Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Diego, a tartaruga que salvou sua espécie da extinção e voltou para casa 80 anos depois

4---
595

Como já publicamos em outro post, Diego é uma tartaruga-gigante que ajudou a salvar sua espécie da extinção após colaborar para o nascimento de filhotes de tartarugas. Assim, de 12 exemplares de fêmeas e 3 machos que existiam em 1960 da espécie Chelonoidis hoodensis, Diego ajudou a conceber 800 filhotes para povoar este mundo. Mas agora queremos saber mais sobre o protagonista da história — de onde veio e, o mais importante, o que aconteceu com ele depois.

O Incrível.club adora finais felizes e é por isso que compartilha com você uma história emocionante sobre o retorno de Diego para casa. Essa tartaruga, de mais de 100 anos de idade, que salvou sua espécie da extinção.

Se queremos saber da história de Diego, talvez seja importante saber de onde veio

Diego nasceu há mais de um século na ilha Española, a mais antiga de Galápagos, no Equador. No entanto, foi levado da sua terra natal anos antes da inauguração do Parque Nacional de Galápagos, o primeiro parque nacional do país, cujo objetivo é preservar a integridade do ecossistema local. Hoje, esse lugar é considerado um patrimônio natural da humanidade.

Da ilha Española, Diego foi levado ao Zoológico de San Diego

A tartaruga foi levada para o Zoológico de San Diego, um dos maiores dos Estados Unidos, e viveu 30 anos lá com outras espécies. Mas o que provavelmente não imaginavam (muito menos o próprio Diego) era que, em 1970, a Estação Científica Charles Darwin, no Equador, começaria a reunir as poucas tartarugas Chelonoidis hoodensis sobreviventes no mundo, a fim de promover sua procriação para salvar a espécie. E, como sabemos, Diego desempenhou um papel importante nessa iniciativa.

Depois de 30 anos morando nos Estados Unidos, ele retornou ao Equador, em 1976, para demonstrar suas habilidades reprodutivas na Estação. Naquela época, havia apenas 15 exemplares da espécie. E ele conseguiu! Em todos os anos que viveu lá, conseguiu reproduzir centenas de filhotes e, graças a isso, atualmente existem 2.300 tartarugas-gigantes.

Depois de aproximadamente 80 anos, Diego voltou para casa

Com 800 filhotes, mais de 100 anos de idade e tendo viajado por diferentes lugares do mundo, podemos dizer que a tartaruga Diego teve uma vida plena. Agora, ele pode aproveitar o retorno triunfante ao seu lar. Mas não é uma tarefa tão simples quanto parece; sua independência requer controle dos cientistas.

Para realizar essa tarefa, o pessoal encarregado precisou cuidar por um tempo de Diego e das outras tartarugas e monitorar cuidadosamente sua saúde. Os cientistas até colocaram microchips nos animais, para identificá-los e acompanhar sua vida na ilha.

Depois de meses de preparação e cumprindo o protocolo necessário, em 14 de junho de 2020, as tartarugas começaram seu retorno. Elas foram levadas, por guardas florestais, a um local com uma grande quantidade de cactos Opuntia, um alimento que costumam gostar e que facilita muito sua reabilitação. O objetivo dos cientistas é retornar em seis meses para ver como estão vivendo e se a espécie continua se reproduzindo por conta própria, na natureza.

Seu retorno para casa significa tanto para nós quanto para ele

retorno às ilhas do Equador após décadas de cativeiro para salvar as espécies não significa simplesmente que o animal é posto em liberdade, após uma vida inteira de trabalho e esforço. É muito mais do que isso, significa que o programa para preservar as espécies se encerrou, após o sucesso da reprodução em cativeiro, permitindo que a natureza trabalhe por conta própria.

Além disso, como a prevalência das tartarugas-gigantes na ilha estava em risco, após serem caçadas no século XIX por baleeiros, quase levando à extinção da espécie em 1850, essa é uma pequena, mas significativa, retribuição da humanidade ao mundo animal. Ainda há um longo caminho a percorrer, mas o retorno de Diego é um sinal de esperança que mostra que, quando o homem quer, consegue ajudar o mundo a continuar a ser um lugar belo, onde a humanidade e a natureza podem coexistir.

Você conhecia a história da tartaruga Diego? Conte se em seu país existem espécies de animais que correm perigo de extinção e que medidas estão sendo tomadas para cuidar delas.

4---
595