Incrível
Incrível

Minha mãe não trocou as fraldas do meu filho e, agora, se nega a cuidar dele

Não existe responsabilidade maior do que cuidar dos filhos, e muitos pais realizam tal tarefa com amor e dedicação. Entretanto, às vezes surgem emergências que complicam um pouco a situação. Para muita gente, casos assim deixam claro o quanto é importante contar com o apoio dos avós da criança. E é quando começa o grande debate: os avós têm a obrigação de cuidar dos netos?

Leia conosco a história abaixo e deixe sua opinião. Você acha que os avós são totalmente isentos de responsabilidades com os próprios netos? Ou a casa deles deve ser um lugar confiável para onde os pais podem correr quando precisam de ajuda?

A seguir, confira o que alguns leitores do Incrível pensam sobre o tema:

  • Avós são AVÓS. Já passaram da fase de cuidar de crianças. Eles têm todo o direito de se negar a assumir responsabilidades que não são deles. Têm o direito de viverem como quiserem. Se aceitarem cuidar de um neto pela primeira vez sem impor regras, os pais acabarão pensando que os avós têm a obrigação de cuidar dos netos. © Carmen Castillo / Facebook
  • Pois eu acho que parentes precisam se apoiar. Minha mãe me ajuda quando pode. Se ela não pode, não tem problema. E se ela precisa de mim, eu ajudo. Quando meus irmãos precisam de mim ou eu deles, nos ajudamos. Porque família é isso. Claro que meus filhos são meus, e não das avós, mas por sorte temos uma família que se apoia mutuamente quando é preciso. © Laura de la Rosa / Facebook
  • Cada um decide como se relacionar com os próprios netos. Se é dando dedicação e cuidado, ou de longe. Tudo deve ser respeitado. Só que é preciso saber que os netos tratarão os avós da mesma maneira. © Harold Valencia / Facebook
  • Óbvio que cuidar dos netos não é obrigação da avó, mas, na verdade, eu nem pensaria na hipótese de não ajudar minha filha. Só se eu não pudesse por ter outra coisa a fazer, ou se minha filha agisse como se aquela fosse minha obrigação. Mas se ela precisar de apoio, lá estarei. © Ana Maria Contreras Samanez / Facebook

A equipe da nossa redação pesquisou maneiras para lidar com situações assim da forma adequada:

  • Converse claramente sobre o assunto. Às vezes, podemos pensar que a outra pessoa sabe como nos sentimos ou que as atitudes alheias nos machucam, mas podemos estar errados. A comunicação clara e sincera é o melhor remédio para os problemas.
  • Não deduza que os avós não estarão ocupados. Talvez você ache que seus pais cuidarão dos netos por estarem aposentados e não terem um trabalho ocupando todo seu tempo. Porém, eles também têm suas próprias rotinas de atividades. Além disso, alguns deles não se sentem fisicamente preparados para cuidar de um bebê, ou simplesmente não querem sacrificar o próprio tempo pessoal. E isso não tem nada de egoísta!
  • Pergunte aos avós quanto tempo eles querem dedicar aos netos. Isso pode soar estranho, mas perguntar isso sem rodeios é útil para haver maior entendimento mútuo. Podemos também dizer algo como: “Não estou pedindo que você cuide do seu neto o tempo todo, mas espero, como você é importante para mim, que você seja importante para meu filho”.
  • Não esqueça que os sentimentos podem mudar com o tempo. Alguns avós se sentem mais confortáveis quando a criança já está mais crescida. Lembre-se também que, como todas as relações, o vínculo entre avós e netos também pode passar por uma evolução.
  • Tenha uma babá reserva para a hipótese de a principal não aparecer. Além disso, não ligue chamando a profissional de última hora. A babá reserva também deve ser informada de antemão de que, caso a babá principal cancele, ela será acionada. Se você não fizer isso, pode acabar ficando na mão. E é quando o pânico toma conta.
Imagem de capa Myriam Vaca / Facebook
Incrível/Crianças/Minha mãe não trocou as fraldas do meu filho e, agora, se nega a cuidar dele
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos