Incrível
Incrível

10 Erros comuns na rotina de beleza, e dicas sobre o que podemos fazer

Manter o cuidado por dentro e por fora é um grande sinal de que alguém mantém uma relação saudável consigo mesmo. Porém, por mais que não seja nossa intenção, às vezes não conquistamos os resultados esperados após criar e seguir toda uma rotina de beleza. Sobre o assunto, alguns dermatologistas e profissionais da beleza concordam em apontar alguns dos erros mais frequentemente cometidos, como a escolha equivocada do protetor solar e permitir que o cabelo perca seus óleos naturais.

O Incrível.club se aprofundou na questão das práticas capazes de arruinar as rotinas de beleza, com o intuito de mostrar como elas podem ser corrigidas. E ao fim do post, nosso bônus traz um exemplo de como a sequência correta de cuidados pode mudar completamente a aparência da pele.

1. A ordem com que os produtos para cuidado com a pele são aplicados

De acordo com uma especialista em cuidado com a pele, aplicar os produtos de beleza na ordem certa permite retirar os melhores resultados de cada item utilizado. Para ter uma ideia da sequência a seguir, você pode considerar usar os produtos que vão da consistência mais fina à mais espessa, ou do líquido ao creme.

É importante também separar a rotina diurna — voltada à proteção contra o sol, a poluição e os elementos químicos — da noturna, momento dos esfoliantes e produtos para tratamento de reparação da pele. A especialista alerta para a necessidade de dois esquemas:

  • Rotina diurna: começando com uma loção de limpeza, seguida pelo tônico, sérum antioxidante, creme para os olhos, tratamento local (se for o caso, como os produtos contra acne), hidratante e, por fim, o protetor solar.

  • Rotina noturna: iniciar com uma limpeza dupla com demaquilante e um produto suave, seguir com essências (se for o caso) ou séruns (como ácido hialurônico), creme para os olhos, tratamentos como peelings e finalizar com um creme específico para noite ou hidratante.

2. A maneira de lixar as unhas

Na hora de lixar as unhas, muita gente age quase por instinto e vira a mão com a palma voltada para a frente do rosto (imagem à esquerda), lixando as unhas sem seguir um padrão definido. Só que, segundo Bachik, nail artist das celebridades, existe o jeito certo de executar a tarefa, e não é exatamente da maneira como acabamos de descrever.

A técnica correta consiste em lixar das laterais para o meio, conseguindo assim um resultado mais uniforme. Além disso, é melhor girar a mão com a parte superior voltada para a frente (imagem à direita). A dica é especialmente válida se a unha tiver formato quadrado, pois assim o olhar é levado em direção ao horizonte, e não à forma dos nós dos seus dedos.

3. A limpeza dos pincéis de maquiagem

A higiene é parte fundamental em qualquer rotina de beleza, e isso se aplica também à manutenção dos acessórios usados para passar maquiagem. Afinal de contas, eles tendem a acumular resíduos, podendo causar irritações e até mesmo levar ao aparecimento de acne.

Se você tem dúvidas quanto à forma correta para higienizar seus pincéis, siga este passo a passo uma vez por semana com todos eles:

  1. Pegue cada pincel e molhe em água quente, mantendo-os na horizontal.

  2. Esfregue os pincéis na palma da mão fazendo movimentos circulares e usando uma pequena quantidade de shampoo com pH neutro (imagem à esquerda).

  3. Enxágue e repita a operação até que a água saia totalmente limpa.

  4. Retire o excesso de água com uma folha de papel e deixe os pincéis secando na horizontal sobre uma superfície plana, de modo que as cerdas fiquem fora da superfície de apoio (imagem à direita).

4. A maneira de enxaguar o rosto

Segundo uma profissional da dermatologia, o indicado é que a rotina diária de beleza comece e termine com a lavagem do rosto. Logo, é preciso saber fazer o enxágue facial da maneira mais apropriada.

A linha da mandíbula, a do cabelo e o nariz são pontos que costumam ser esquecidos durante o enxágue. Sem falar que realizar o processo da maneira equivocada pode provocar o acúmulo de resíduos, obstruindo os poros e ressecando a pele. Nesse sentido, é melhor levar o tempo apropriado e dar a devida atenção a todas as áreas do rosto durante 60 segundos, no mínimo.

5. Uso do protetor solar

A aplicação diária de um protetor solar não é algo negociável, de acordo com um time de especialistas. E é bom esclarecer que a regra vale até para os dias nublados e para ambientes internos, já que telas e lâmpadas elétricas podem emitir um tipo de luz (conhecida como azul) que comprovadamente afeta o fotoenvelhecimento da pele.

A recomendação é que você aplique meia colher de chá de protetor solar todas as manhãs, da clavícula até a testa.

6. A escolha do protetor solar e como usá-lo

Apesar de ser comum ouvir as pessoas dizendo que é melhor escolher sempre o produto com fator de proteção solar (FPS) mais alto, outros aspectos devem ser considerados. Por exemplo, embora um FPS 50 signifique que você pode se expor ao sol 50 vezes mais antes de queimar a pele, é preciso reaplicar o protetor a cada duas a três horas caso continue com o corpo exposto à luz.

Sem falar que o FPS indica apenas a proteção contra os raios UVB. Entretanto, para que possamos nos proteger dos raios que penetram mais profundamente na pele, causando rugas e manchas amarronzadas, devemos levar em conta também a ação dos raios UVA. Uma boa opção é investir em um filtro de amplo espectro. Para uma proteção ainda mais ampla, recomenda-se o uso de óxido de zinco ativo.

7. A frequência com que se lava o cabelo

Cabelos opacos podem ser resultados de excesso de lavagens. Segundo um renomado profissional da área é melhor “não lavar o cabelo todos os dias”. Ele acrescenta que “quanto mais você esperar, mais bonito e melhor para pentear os fios ficarão”. Já a falta de brilho pode ser fruto da perda dos óleos naturais. Diante disso, é melhor limitar o uso do shampoo a poucas vezes por semana.

dica é: escolha os dias de lavar com base na aspereza e textura dos fios. Se suas madeixas forem finas, lisas ou oleosas, maior será a frequência necessária, em comparação com cabelos grossos, cacheados ou ressecados (que devem ser lavados com menos frequência).

8. Hidratação da pele

Outro dos erros comuns mais citados por especialistas é a falta de hidratação em pessoas de pele oleosa ou mista, que tendem a temer o surgimento de cravos. Mas contrariando a crença, muitas vezes uma pele oleosa fica desidratada, casos que exigem o uso de cremes nutritivos e hidratantes sem óleo, preferencialmente com produtos em sérum ou gel.

9. A forma como lidamos com cravos e espinhas

Quando surge um cravo ou uma espinha no rosto, a primeira coisa que costuma vir à nossa mente é o desejo de que aquela imperfeição desapareça. É quando a ansiedade tende a tomar conta, fazendo com que recorramos a produtos inadequados ou então tentemos espremer a espinha com nossas próprias mãos, mesmo sabendo que, em poucos dias, aquele pontinho desapareceria sem deixar uma cicatriz duradoura.

Já entre os produtos de uso comum e que devem ser evitados está a pasta de dentes. Ela pode até secar a espinha, mas causará o mesmo efeito na pele em torno dela. Outro problema: é possível que a pele fique irritada, e produza mais oleosidade e inflamações. Também não é recomendado limpar excessivamente a região, e sim usar algum produto adequado para acelerar a cicatrização e evitar novas erupções.

10. Quantidade de produto utilizada

Mais um erro comum é aplicar pouco produto durante a rotina de beleza. O contrário, ou seja, passar o produto em excesso, também é igualmente equivocado, representando o risco de perder todos os benefícios prometidos pelo fabricante (sem falar no dinheiro).

quantidade de produto a ser usado deve ser um pouco maior do que a indicada no rótulo, considerando que cada rosto tem tamanho e características diferentes. Ademais, cada pessoa tem uma capacidade específica de absorver os produtos. Por exemplo, embora duas gotas de óleo facial possam ser demais para uma pessoa de pele oleosa equilibrada, a quantidade pode ser insuficiente para uma pele desidratada.

Bônus: um ano após começar a usar protetor solar e seguir uma rotina de cuidado com a pele

Você ou algum conhecido costuma cometer os erros citados no nosso post? Em sua opinião, qual deles é o mais comum? Aproveite e deixe um comentário dando sua própria dica de beleza, pois nós adoraríamos conferir seus conselhos!

Incrível/Mulher/10 Erros comuns na rotina de beleza, e dicas sobre o que podemos fazer
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos