemporal?

Compartilhar este artigo