Incrível
Incrível

O jeito de criar os filhos de Penélope Cruz e Javier Bardem que pode servir como orientação para muitos pais

Ser pai ou mãe pode ser um dos maiores sonhos na vida de algumas pessoas. E embora encha seus dias de alegria e amor, é uma tarefa que carrega muita responsabilidade. Como as crianças não vêm com um manual de instruções ao nascer, os pais têm de se esforçar muito mais para garantir que sua educação seja saudável e adequada. Claro, cada estratégia depende do que cada família acredita ser melhor para seus filhos.

Nós, do Incrível.club, queremos mostrar a você quais medidas são usadas pela família Bardem-Cruz para criar e proteger seus filhos. Talvez algumas delas lhe sirvam de inspiração.

A vida amorosa de Penélope Cruz e Javier Bardem é como uma história romântica de Hollywood. Os atores espanhóis se conheceram e começaram a trabalhar juntos no set do filme Jamón, Jamón, mas Penélope, com 18 anos na época, mantinha um relacionamento com o compositor de Mecano, Nacho, que durou até 1998. Bardem, por sua vez, estava com 23 anos e sua parceira na época era Cristina Payés.

Os dois cresceram no campo profissional, destacando-se na indústria cinematográfica e se tornando os atores espanhóis mais conhecidos no mundo todo.

Graças ao aclamado diretor de cinema Woody Allen, eles se reencontraram no set de Vicky Cristina Barcelona em 2007, para trabalhar juntos como protagonistas. O destino sorriu para eles, que não ignoraram seus sentimentos, assumindo o amor que sentiam um pelo outro.

Em 2010, celebraram seu casamento de forma privada, nas Bahamas. Mais tarde, nasceu o primeiro filho, Leo, e depois a menina, Luna. E embora ambos levem suas vidas privadas distante dos holofotes, ao longo dos anos, o casal consolidou seu amor. Com um sólido casamento, Penélope e Bardem são um exemplo de como se apaixonar e se manter admirado pelo respectivo parceiro ao longo do tempo.

Além de compartilharem a paixão pelo cinema, seus filhos Leo (11 anos) e Luna (8 anos) são o vínculo mais forte do casamento.

E, como quaisquer pais responsáveis, o objetivo do casal é proteger seus pequenos a todo custo. Em entrevista para a CBS Sunday Morning, Penélope Cruz confessou ser uma mãe muito rígida com os filhos em termos de tecnologia. “Tenho uma relação estranha com as redes sociais, uso-as muito pouco e de um jeito cuidadoso. Há uma coisa que não faz sentido e está afetando principalmente as gerações mais jovens. Sinto muito mal pelos que agora são adolescentes”.

De acordo com Penélope, é como se o mundo estivesse fazendo algum tipo de experimento com eles. “Ah, vamos ver o que acontece, se você expor uma criança de 12 anos a muita tecnologia”.

Penélope também destacou a falta de proteção para uma criança se envolver em qualquer tipo de rede social, e sua preocupação com o cérebro infantil, que ainda está em desenvolvimento. “Como isso afeta a maneira como eles se veem ou tudo relacionado ao bullying”.

Embora Penélope tenha quase 6 milhões de seguidores no Instagram, com conteúdo dedicado exclusivamente ao campo profissional, sua posição em relação aos filhos está decidida. Tenta educá-los no uso racional dos dispositivos eletrônicos, evitando, por exemplo, que tenham contas em redes sociais até cumprirem 16 anos ou um celular até ficarem “mais velhos”. Essas medidas fazem com que ela se considere “muito dura em questões de tecnologia”. “Acho que isso é para proteger a saúde mental, mas pareço fazer parte de uma minoria”.

O atriz, no entanto, permite que seus filhos assistam a desenhos animados ou a filmes de vez em quando. “Como não deixá-los assistir a filmes? Eles me deram momentos incríveis de felicidade desde que eu era criança”.

No entanto, tanto para Penélope quanto para Javier, a prioridade absoluta são os filhos, e nenhum deles se deixou levar pelo que outras pessoas vão dizer, mantendo-se muito firmes na educação de seus pequenos.

De sua parte, Bardem comentou que até ser pai não sabia o significado de amor incondicional. “É incrível. Eles nos têm em suas mãos. Junto com Penélope passamos horas brincando de dragões e princesas”. O ator confessou ainda que passar mais de duas semanas longe de casa parte seu coração não só emocionalmente, mas também com sintomas físicos.

Isso porque sua ideia sempre foi a de ser um pai presente, algo que não podia desfrutar quando criança, então tenta ser tudo o que gostaria que seu pai tivesse sido.

“Os filhos têm o poder, sabem como te levar. Movem você para cima e para baixo e de um lado para o outro, embora você tente se convencer de que está no controle”, disse o ator. “Sou de fato especialista em filmes infantis, em casa praticamente assistimos a canais infantis, já vimos Viva: A Vida é uma Festa 15 vezes, hahaha, meus filhos adoram”.

Quanto a juntar a vida pessoal com a profissional, Javier Bardem informou que ele e a esposa tentam fazer filmes juntos para viajar ao mesmo tempo. Se não trabalham juntos, providenciam para que um deles cuide das crianças, enquanto o outro trabalha. “Somos o tipo de pais que prefere criar seus filhos pessoalmente. Temos de combinar nossos calendários, porque nossa prioridade é a nossa família”.

Como no caso do filme Duna (2021), quando viajaram com os filhos para a Jordânia e ficaram por um mês, antes de se mudarem para a Hungria. “Foi uma espécie de educação para as crianças viajarem e aprenderem com outras culturas, outros povos, outras raças e línguas, para entender que não somos especiais ou únicos. Isso é algo que não se aprende na escola”, disse o ator.

Como gerencia o uso das redes sociais dos seus filhos? Considera sua educação conservadora ou um pouco mais liberal?

Incrível/Crianças/O jeito de criar os filhos de Penélope Cruz e Javier Bardem que pode servir como orientação para muitos pais
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos